Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

João 17.1-11 - 7º Domingo da Páscoa - 01.06.2014

Caderno de Cultos 2014

01/06/2014

7º Domingo de Páscoa - 01/06/2014
Sl 68.1-10; 1 Pe 4.12-14, 5.6-11; Pregação: Jo 17.1-11.
Felipe Kessler – PPHM em Alto Garças – MT.

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Um bom dia/boa noite! Queremos acolher a todos/as e dizer que nos alegramos muito com a presença de cada um/a de vocês em nosso culto. Sejam todos/as bem vindos/as a este momento especial. Saudamos de maneira especial a todos os que nos visitam neste dia. Sintam-se acolhidos em nossa Comunidade.
Saúdo com o versículo de 1 Sm 3.10: “Então, veio o SENHOR, e ali esteve, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel! Este respondeu: Fala, porque o teu servo ouve.” Que estejamos ouvindo o que Deus quer nos falar hoje e sempre.

CANTO DE ENTRADA
Nº 123 - HPD 1 – O nosso encontro vai ser abençoado.

SAUDAÇÃO
Realizamos este culto em nome de nosso Deus que é Pai criador, de Jesus Cristo nosso Salvador e do Espírito Santo que mantém nossa fé.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 125 – HPD 1 – Santo, santo, santo! Deus onipotente!

CONFISSÃO DE PECADOS
Senhor, nosso Deus, diante de ti nos colocamos para restaurar o nosso relacionamento contigo e com o meu próximo. Queremos confessar nossas faltas, pois sabemos que nos deixamos conduzir pela duvida e falta de fé em teu Filho Jesus Cristo e com isso afundamos no mar dos problemas da vida. Por isso, agora queremos colocar o nosso coração aos pés da tua cruz. Pai querido, obrigado porque nos dás a oportunidade de nos apresentar diante de ti e buscar pela tua reconciliação. Tu conheces o nosso coração e sabes que não conseguimos expressar em palavras tudo aquilo que nos leva para longe de ti. Por isso, em tua misericórdia, te pedimos para nos perdoar e inscrever a Tua Palavra em nossos corações, para que sempre nos seja revelada a tua presença em nossas vidas. Oramos em nome do nosso Salvador Jesus Cristo. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO.
Todo aquele que a Deus confessa os seus pecados e se arrepende deles, recebe de Deus o perdão e uma nova oportunidade de vida nova em Cristo Jesus. Nessa certeza os teus pecados estão perdoados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

KYRIE
Senhor, pedimos-te que venha guiar o teu povo que anda em caminhos errantes por tantas vezes. Os lideres e governantes que não são fiéis a responsabilidade assumida diante do Senhor e do povo. Tem misericórdia destes, ó Pai! Que todas as pessoas possam assumir também a sua responsabilidade como individuo criado por ti a exercer seu papel na sociedade onde o Senhor o colocou. Vem intervir com teu poder gerador de liberdade! Misericórdia, Senhor!

GLÓRIA IN EXCELSIS
Seja o Senhor glorificado sobre toda a terra e Seu Nome engrandecido diante de todo nome! Aleluia!

ORAÇÃO DO DIA
Querido Deus, prepara-nos para ouvir tua voz, permite alegria e verdadeira vida a partir da Tua Palavra. Abre nossos ouvidos e mentes para aprender tua vontade e colocar sinais do Teu Reino ode existe ignorância. Aceita-nos e revela o amor que nos alcançaste na presença de teu Filho Jesus que contigo agora reina de eternidade a eternidade. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA
1ª Leitura Bíblica: Salmo 68.1-10
2ª Leitura Bíblica: 1 Pedro 4.12-14, 5. 6-11

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 85 – HPD 1 – Vem, espírito divino

PREGAÇÃO

JESUS OROU POR NOSSA UNIDADE
Querida comunidade! Hoje queremos ouvir e aprender sobre uma oração em que Jesus intercede por nós, nossa unidade como irmãos na fé e com Deus e dessa unidade glorificamos ao nosso Deus.
Você/eu/nós temos o habito de orar? Oração é falar com Deus e também ouvir o que Ele quer nos dizer. Oramos por nós e por outras pessoas – isto é interceder por alguém.
Na Bíblia, encontramos varias orações e intercessões tanto no AT como no NT. Abramos nossas Bíblias em uma das orações de Jesus Cristo que se encontra no evangelho de João 17.1-11 – (ler o texto). Este foi um dia bem atarefado para Jesus. O que esteve acontecendo nesse dia? Ele falou sobre o Consolador – o Espírito Santo, 3ª pessoa da Trindade; instituiu a Santa Ceia; fez a oração sacerdotal (onde orou por si mesmo, orou pelos seus discípulos e orou pelos que hão de crer nEle); este dia era a véspera da crucificação – o amor de Deus demonstrado a nós na cruz de Cristo.
Nesta oração de Jesus, Ele mostra Seu imenso amor por nós e o desejo de ser mediador entre nós e Deus (“porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem” 1 Timóteo2.5). Mediador é alguém que se esforça para re/construir a paz entre pessoas que se desentenderam. Jesus é o único mediador perfeito entre nós e Deus: absolutamente imparcial, objetivo, sincero e justo; porém cheio de amor, compaixão e misericórdia para com todos.
Interessante observar que, no v1, Jesus “... levantou os olhos ao céu e disse...” Jesus não olha para si, mas para cima onde o Pai esta. Pedro também teve que levantar os olhos para pegar na mão de Jesus e não se afogar no lago (Mateus 14.28-31). A oração de Jesus é falada a ponto de os discípulos a ouvirem. Ele não levanta a voz num tom alto ou fala de maneira ríspida; fala sim com muito amor e pede com fé.
.” (João 3.16). Outro ponto digno de destaque nesta oração é o v11b (“...para que eles sejam um, assim como nós.”). Jesus ora pela unidade dos cristãos entre si e para com Deus – assim como Deus é Triuno. O apóstolo Paulo escreve isso em 1 Coríntios 12.12-27 – comparando os cristãos como sendo o corpo de Cristo e “Cristo é a cabeça do corpo, da igreja” (Colossenses1.18a). O apóstolo ressalta que o corpo é feito de muitos membros e que estão unidos e que todos são importantes (sejam membros grandes ou pequenos), contudo Deus ama a cada membro da Igreja de “...tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna
A partir desta constatação, surgem duas perguntas: 1- o que atrapalha a nossa unidade com Deus e com o próximo/Igreja? A idolatria, inimizades, inveja, iras, discórdias, egoísmo, traição (para citar apenas algumas características que a Bíblia nos ensina); 2 – o que ajuda a nossa unidade com Deus e com o corpo de Cristo? Amar a Deus e ao próximo como a si mesmo (1º e 2º grandes mandamentos), viver em paz e harmonia com todos, perdoar, confiar em Deus, desejar e fazer o bem ao outro em gratidão a Deus pelo que Ele fez, tem feito e fará por ti, por nós.
Na leitura bíblica de hoje, em 1 Pedro 5.9 diz: “... firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo.” Estarmos firmes na fé é estarmos unidos a Deus e a Igreja. Ajudarmos uns aos outros nos momentos de alegria e também em situações de sofrimento, sabendo que Jesus prometeu que esta conosco sempre.
Voltando ao texto de João 17, o v11 diz: “... guarda-os em teu nome...”. Somos guardados por Ele quando ouvimos pregações bíblicas, quando oramos, lemos e meditamos na Palavra de Deus e participamos dos sacramentos. Na unidade existe a comunhão e comunicação.
Outra ação que aparece varias vezes na oração de Jesus é glória/glorificar. Jesus foi glorificado na Sua morte (revelado Seu esplendor, divindade e santidade); também em Sua ressurreição. Deus se revela a nós hoje através do entendimento de Sua Palavra, da vida em fé e confiança nEle e na oração. Mas isso é obra de Deus em nós. Não é por nossos méritos ou esforços, mas é pura graça divina. Glorificamos a Deus quando O amamos e Lhe obedecemos. Sabemos que a vontade de Deus para nós é “...boa, agradável e perfeita...” (Romanos 12.2).
Quanto Deus tem nos revelado de Sua Palavra durante os cultos, hinos, conversas com os irmãos/ãs na fé, respostas de oração, ... O que temos aprendido de Deus devemos compartilhar com as pessoas da Igreja e assim demonstramos nossa unidade cristã, edificando-nos uns aos outros/as e em Deus. Sejamos gratos a Deus, em oração e atitudes, pelo crescimento da nossa fé e de nossa comunidade.
Enfim; quando oramos confiantes em Deus; intercedemos pelo próximo e buscamos a unidade com Deus e os irmãos/ãs na fé, neste gesto também glorificamos a Deus. E isto agrada a Deus.

HINO
Nº 209 – HPD 1 – Deus sempre me ama

CONFISSÃO DE FÉ
Como resposta a palavra ouvida queremos confessar nossa fé com as palavras do Credo Apostólico:
Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 213 – HPD 1 – Senhor, Tu tens sido

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4
Senhor, nosso Deus, nós te agradecemos por teres nos trazido até aqui, e até aqui nos abençoado. Dá, Senhor, que possamos viver na tua paz, unidos a Cristo e aos irmãos/ãs na fé, como ramos se unem a videira. Que nossas palavras não sejam vazias de sentido, que nossos cantos sejam cheios de fé, que não ignoremos os que sofrem e que confiemos toda a nossa vida a ti somente. Guarda-nos, Senhor, pois somos teus. Amém.

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Deus de todo consolo e de toda esperança sustente teu coração e mente em toda e qualquer circunstancia difícil que possas ter que atravessar, dando-te alegria e serenidade, para a glória do Seu nome. Amém.

ENVIO
Vão na paz do Senhor, sirvam a Ele com alegria e amor e fiquem com a certeza de que Ele cuida de vocês. Amém!

CANTO FINAL
Nº 286 – HPD 1 – Obrigado, Pai Celeste


Autor(a): Felipe Kessler
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Domingo: Páscoa
Perfil do Domingo: 7º Domingo da Páscoa
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 17 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 11
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2014
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 26213

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Quanto mais a gente de embrenha na Criação, maiores os milagres que se descobre.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Que cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros!
1Pedro 4.10b
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br