Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

1 Coríntios 12.12-31a - 3º Domingo após Epifania - 24.01.2016

Caderno de Cultos 2016

24/01/2016

LITURGIA DO CULTO
3º Domingo Após Epifania

Acolhida: Sejam bem vindos ao culto deste 3º Domingo após Epifania. Nos reunimos em culto com o desejo de nos abastecermos com a Palavra de Deus e com ela nos sentirmos amparados, consolados, fortalecidos.

Saudação: Os saúdo com as palavras do evangelho de Mateus 4. 23 onde o evangelista escreve: “Percorria Jesus toda a Galileia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curado toda sorte de doenças e enfermidades entre o povo.” Com estas palavras do evangelista os saúdo e damos início a este nosso culto em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Canto:
Confissão de Pecados:
Se analisarmos a caminhada de nossa vida, trazemos tão pouco para ofertar a Jesus! No lugar de ouro, incenso e mirra, carregamos nossos preconceitos, nosso orgulho, nossas pretensões egoístas. Por isso depois de cada prece digamos juntos:
“ Senhor tem compaixão de nós.”
Pela falta de compromisso.
“ Senhor tem compaixão de nós.”
Pela falta de tempo para nossos familiares e para nossa espiritualidade.
“ Senhor tem compaixão de nós.”
Pela falsidade que existe em nosso coração e em nossa sociedade.
“ Senhor tem compaixão de nós.”
Por não praticarmos a Palavra de Deus conforme prometemos.
“ Senhor tem compaixão de nós.”
Pela falta de comunhão e compromisso com o outro.
“ Senhor tem compaixão de nós.”
Amém.

Absolvição:
Para aqueles que confessaram e se arrependeram de seus erros, Cristo vem e diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim.” Amém.

Canto:

Oração do dia:
Senhor, que orientaste e acompanhaste os magos até Belém, concede-nos confiança na tua presença, independente de quem sejamos, de onde venhamos, da nossa raça ou das condições em que vivamos, para que, movidos pela gratidão, sejamos pessoas que ofertam o seu tempo, os seus dons, os seus bens. Abre nosso coração e nossa mente para acolhermos a tua Santa Palavra, seja ela luz para o nosso caminhar. Por Jesus Cristo, teu Filho, que contigo e com o Espírito Santo reina de eternidade a eternidade. Amém.

Leitura AT: Neemias 8. 1-3, 5-6, 8-10
Salmo 19
Leitura NT: Evangelho de Lucas 4. 14 – 21
Canto:

Pregação: 1 Cor. 12. 12- 31
( Preparar o ambiente: coletar algumas fotografias das mais diferentes atividades na comunidade e expor antes do culto iniciar. Recortar um corpo de papel e espalhar as partes pela igreja, que serão recolhidas durante a pregação.)
Que a graça do Senhor Jesus o amor de Deus Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam entre nós. Amém.
Gostaria que cada um de nós sentisse seus pés. Como estão meus pés? Sentisse suas mãos, os braços, os olhos, ouvidos. Pensemos na função de cada membro do nosso corpo. Eles são importantes para mim? Como seria a minha vida sem uma destas partes do corpo?
Agora que sentimos a nós mesmos, olhemos para o nosso lado, olhemos para as mãos do nosso vizinhoa e pensemos na importância dessa pessoa e de suas mãos para a comunidade, essas mãos com suas capacidades e diferenças. O que estas mãos sabem fazer talvez as minhas não saibam ou não tenham tanta habilidade.

Escutemos o que as sagradas Escrituras têm a nos dizer sobre o corpo. 1 Cor. 12. 12 – 27.
Falamos em corpos. Não existem apensa corpos. Cada corpo é uma pessoa. Convivemos entre pessoas. Cada um, de nós com seu corpo tem suas histórias, suas angústias, seus sonhos. Nossos corpos carregam as marcas da nossa história. Marcas de dor e alegria.
Nós fazemos parte de uma comunidade com nossos corpos e suas histórias. Vamos recolher as partes que estão espalhadas pela igreja e montar o corpo com suas devidas partes em seus devidos lugares. (Montar o corpo)
Se a comunidade fosse somente pernas ela conseguiria se manter. Sobreviver? Tronco/Braços/ cabeça.
Que parte do corpo é Jesus Cristo? Por que?
A comunidade é o corpo de Cristo. Jesus Cristo precisa de nós, corpos vivos para atuarem neste mundo. Para que a sua filosofia de vida se instale no meio de nós.
A vida de cada um de nós reflete na vida da comunidade. Quando as pessoas desanimam, toda a comunidade desanima. A comunidade só caminha quando todas as suas partes se movimentam e colaboram nesse andar.
Dor: Por exemplo quando sentimos dor no dedão do pé. A dor é sentida somente lá? Se temos uma dor de barriga ela é sentida somente na barriga, ou se reflete por todo corpo?
Como é interessante a forma do apostolo Paulo simbolizar a Igreja de Cristo. Como um corpo vivo. Um corpo que precisa viver em harmonia para viver bem. Onde cada parte tem sua função como cada um de nós tem sua função na comunidade.
Mãos: A pouco quando cada um olhou as mãos do seu vizinho o que observaram. Alguns tem as mãos mais ásperas mais judiadas, outros de nós tem mãos frágeis, cada um tem suas habilidades. Uns de construir, lidar com o pesado, outros tem agilidade nas mãos ao lidar com computadores, bordados, crochê/tricô. Outros tem calos nas mãos de torcer panos de chão ou de capinar. Nossas mãos espelham alguns dos nossos dons, dons estes que devem ser colocados a serviço do Reino de Deus.
Hoje temos expostas algumas fotografias, muitos de você até se viram nelas é o corpo de Cristo trabalhando edificando comunidade, o corpo de Cristo celebrando, o corpo de Cristo pedindo bênçãos, o corpo de Cristo agradecendo pelas dádivas recebidas.
O desafio está ai. Em perceber cada pessoa com suas necessidades e nós com nossas capacidades, nossos dons oferecermos ajuda buscarmos recursos para uma vida mais digna e justa. Cada pessoa é uma parte importante e imprescindível no sonho e na construção desta comunidade do Reino de Deus. Reino este que se vive em ações concretas na vida da comunidade e no dia-a-dia da vida de cada pessoa, parte dessa comunidade.
Que cada um de nós possa fazer a diferença para que a vontade de Cristo flua entre nós. Jesus Cristo não se entregou para morrer em vão, mas por amor a nós. E nós não nos chamamos de cristão por acaso. Mas por trás desse título de cristão temos um compromisso com o Cristo. Em gratidão a ele, por ter nos resgatado do pecado e da morte eterna, por fazer de nós parte do seu corpo, que é a comunidade cristã, nos resta agradecer através dos nossos atos de amor e gratidão.
O Espírito Santo nos oriente na reflexão sobre as palavras que ouvimos! Amém.

Canto:
Credo Apostólico:
Motivação para as ofertas:
Canto das ofertas:
Avisos:
Canto:
Oração final:
Deus Eterno, nos dirigimos a ti para agradecer por teres nos conduzido em mais um ano que passou. Da mesma forma nos colocamos, mais uma vez, em tuas santas mãos na confiança e na fé de que tu nos conduzirás também neste ano. Sabemos que não podemos ser privados de todas as provações que o mundo nos impõe, mas conduza-nos em meio a elas. Conceda-nos força, entendimento, paciência, humildade, amor e muita fé na vida e em ti. Que nós possamos ser um pequenos Cristo na vida das pessoas que passam por nós, que sempre tenhamos uma palavra de ânimo, consolo e de amor a transmitir. Conceda-nos saúde e paz espiritual. Ás pessoas doentes o poder da cura, às pessoas enlutadas o teu sopro de vida e ânimo. As tuas comunidades cristãs mais empenho e dedicação ao que é de Deus. Isso pedimos por Jesus Cristo que nos ensinou a orar... Pai Nosso...

Canto:
Bênção: Convido para cada um colocar a mão no ombro de quem está ao lado, cuidando para que ninguém fique sem contato. E assim recebamos a bênção de Deus:
O Senhor esteja sobre ti, para te mostrar o caminho certo.
O Senhor esteja ao teu lado, para te abençoar e proteger.
O Senhor esteja atrás de ti, para te salvar da falsidade de pessoas más.
O Senhor esteja abaixo de ti, para te amparar quando caíres e te tirar das armadilhas.
O Senhor esteja dentro de ti, para te consolar quando estiveres triste.
O Senhor esteja ao redor de ti, para te defender quando outros caírem em cima de ti. O Senhor esteja sobre ti, para te abençoar. Assim te abençoa e Senhor nosso Deus, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

 


 


Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Epifania
Perfil do Domingo: 3º Domingo após Epifania
Testamento: Novo / Livro: Coríntios I / Capitulo: 12 / Versículo Inicial: 12 / Versículo Final: 31
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2016
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 36421

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Assim como o Senhor perdoou vocês, perdoem uns aos outros.
Colossenses 3.13
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
A Deus, aos pais e aos mestres, nunca se poderá agradecer e recompensar de modo suficiente.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br