Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

João 11.1-5,17-21 - Finados - 02.11.2016

Caderno de Cultos 2016

01/11/2016

02/11/2016- Finados
Pregação: Jo 11.1-5,17-21; Leituras: Is 25.1,8-9; Rm 8.31-39
Pa. Daiane Mariléia Baade – Gaúcha do Norte - MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
“Eu sou aquele que vos consola, diz o Senhor!” (Isaías 51.12)
Em Jesus Cristo, esse consolo se tornou presente de forma concreta, pois assim afirma o apóstolo Paulo (2º Tm 1.10): “nosso Salvador, Cristo Jesus não só destruiu a morte, como trouxe á luz a vida e a imortalidade”.
E num dia como o de hoje “Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima e a morte já não existirá, não haverá luto nem pranto nem dor.
Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
174 – HPD I – Por tua mão me guia

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Nos encontramos aqui na presença e em nome do nosso Deus Pai, criador, doador e mantenedor da vida, em nome do Deus Filho que em Jesus Cristo destruiu o poder da morte; em nome do Deus Espírito Santo, que nos consola. Amém


CONFISSÃO DE PECADOS
Bondoso Deus, Pai e Mãe. Dirigimos nossos pensamentos a ti em oração para pedirmos que tu envies por sobre nós teu Santo Espírito a fim de aliviar nosso coração do peso da dor e do luto que sentimos. Muitas vezes nos mostramos inconformados/as, não queremos aceitar a tua decisão e nos negamos a viver nossa vida, dádiva tua, para lamentarmos a partida de nosso pai, mãe, filho, filha, irmão, irmã, ... outras vezes somos indiferentes diante da partida de um vizinho, parente mais distante ou de um amigo/a. Justificamos nossa falta de solidariedade, ausência e distância em nossos afazeres. Estes pensamentos desviam nossa fé de ti e fazem com que não dispensemos amor e atenção ao nosso semelhante. Por isso suplicamos à tua presença: concede-nos a graça de teu perdão e renova nosso viver. Por Jesus Cristo, amém.


ANÚNCIO DO PERDÃO
“Se dizemos que não temos pecado, enganamos a nós mesmos, e a Verdade não está em nós. Se reconhecemos os nossos pecados, Deus, que é justo e fiel, perdoará nossos pecados e nos purificará de toda a injustiça.” (1 Jo 1.8-9). (+) Amém.


ORAÇÃO DO DIA
Querido Deus e Pai! Somos-te gratos e te louvamos por mais um dia de vida. Obrigado pela noite de descanso com a tua bênção. Obrigado por esse dia em que podemos nos congregar aqui no cemitério (ou na igreja) como tua comunidade para lembrar nossos irmãos/ãs que nos antecederam na morte. Embora estejamos tristes, agradecemos porque ao longo de mais um ano o teu consolo preencheu o vazio deixado por nossos entes queridos sepultados. Pedimos-te perdão quando não temos conseguido acreditar de verdade em teu consolo, pois muitas vezes agimos com os olhos da razão e não enxergamos além da morte e da sepultura para onde foram levados nossos mortos. Perdoa-nos também, Senhor, pelas mortes que foram consequências de erros ou descuidos que tivemos com a saúde. Inspira-nos, Senhor, através do Espírito Santo Consolador, para vivermos na prática aquilo que cremos em palavras, e que assim esse momento aqui seja uma oportunidade de testemunharmos publicamente a nossa fé na ressurreição e reforçar a nossa esperança para além desta vida marcada pela morte. Nossas palavras não são suficientes para tal finalidade. Por isso, permite, agora, que silenciemos para ouvirmos a tua palavra, pois somente de ti e de tua palavra vem o único e verdadeiro consolo. Que ela encontre solo fértil para frutificar em nossos corações e em nossas mentes. Que através de nós esta tua palavra espalhe a fé de que todas as formas de morte não conseguem subsistir diante do teu poder que consola e gera vida nova. Por Jesus Cristo, que vive e reina de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Is 25.1,8-9

2ª Leitura Bíblica Rm 8.31-39


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
132 – HPD 1 – Fonte da celeste vida

PREGAÇÃO
Aclamar o texto do Evangelho
Leitura de Jo 11.1-5,17-21

O evangelista conta uma história que é muito comum em nossas vidas. A história da doença e morte de Lázaro, irmão de Maria e Marta, e amigo de Jesus. Conta que muitas pessoas foram para consolar estas duas irmãs e que Jesus chega ao local do sepultamento e é recebido com uma cobrança, mas também, com uma manifestação de fé “Se o Senhor estivesse aqui, o meu irmão não teria morrido”. Nós conhecemos o final dessa história, Lázaro recebe novamente a vida para ser manifestada a glória de Deus e de Jesus Cristo, seu filho.

Nós hoje, queridos irmãos/ãs, estamos junto ás sepulturas de pessoas muito especiais e queridas a nós (avós, tios e tias, pais, mães, filhos, filhas, primos ou outros parentes ou ainda amigos) muitos dos quais, talvez, tenham partido de forma inesperada ou muito cedo, de tal forma que talvez para alguns seja ainda difícil estar conformado, outros que partiram como Lázaro, através de uma doença.

Embora já tenhamos dado uma volta pelo cemitério, colocado flores nos túmulos, limpado durante a semana as catacumbas, vamos agora de forma comunitária pensar no que estamos vendo aqui no cemitério (PEDIR PARA OLHAR AS SEPULTURAS E DEIXAR UM TEMPO). O que vimos? Com que intenção estamos aqui? O que expressamos colocando flores, com a limpeza do cemitério e dos túmulos?

Querida comunidade, há duas formas de enxergar um túmulo e duas formas de entender o que expressamos num dia como hoje. Uma é ver com os olhos da razão. E quem vê com os olhos da razão só vê a morte e só homenageia o morto depositado no túmulo.
Outra forma de ver uma sepultura e entender a motivação de vir ao cemitério é ver e entender com os olhos e o coração da fé. E quem vê com os olhos da fé e se sente motivado a vir ao cemitério pela fé consegue enxergar além da sepultura, consegue enxergar a vida que venceu a morte. Consegue ver como o profeta Isaías nos diz “O Senhor Deus acabará para sempre com a morte, enxugará as lágrimas dos olhos de todos... ele nos salvou, nós confiamos nele”.

A vida que venceu a morte, está atrás de nós na pessoa do Cristo vivo e ressuscitado, que rompeu as lajes dos túmulos e os muros do cemitério.

Queremos, pois, aqui voltar os nossos olhos para além das sepulturas e para além dos muros deste cemitério. Queremos voltar nossos olhos para aquele que venceu a morte, pois, também agora, ele quer secar as nossas lágrimas, pois as lágrimas impedem de ver para além da morte, elas cegam a tal ponto de nem mesmo permitir enxergar aquele que venceu a morte.

Esse, queridos irmãos/ãs, é mais um milagre que Deus nos anuncia e realiza também neste dia de finados e em todo o sempre.

Deixemos que o Espírito de Deus nos toque e penetre em nós, seque nossas lágrimas e nos conceda olhos de fé que enxergam além da sepultura e reconheçam aquele que venceu a morte e também nos pergunta “porque choras?”, pois ele quer nos consolar. Amém!

CONFISSÃO DE FÉ
Movidos pela Palavra ouvida confessemos que nessa Palavra cremos através das palavras do Credo Apostólico...

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
159 – HPD 1 – Creia sempre


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Nosso amado e bondoso Deus, louvamos e agradecemos pela palavra de consolo, conforto, ânimo e desafio que nos chamou para olhar as sepulturas com os olhos da fé. Nós cremos, Senhor, mas ajuda-nos e fortalece nossa fé. Cura a nossa visão quando não conseguimos enxergar além dos túmulos da morte. Consolados por ti, envia-nos como instrumentos de teu consolo a quem está triste e não pode estar aqui. Que em Cristo Jesus encontremos as forças e a coragem para enfrentar e superar a morte que ele já venceu por nós na ressurreição. Confiantes em ti, nos entregamos em tuas mãos, e tudo mais que necessitamos colocamos diante de ti orando como Jesus Cristo, teu Filho, nos ensinou:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
E o Deus da paz, que trouxe dentre os mortos a Jesus nosso Senhor, o grande Pastor das ovelhas, pelo sangue da eterna aliança, vos aperfeiçoe em todo bem, para cumprirdes a sua vontade, operando em vós o que é agradável diante dele, por Jesus Cristo, a quem seja a glória para todo o sempre. Amém.

ENVIO
Envio Vamos na paz do Senhor e na esperança da ressurreição de todos os mortos.

CANTO FINAL
221 – HPD 1 – Senhor, porque me guarda a tua mão


Autor(a): Daiane Mariléia Baade
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Domingo: Dia de Finados

Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 11 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 21
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2016
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 38290

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Fale em favor daqueles que não podem se defender. Proteja os direitos de todos os desamparados.
Provérbios 31.8
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Tu és o meu Senhor. Outro bem não possuo, senão a ti somente.
Salmo 16.2
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br