Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592 | (65) 9840-66020 | (65) 9846-83271
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

João 17.1a,20-26 - 7º Domingo da Páscoa - 12/05/2013

Caderno de Cultos 2013

12/05/2013

12/05/2013 – 7º Domingo de Páscoa
Sl 97; Ap 22.12-14,16-17,20-21; Pregação: Jo 17.1a,20-26
Pa. Elisângela Borchardt Röwer – Cuiabá

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união!
Ali o Senhor concede a bênção da vida para sempre. Sl. 133.1 e 3b.

Bom dia!
Que bom ver a comunidade reunida para louvar, para agradecer, para orar, para ouvir a palavra de Deus e nela meditar. Hoje, vamos meditar de forma especial sobre o tema a unidade dos cristãos. Jesus Cristo em sua última oração, antes de ser crucificado, orou pela união de toda a cristandade. O amor de Deus revelado em Cristo não deixa espaço para a desunião. Ser cristão é viver unido entre irmãos e irmãs na fé. Pode um cristão viver brigado com seu próximo? Penso que não. O amor e o perdão unem as pessoas cristãs. Amém!

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 241 - HPD 1 – Com gratidão ao nosso Deus

SAUDAÇÃO
Celebramos em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Em nome do Deus triuno que nos abençoou com a salvação através da morte e ressurreição de Jesus Cristo e nos mantém como cristãos unidos em sua fé e pelo amor de Deus. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 318 – HPD 2 – Vem, Espírito de Deus

CONFISSÃO DE PECADOS
Querido e amado Deus, novamente estamos diante de ti para, com humildade, confessar que temos pecado contra ti e contra o nosso próximo. Confessamos que o nosso agir nem sempre conduz à união de todos os cristãos. Perdoa-nos quando por orgulho e por arrogância não vamos ao encontro de nosso irmão de fé. Perdoa-nos quando tantas vezes nos consideramos melhores que os outros. Por isso estamos desunidos. Perdoa-nos a insensibilidade para com os irmãos.
Perdoa-nos quando o nosso testemunho pessoal não revela o teu amor. Perdoa-nos quando o nosso agir não condiz com o teu desejo. Perdoa-nos quando somente apontamos o dedo para os defeitos do outro e não conseguimos reconhecer o quanto temos errado. Senhor, tu que nos conheces e sabes cada um de nossos erros, perdoa-nos para que possamos caminhar em direção ao teu amor, à união que tu desejas para as nossas comunidades, para a tua Igreja. Tem piedade de nós, Senhor! Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO
O Senhor tem piedade de nós e aceita a nossa confissão, pois assim diz a sua palavra: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus.” (Rm 8.28) Nessa confiança, anuncio-lhes o perdão dos pecados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

KYRIE
O desejo de ser o maior. O desejo de alcançar sempre mais a qualquer custo sem pensar no bem de toda a comunidade, sem pensar no bem da cada nação, sem pensar na paz mundial tem causado sofrimento a pessoas vítimas dessa ambição. Lembremos agora dessas pessoas que sofrem pela desunião existente entre os povos. Lembremos da dor das pessoas não alcançadas pelo amor de Deus, cantando:

Nº 427 – HPD 2 – Senhor, oramos agora

GLÓRIA IN EXCELSIS
Também demos glórias a Deus por cada gesto de união, por cada gesto de paz plantado nos corações humanos pelo amor de Deus, pela missão de tua Igreja que tem alcançado pessoas em todo mundo, pela união que cresce entre diversas igrejas cristãs, cantando glória:

Nº 346 – HPD 2 – Glória

ORAÇÃO DO DIA
Deus de união aquieta neste momento o nosso coração para que possamos ouvir com devoção a tua palavra através das leituras bíblicas e da mensagem. Permita que possamos entender a importância da união, do amor entre todos os cristãos para a tua missão. Como esperar que outras pessoas conheçam o teu amor se não o temos em nosso coração? Enche-nos do desejo da unidade que tu nos deixaste ao orar com os teus discípulos pela última vez. Por teu grande amor, Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Salmo 97
Alegrai-vos sempre no Senhor. Esse é o convite do salmista. Alegrai-vos e louvem o Senhor. Ele detesta o mal e ilumina a vida dos justos. Amém!

2ª Leitura Bíblica: Ap 22.12-14,16-17,20-21

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 380 – HPD 2 – A tua palavra é semente

PREGAÇÃO

Querida comunidade!

O texto do Evangelho, que vamos ouvir, é uma parte da oração de despedida de Jesus. Essa oração abrange todo o capítulo 17 de João e pode ser dividida em três partes: na primeira parte, Jesus pede por si mesmo, na segunda, ele pede pelos discípulos e, na terceira parte, ele ora pela unidade de todos os cristãos. É essa terceira parte que vamos ouvir e sobre a qual queremos refletir.

Na quinta-feira à noite, antes de ser preso e crucificado, o Senhor Jesus estava reunido com os seus discípulos. Conversou longamente com eles, despedindo-se e preparando-os para os dias difíceis que estavam por vir. Depois de proferir suas palavras de despedida, Jesus olhou para o céu e orou, conforme vamos ouvir do Evangelho de João 17.1a, 20-26 (Leitura do texto).

Nessa oração Jesus roga por todos aqueles que viriam a crer nele, isso incluiu a todos nós. Jesus orou por você, por mim, por todos que creram nele e que ainda virão a crer nele. Ele sabia muito bem que a mensagem de vida e de salvação através da fé nele alcançaria uma multidão incontável de pessoas ao longo dos séculos.

Como as palavras desta oração foram as suas últimas antes de morrer, podemos ver essa oração como uma forma de “último desejo” de Jesus Cristo. E qual é o desejo de Jesus expresso nesse texto que acabamos de ouvir? Jesus deseja que todos aqueles que venham a crer nele sejam um, ele deseja a plena unidade dos cristãos. E ele deseja a unidade dos cristãos para que o mundo veja que Deus os ama, para que todos vejam o imenso amor de Deus.

Esse desejo de unidade dos cristãos é tão importante para Jesus que ele repete o pedido. Para Jesus o amor entre os cristãos, a unidade entre os cristãos é a melhor forma de evangelização, de missão. Jesus entende que se o mundo perceber que os cristãos são unidos no amor de Deus, também virá a crer.

Ao refletir sobre esse texto, vejo o quanto a cristandade, os cristãos têm pecado. Quanta divisão há entre as igrejas? Quanta divisão entre os cristãos? Quanta briga em família por causa de religião? Quanta discórdia em comunidade por pequenos detalhes? Como vamos levar outras pessoas para a fé cristã se não somos capazes de, como cristãos, permanecer unidos no amor? Como pode haver igrejas que pregam o mesmo amor de Deus e são opostas entre si. Algo está errado. Como pode haver igrejas agredindo-se? Há sim diferenças a serem discutidas, mas com amor fraternal. O ser humano realmente é muito fraco e pecador. Carece muito do perdão de Deus! Os cristãos serão autênticos quando viverem verdadeiramente o amor fraternal, fruto da comunhão com Cristo. Serão autênticos, quando viverem o amor de Cristo em comunidade, dentro de cada comunidade e entre as Igrejas cristãs.

Unidade não significa que todos tenham que ser iguais, que todos tenham que pensar da mesma forma, não significa que todos tenham que expressar a sua fé com as mesmas cerimônias, com os mesmos hinos, com as mesmas orações. Nem tão pouco significa reunir tudo num mesmo saco e aceitar tudo! Jesus Cristo quer unidade de fé, firmada no amor dele e na sua palavra. Assim a fé pode ser expressa através da forma como nós luteranos a vivenciamos, como os católicos, presbiterianos, anglicanos a vivem, mas com respeito e cooperação entre as diversas igrejas. Precisamos nos unir em torno daquilo que é comum e discutir as diferenças, orientados sempre em sua palavra e no amor de Deus.

Felizmente diversas igrejas estão atentas a esse desejo de Jesus expresso em sua última oração e se aproximam sempre mais da unidade entre os cristãos. Assim surgiram os diversos movimentos ecumênicos, em nível nacional e internacional e em nossas cidades. São diversos conselhos de igrejas, pastores, padres, freiras, leigos, reunindo-se para discutir problemas em comum, discutindo formas de aproximação, vivendo o amor de Cristo entre igrejas, entre pessoas de diversas comunidades e confissões religiosas. Pessoas, Igrejas unindo-se através do amor de Deus para mostrar ao mundo esse amor, para testemunhar, para que o mundo conheça e venha a crer em Deus.

E gostaria de enfatizar que, para haver êxito na obra de Deus, deve haver unidade da parte de cada cristão. Devemos estar unidos no amor, no serviço, na fé no Salvador, na oração, no Batismo, na Palavra e na Santa Ceia. Ao pedir unidade, Jesus tem propósitos muito claros: Para que o mundo creia que tu me enviaste, a fim de que o mundo saiba que me enviaste e que amas meus seguidores como também me amas. A unidade tem a finalidade de tornar o amor de Deus conhecido. O exemplo é a melhor forma de testemunho, é a melhor forma de missão. Pessoas desunidas, em qualquer lugar, não alcançam êxito em sua missão. Os resultados aparecem com a união.

Essa última oração de Jesus também poderia ser vista como o seu testamento. Antes de partir Jesus deixa a seus discípulos e a todos os cristãos o seu testamento. Antes de partir, ele confiou aos discípulos e a toda cristandade o seu tesouro e, como vimos, o tesouro que Cristo nos deixou é:

1 - A Igreja deve aprender a unidade;
2 - O mundo deve aprender a fé;
3 - Todos devem aprender o amor;
4 - Isso através de Jesus Cristo.

Desse tesouro resulta a esperança num futuro melhor para o nosso mundo. Esse testamento de Jesus nos levará a outro tesouro ainda maior: a vida eterna!

Querida comunidade, convido a todos para, em casa, ler e reler com toda a atenção todo o capítulo 17 do Evangelho de João. Essa riqueza que Jesus nos deixou antes de partir. E, para concluir, repito o Salmo que li no início do culto: Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! Ali o Senhor concede a bênção da vida para sempre. Amém!

HINO
Nº 328 – HPD 2 – Um só rebanho

CONFISSÃO DE FÉ
Como cristãos e cristãs unidos pela fé no mesmo triuno Deus, confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 146 – HPD 1 – Tu queres ver unido


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Deus de amor, ensina-nos a viver como cristãos unidos em ti. Que o nosso testemunho como Igreja Cristã reflita a tua paz, o teu amor para que assim pessoas distante de ti percebam a bem-aventurança de viver em comunhão fraterna. Que a nossa vida leve pessoas a ti. Que a nossa vida seja missão.

Te agradecemos pelo trabalho que há entre as igrejas. Te agradecemos pelas pessoas que se empenham para aproximar cada vez mais as igrejas cristãs em todo o mundo. Que a nossa comunidade também seja um exemplo de amor e união entre cristãos que desejam o bem de todos, de toda a comunidade.

Intercedemos por tua Igreja, intercedemos por nossa comunidade, pelo nosso município e pelo nosso país. Que os líderes mundiais também trabalhem pela união das nações, respeitando os direitos de todos os povos. Que em todos os lares possa reina o teu amor transformando as nossas vidas diariamente.

Senhor, também queremos interceder por (incluir os motivos de intercessão).

Senhor, tu desejas a unidade de toda a cristandade. Faze de nós instrumentos nessa tarefa, esse é o nosso desejo quando oramos...

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Nº 350 – HPD 2 – Que a graça do Senhor Jesus (cantada ou lida)
Que a graça do Senhor Jesus e o amor de Deus o Pai,
E a comunhão, a comunhão do Espírito reine aqui.
E para sempre, para sempre. E para sempre, amém!

ENVIO
Ide unidos em Cristo e vivam a paz de Deus em cada gesto de suas vidas. Amém!

CANTO FINAL
Nº 377 – HPD 2 – A paz do Senhor


Autor(a): Elisângela Borchardt Röwer
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Domingo: Páscoa
Perfil do Domingo: 7º Domingo da Páscoa
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 17 / Versículo Inicial: 20 / Versículo Final: 26
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2013
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 19178

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Cada qual deve se tornar para o outro como que um Cristo, para que sejamos Cristos um para o outro e o próprio Cristo esteja em todos, isto é, para que sejamos verdadeiros cristãos.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Se a Palavra desaparecer, o mundo fica escuro. Aí ninguém mais sabe onde se abrigar.
Martim Lutero
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br