Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Deuteronômio 8.7-18 - Dia de Ação de Graças (Festa da Colheita)

Caderno de Cultos 2014

07/08/2014

CULTO DE AÇÃO DE GRAÇAS
Texto de prédica: Deuteronômio 8.7-18
Os demais textos de leitura: Lucas 17.11-19; 2 Coríntios 9.6-15
Teobaldo Witter – Cuiabá, MT


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

Não digas, pois, no teu coração: a minha força e o poder de meu braço me adquiriram estas riquezas. Antes, te lembrarás do Senhor, teu Deus, porque é ele que te dá forças para adquirires o teu pão de cada dia e todas as riquezas honestas (Conforme Dt 8.17s). E Jesus perguntou: ninguém veio agradecer, somente uma pessoa? Onde estão os outros nove? E disse ao Samaritano: levanta-te e vai, pois, a tua fé te salvou (Lucas 17.19). O apóstolo Paulo testemunhou: Deus pode fazer-vos abundar em toda a graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda a boa obra... e a sua justiça permanece para sempre ( 2º Coríntios 9. 8s)

Bom dia/boa noite comunidade. Com estas palavras bíblicas de gratidão, saúdo cada pessoa aqui presente. Nossa alegria, hoje, é completa, porque a Palavra do Senhor nos convida a pensarmos sobre as coisas reais e concretas da nossa vida: o pão, a água, o ar, a casa, os sapatos, o dinheiro, os bens, o sol, a chuva, a lua, o abrigo, a família, os vizinhos, os amigos e amigas, o Estado com seus três poderes de governo. Ainda agora, quando vim ao culto, pensei que, apesar de muitas dificuldades, temos muito para agradecer. O culto de hoje é de ação de graças. É destes bens da vida que a palavra nos envolve por inteiro.
Além desta grande alegria, temos visitantes entre nós, sendo isso motivo de muita honra e felicidade para a igreja toda. A igreja está muito feliz com a presença de vocês, amigos e amigas, que nos visitam. Pedimos que as pessoas que nos visitam sejam apresentadas para a igreja: Mencionar o nome dos visitantes................

Cantar (ou ler), depois da apresentação dos visitantes:
Visitante seja bem-vindo/Sua presença é um prazer/ Te afirmamos com toda a certeza:/ Esta igreja a ama você.
Visitante seja bem-vindo/ Sua presença é um prazer/ Te afirmamos com toda a certeza:/ Jesus Cristo ama você.

Solicitamos que as pessoas próximas ao local onde se encontram os visitantes que os cumprimentem em nome da comunidade, enquanto as outras batem palmas de boas vindas.
CANTO DE ENTRADA

Nº 485- HPD 2 – É bom dar graças (Cantar 3X, substituindo a palavra manhãzinha/à tardinha/à noitinha)

SAUDAÇÃO

Convidamos para celebrar o culto e anunciamos que estamos reunidos neste lugar em nome de Deus Criador e Libertador: Pai-Filho-Espírito Santo. Amém.
Ora, aquele que dá semente ao que semeia e pão para o alimento, também, suprirá e aumentará a vossa sementeira e multiplicará os frutos da vossa justiça ( 2 Cr 9.10).  Senhor,vem e fica conosco. Amém.

Oração junto às crianças próximas ao altar e seu envio para o culto infantil:

 

CANTOS DE INVOCAÇÃO


Nº 200 - HPD 1 – Cantai e folgai


CONFISSÃO DE PECADOS

Quais seriam os problemas que temos em relação ao agradecimento? A Palavra do Senhor nos fala do esquecimento. Sim, o perigo está no fato de nós nos esquecermos do doador. O esquecimento nos leva à indiferença em relação a Deus e ao seu povo. E aí vem o egoísmo, a ganância e a solidão. O que você tem para confessar a Deus, neste momento?
Convido para nos encontrarmos conosco, com as pessoas e com Deus, neste momento de confissão de pecados. Acheguemo-nos ao Senhor com nossos fardos, com o peso dos pecados em nosso coração e em nossa mente. Convidamos para o momento de confissão de nossos pecados a Deus, nosso libertador.
Jesus diz: Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas. E elas me conhecem a mim, assim como o Pai me conhece a mim, e eu conheço o meu Pai. E dou a minha vida pelas ovelhas (João 10.14-15). Vamos nos confessar diante de nosso pastor:
Deus, às vezes, diante da riqueza e da pobreza, pensamos apenas em nossa esperteza, força, barganha e poder para vencermos na vida. Às vezes, somos como os nove samaritanos e clamarem a Jesus em suas dores. Foram curados pelo Senhor, mas logo foram para casa e nem se lembraram do que lhes aconteceu naquele caminho do encontro com o Senhor e de como foram cuidados. Outras vezes somos egoístas e gananciosos, pois, queremos tudo e o melhor para nós. E nem nos lembramos das dores humanas daqueles que sofrem carências humanas e das dores da natureza que é destruída e envenenada por causa da ganância humana.

Chegamos diante de ti não para nos justificarmos através de desculpas, mas de mãos vazias, culpados, na confiança de tua promessa de fidelidade, de amor e de misericórdia. Senhor, tu nos encontraste em tuas andanças pelas ruas, praças, casas, estradas, cidades, campos, igrejas e corações. Acolhe-nos, cuida de nós e perdoa a nossa maldade, perdoa e renova nossa mente e nosso coração para o bem, quando agimos mal. Renova-nos através do teu Perdão. Amém.


ANÚNCIO DO PERDÃO

Senhor, livra-nos da indiferença dos nove que foram curados e nos conta com o samaritano que veio agradecer. Jesus perguntou: não eram dez os que foram curados?  Onde estão os nove? Não houve, porventura, quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro?  E disse-lhe: levanta-te e vai; a tua fé de salvou (Lc 17.17-19).
O Senhor nos perdoa sempre que, arrependidos, confessamos os nossos pecados. Ele é quem nos dá a paz. Assim sendo, anuncio o perdão aos penitentes, em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém. Vão em paz, porque como creem, assim será. Amém.


KYRIE

Muitas pessoas sofrem no mundo. Elas sofrem por causa de doenças, de injustiça, dos egoístas que querem tudo para si só e não querem partilhar.  Diante dessa realidade, pedimos que o senhor sensibilize nossa mente. Alargue o horizonte de nosso coração.  As pessoas precisam de Deus. Elas vivem atribuladas, confusas, angustiadas, machucadas, amarguradas. A igreja deve ouvir estes clamores e atendê-las em nome de Deus. Lembramos que Deus prometeu vida e salvação.

Queremos agora pedir pelas dores do mundo, cantando:
Nº 343-HPD 2: Tem piedade


GLÓRIA IN EXCELSIS

No momento do Kyrie, lembramos das dores e dos sofrimentos das pessoas e  da natureza.   Levantamos os lamentos ao Senhor que os ouve e atende. E nós comprometemos em colaborarmos com a promoção da justiça e paz, cuidando de pessoas feridas e trabalhando para melhorar a vida.  Agora queremos glorificar. Deus é amor e vida. Deus é bom. E a sua glória enche céu e terra.  Cantemos glória a Deus, pois, ele governa com justiça e amor. Cantemos todos juntos, a uma só voz:
Glória, glória, glória a Deus nas alturas. Glória, glória, paz entre nós, paz entre nós. ( 2X)

ORAÇÃO DO DIA

Jesus nos disse que o Pai, Deus, faz chover sobre justos e injustos. Faz nascer o sol sobre bons e maus. Portando, todas as pessoas devem agradecer, inclusive os passarinhos agradecem através do canto. Os lírios do campo dão graças, através de sua beleza nos ensinam os cuidados de Deus. Deus, no entanto,  não quer nada obrigado pela força da lei. Ele quer agradecimentos que brotam do fundo do coração e que modificam jeitos de ver, ouvir e de trabalhar pela vida.
Agora queremos ouvir esta palavra santa e maravilhosa de Deus. Por isso, pedimos: Fala senhor ao coração de cada de um de nós aqui presente. Tira de nós as trevas da cegueira que impedem que nós notemos a proximidade da Palavra e a consequência da gratidão em nossa vida cotidiana. Que tenhamos disposição para acolher a tua palavra e praticá-la. Por Jesus Cristo, teu filho amado e nosso bem, que contigo e com o Espírito Santo governa de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

Canto: “Felizes os que ouvem a palavra do Senhor. Felizes os que buscam a justiça e o amor” ( 2x)

Leitura de 2 Coríntios 9.6-15

Este bonito testemunho do Apóstolo Paulo sobre semeadura, colheita, agradecimento, partilha e glorificação a Deus ecoa através dos tempos. Chega até nós e nos ensina o jeito de Deus agir no mundo para alimentar e cuidar de toda a sua criação. Ele sensibiliza nossa mente e todo nosso corpo para a prática do bem, servindo em comunidade e glorificando Deus.


Por isso, cantemos: “Felizes os que ouvem a palavra do Senhor. Felizes os que buscam a justiça e o amor” ( 2x)

Leitura de Lucas 17.11-19

A parábola dos dez leprosos é conhecida no mundo cristão e não cristão. Ensina sobre cuidado e gratidão.  Realmente, Deus é bom, sem igual. Deus cuida de quem agradece e de quem não agradece. Ele cuida de bons e de justos. Ele cuida de maus e de injustos. Os justos agradecem a Deus. E os outros se esquecem logo. E nem querem lembrar-se de quem receberam o cuidado.  Penso que a alegria da cura e estar na zona de conforto os acomodou em si mesmo e no seu jeito próprio de viver e ver as coisas? E agora aquela pergunta que não quer calar: em qual dos grupos você se encontra: dos que festejam e rendem ações de graças a Deus ou dos que só festejam, mas não agradecem?


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO

Nº 166- HPD 1 – Dá-nos olhos claros...

PREGAÇÃO

Acolhemos a Palavra das Escrituras. Jesus diz: “Quem beber desta água tornará a ter sede; aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna”, Jo 4.13-14.

Ler Deuteronômio 8.7-18

Amadas irmãs, amados irmãos, amada Igreja!
A Palavra Bíblica de Deuteronômio 8.7-18 é uma palavra muito boa, de fácil compreensão e nos toca diretamente em nossa vida.
Primeiramente, ela fala das boas obras que Deus fez no passado para o povo de Israel. Nos caminhos de Deus, o povo entrou numa terra que tinha tudo de melhor para a vida. A terra era boa, fértil tinha água em abundância, nascentes, planícies e montanhas. A terra fornecia os alimentos para toda nação: trigo, uva, cevada, romã, figos, azeite, mel e outros alimentos, sem escassez. Tem gado, rebanho, em abundância. Não falta comida nesta terra. Ela, também, produz materiais para ferramentas de trabalho e moradia. Tem ouro, prata, ferro, cobre. Nesta terra abençoada, o povo podia viver em paz, com sobrevivência digna, segurança e multiplicação da espécie humana.

Num segundo momento, o texto fala da origem de tanta abundância e da vida digna de todo povo. Não é obra humana, mas graça de Deus. Foi Deus que, gratuitamente, preparou esta bem aventurança, esta vida digna e feliz para o povo. E pede que a comunidade agradeça, sempre, a Deus por esta vida farta. Exorta para não esquecer desta benção, deste cumprimento da promessa de Deus. O agradecimento pelas bênçãos de Deus não era obrigação, mas, sim, era a postura de vida, entre as tribos de Israel.

No terceiro passo, o texto alerta para o perigo da ingratidão do povo. Para eles, viver sem agradecer significava a própria morte. O povo não deve elevar o seu próprio coração e dizer: “a minha força e o poder do meu braço me adquiriram estas riquezas (v. 17)¨”. Negar a obra de Deus e o cumprimento da promessa, não agradecendo significa a morte da nação das tribos de Israel. O texto repete: Antes, te lembrarás do Senhor, teu Deus, porque é ele o que te dá força para adquirires riquezas; para confirmar a sua aliança, que, sob juramento, prometeu a teus pais, como hoje se vê (v.18).

Israel toma posse da terra prometida, depois de passar por muitas necessidades e perigo de morte. Chegou à terra prometida sob os cuidados de Deus.  Ali, Deus confirma a sua aliança de fidelidade, no cumprimento das suas promessas.

Você acha que nós, em 2014, ainda estamos sob a benção e promessa de Deus? Certamente, que sim.  Em Lucas 17, quando Jesus cura os dez leprosos, certamente o faz no cumprimento da vida plena e abundante, conforme João 10.10.  O Apóstolo Paulo, ao nos lembrar da semente, da semeadura, da colheita e da partilha, nos ensina trabalhar e agradecer. Portanto, agradecemos, também, neste dia especial de culto de Ações de Graças.

Certa vez, uma senhora idosa que vivia sozinha foi internada num hospital. Ela estava acometida de uma infecção digestiva. Uma enfermeira, todos os dias de manhã, entrava no seu quarto para servir os medicamentos. Ao perguntar “como se sente?”, a senhora sempre reclamava que estava sozinha, não tinha ninguém na vida por ela e que desejava morrer.
Depois de três dias, a febre baixou um pouco. A enfermeira, neste dia, disse: a senhora está melhorando. Poderia agradecer!
A senhora logo retrucou: Agradecer quem e por quê? Não tenho ninguém que se lembre de mim.
A enfermeira disse: agradeça a Deus!
No que foi interrompida: A Deus? Ele foi o primeiro a se esquecer de mim. Se ele se lembrasse de mim, não me deixaria aqui sozinha, doente, neste quarto de hospital. Não tenho ninguém e nada para agradecer.
No dia seguinte, havia um buquê de flores sobre a mesa. A enfermeira perguntou pela pessoa que trouxe as flores.
“Não sei. Eu estava dormindo. A pessoa entrou e logo saiu. Deixou as flores na portaria para serem      entregues para mim. A arrumadeira as trouxe. Na mensagem não tem nome. Só diz: “te amamos’”.
Quem foi? Quem a senhora acha que foi? E numerou algumas pessoas, mas ela mesma logo descartou. Acho que foram as mulheres da igreja. Mas já faz muitos anos que não vou à igreja. Lá ninguém se lembra de mim. Minha filha mora no Canadá e meu filho no Japão. Faz muitos anos que não os vejo. E eles nem se lembram de mim. Nem sabem que estou aqui no hospital.
Mas alguém foi, insistiu a enfermeira. E pediu, eu se fosse a senhora faria uma lista de nomes de pessoas que poderiam ter levado as flores.
No dia seguinte, a senhora lhe mostrou uma lista de prováveis nomes de pessoas que poderiam ter trazido as flores. A lista continha 65 nomes.
As duas juntas, refletiram sobre os nomes. A senhora doente mencionou em cada uma das pessoas, pelo menos dois motivos que elas teriam em visitá-la.
Nos dias que se seguiam, a enfermeira e a senhora doente, em cada dia, mencionaram o nomes de dez pessoas e agradeceram a Deus por elas. Na semana seguinte, a enfermeira encaminhou a senhora doente para a capela do hospital, onde estavam reunidas mais de 100 pessoas que se consideram amigas e amigos dela. Celebraram um culto de Ações de Graças a Deus pela saúde dela.
Agradecer por quem? Para quem? Enquanto muitas pessoas acham que não tem motivos para agradecer, Deus cuida delas em secreto, agindo para o cumprimento de sua promessa de cuidado, de vida e de salvação.
Deus, no cumprimento de sua promessa, enviou seu Filho, nosso Senhor Jesus Cristo. Ele, através de seu nascimento, sua vida, seu perdão, seu ensino na fé, na prática da justiça, do amor, sua morte e ressurreição nos dá vida plena agora e depois da morte, também. Crês nisto? Então és bem aventurado. Amém.


Nº 286-HPD 1: Obrigado, Pai celeste

CONFISSÃO DE FÉ


Depois de ouvirmos a Palavra do Senhor, estamos motivados e compromissados para confessar bem alto a nossa fé em Deus. Confessemos, pois, em conjunto e junto com toda a cristandade na terra, a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO
Informar para onde vão as ofertas do culto de hoje. Fazer a motivação e o recolhimento das ofertas durante o canto.

 

 

Nº 419- HPD 2 – Na mesa do Senhor (durante o hino, a comunidade traz as ofertas ao altar)


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Recolher os motivos de oração que a igreja mencionou e os que os membros trouxeram para o culto:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Oremos:    

Deus, obrigado pelo encontro e convívio, aqui neste culto, onde tu nos serviste com tua Santa Palavra, neste culto de Ações de Graças. Fomos muito bem servidos por ti, em tuas obras de amor. Por isso, te rendemos graças pelo nascimento, vida, ensinamento, morte e ressurreição de teu filho amado, nosso Senhor Jesus Cristo. Obrigado pela Igreja que criaste e que possibilitou que tua Santa Palavra chegasse até nós. Obrigado pelo perdão que nos deste, por tua promessa em atender nossas súplicas pelas dores do mundo, pela pregação. Obrigado que tu permites nosso louvor através dos hinos. Graças pelo dinheiro que temos e que nos dá condições para viver melhor e te ofertar para o trabalho da tua igreja, na sociedade. Senhor, o teu povo deseja interceder e pedimos que tu ouças e atendas as intercessões, se for de tua vontade e de nossa necessidade:
(Mencionar motivos de oração da comunidade).....................................................

Oração de gratidão: (Oração escrita pela Pª Fabiani Appelt)
Benigno Deus, Pai misericordioso. Tu nos abençoaste ricamente com as tuas dádivas. Deste-nos os frutos da terra, deste-nos saúde para trabalhar, para criar os filhos, para organizar a nossa vida. Queremos te agradecer de coração por todo o teu amor. Perdoa-nos o nosso esquecimento, perdoa as nossas lamentações. Faze-nos servir em gratidão e amor. Por Jesus Cristo, teu amado Filho, que nos ensinou a orar a oração Pai Nosso,


PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS

Próximo Culto: ___/___/______ às ___h___ min.
Oferta último culto foi de R$ _________ - destinada para ............................................
O último culto, que foi no dia___ /____ / contou com a presença de____ pessoas..,
________________________________________________________
________________________________________________________


BÊNÇÃO
Agradecemos ao Senhor, porque ele é bom e a sua misericórdia dura para sempre. Agradecer é servir sem esquecimento, sem murmuração e em amor. Neste sentido, vamos receber a bênção como sacerdotes do altíssimo:

Que o senhor os abençoe e guarde. Que o Senhor os guarde dos caminhos do mal, das trevas e da morte. Que o Senhor os proteja de todos os danos e perigos, de confusões e da morte. Em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.


ENVIO
O povo de Israel caminhou pelo deserto, no caminho de Deus, e foi conduzido à terra prometida, em gratidão e louvor a Deus. E agradeceu pelo que Deus fez. E nós, em todo momento, recebemos de Deus a sua graça para a vida digna.  Nesta graça, vivemos e caminhamos como o povo de Deus.
Enquanto caminhamos, vamos dizer ao mundo todo que o Senhor Deus é bom, amoroso, justo e, através do perdão, mediante arrependimento, faz acontecer vida e salvação para todos os que assim o necessitarem e desejarem. Vamos em paz, na graça de Deus. Amém.

CANTO FINAL
Nº 452- HPD 2 – Senhor, eu quero amar-te sempre


 


Autor(a): Teobaldo Witter
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ação de Graças - Festa da Colheita
Natureza do Domingo: Dia de Ação de Graças

Testamento: Antigo / Livro: Deuteronômio / Capitulo: 8 / Versículo Inicial: 7 / Versículo Final: 18
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2014
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 29346

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Jamais alguém pode louvar a Deus sem que antes o ame. Da mesma forma, ninguém pode amar Deus se não conhece Deus do modo mais amável e perfeito.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Muitos bens não nos consolam tanto quanto um coração alegre.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br