Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592 | (65) 9840-66020 | (65) 9846-83271
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Lucas 13.10-17 - 14º Domingo Após Pentecostes - 25.08.2013

Caderno de Cultos 2013

25/08/2013

25/08/2013 – 14º Domingo após Pentecostes
Is 58. 9b-14; Hb 12. 18-29; Pregação: Lc 13. 10-17
P. Deolindo Feltz – Cuiabá/MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Obs.: Antes do líder/ministro iniciar a celebração com a acolhida é sempre importante haver um prelúdio para sintonizar as pessoas com a celebração/culto. O hino 423 do HPD II “Ao orarmos Senhor”, por exemplo, é uma excelente alternativa. Alguém da comunidade cumprimenta os presentes e anuncia o hino/prelúdio.

Bom dia/Boa Noite!
Assim nos diz o Salmista: “Felizes são os que moram na tua casa, sempre cantando louvores a ti...É melhor passar um dia no teu Templo do que mil dias em qualquer outro lugar. Eu gostaria de ficar mais no portão da entrada da casa de Deus do que morar na casa dos maus”. (Sl 84.4,11)
Que essa alegria e vontade do Salmista também permeie o coração de todos nós aqui presentes.  Não há dúvida de que estar no Templo, na casa de Deus, é estar num lugar muito especial e melhor do que em qualquer outro lugar. Por isso, que bom que todos vocês vieram! Sejam muito bem vindos. 

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 328 – HPD II – Um só rebanho

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Em Joel 2. 32 está escrito: “E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. É nesta esperança que invocamos a presença do Trino Deus Pai, Filho e Espírito Santo cantando:  (Canção do Padre Jonas – Deus Triúno).

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 321 – HPD II – Vento que anima

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Em provérbios 28. 13 está escrito: “ Quem tenta esconder os seus pecados não terá sucesso na vida, mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona”.

Assim, convido para confessarmos os nossos pecados a Deus, buscando sua misericórdia e seu perdão. As palavras do Salmo 51. 1-10 foram importantes na vida do Rei Davi. São palavras de uma confissão que ele mesmo fez há muito tempo atrás por causa de um grande erro. Elas causaram efeito na vida de Davi; trouxeram mudanças e houve compromisso com Deus. Com esse mesmo intuito, o de se arrepender, de receber perdão, e de se comprometer, queremos nós também proferir, em conjunto, estas palavras do Salmo 51. 1-10 como sendo a nossa confissão de pecados.

Confessai e dizei comigo: Por causa do teu amor, ó Deus, tem misericórdia de mim...(NVLH)

ANÚNCIO DO PERDÃO
Para quem confessa os seus pecados, se arrepende deles, e está disposto a não mais cometê-los, ouve de Deus uma boa notícia. Palavras de Deus ao profeta Isaías e também a nós: “Já perdoei as suas maldades e os seus pecados; eles desapareceram como desaparece a cerração. Volte para mim, pois eu sou o seu Salvador” (Isaias 44.22).

KYRIE
Nossa mente, nosso coração, nossas palavras, nossos pensamentos e nossos sentimentos devem estar voltados para além daquilo e daqueles que estão à nossa volta. O mundo distante também geme e sofre por causa de suas dores. Estando distantes, muitas dessas dores, nós, com nossas próprias mãos, não podemos aliviar... mas Deus pode. A nós cabe clamar a Deus para que Ele mesmo olhe por estas dores e as alivie. Assim, como comunidade cristã, clamamos a Deus cantando “Pelas dores deste mundo ó Senhor”...

D                      A           D                   Bm            F#m       G         D                A
“Pelas dores deste mundo ó Senhor! Imploramos piedade. A um só tempo geme a criação.
D                A                  D            Bm          F#m         G          D A
Teus ouvidos se inclinem ao clamor desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação.
D         G            A                   F#m        Bm                     G         A
A tua paz, bendita, irmanada com a justiça. Abrace o mundo inteiro, tem compaixão.
D       G      A  F#m    Bm        G         A  D
O teu poder sustente o testemunho do teu povo. Teu reino venha a nós! Kyrie eleison”.  

Partitura desta canção se encontra nas páginas finais do Livro de Culto da IECLB ou pode ser encontrada no Site: luteranos.com.br.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Mesmo diante de um mundo que passa por muitas dores não deixa de ser um mundo onde momentos, ações e situações boas também acontecem. Acima de tudo Deus é um Deus de amor, de compaixão, de ajuda. Por mais que às vezes O sentimos distante, Deus não se esqueceu deste mundo e continua mandando seus bons sinais na terra e na nossa vida. É bem por isso que podemos e devemos, além de clamar, dar glórias a Deus. Façamos isso cantando:

Nº 385 – HPD II – Salmo 25

ORAÇÃO DO DIA
Bondoso Deus! Aqui estamos mais uma vez! Parte de tua grande família, parte de teu povo vem a esta Tua casa para se reunir contigo! Aqui estamos para experimentar de novo um momento especial de paz, de conforto, de ensinamento, de comunhão; momentos esses que o mundo lá fora não consegue nos oferecer! Sabemos que é melhor estar aqui do em qualquer outro lugar. Por isso, Deus, obrigado por teres nos trazido. Encha nosso coração com os teus ensinamentos, preencha nosso ser com teu Santo Espírito, nos ensine a andar nos teus caminhos! Que estes poucos minutos que a ti dedicamos possam ser um momento especial pra nossa vida e também para Ti. É a nossa sincera oração, em nome do Teu Filho Amado. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Isaías 58. 9b-14
D     F#m          G  D    A     D       F#m     G          A     D
Pela Palavra de Deus, saberemos por onde andar! Ela é luz e verdade! Precisamos acreditar!

2ª Leitura Bíblica: Hebreus 12. 18-29
D     F#m          G  D    A     D       F#m     G          A     D
Pela Palavra de Deus, saberemos por onde andar! Ela é luz e verdade! Precisamos acreditar!

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 379 – HPD II  – Pronto para ouvir

PREGAÇÃO
Oração: Bondoso Deus! Concede-nos tua santa paz para que nosso coração seja acalmado das agitações diárias e se abram para o anúncio da boa nova da vida e da esperança. Concede-nos teu Santo Espírito a fim de que a mensagem anunciada nos fortaleça em nossa fé. Por Jesus Cristo! Amém!
Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com cada um/a de nós!...Amém!
Estimada comunidade, estimados irmãos/as em Cristo Jesus.
O que te deixa encurvado? O que te faz olhar apenas para o chão?
Convido a ouvirmos inicialmente o texto do Evangelho de Lucas 13. 10-17. É o texto previsto para a reflexão de hoje, e conta o momento onde Jesus cura uma mulher que, durante dezoito anos, viveu encurvada, olhando apenas para o chão.
Ler o texto de Lucas 13. 10-17.
Este texto bíblico que acabamos de ouvir conta-nos que Jesus estava ensinando numa Sinagoga. Em várias passagens bíblicas encontramos Jesus ensinando nestes locais. A Sinagoga é uma casa de oração dos judeus. Ali eles se reúnem para adorar a Deus, fazer suas orações, e estudar as Escrituras Sagradas, as Leis, a Torá. Por que Jesus ensina numa Sinagoga? É porque ele era um judeu, e era considerado por muitas pessoas daquele tempo um mestre, um rabi, que são os únicos com autoridade para realizar isso.
Jesus ensinava num sábado. Nenhum problema quanto a isso, pois no sábado era justamente o dia em que as pessoas tiravam para dedicar a Deus. Sábado era dia de orar, adorar e aprender os ensinamentos de Deus. Nada de trabalhar. Nenhum esforço a mais era permitido neste dia.
Enquanto Jesus estava ensinando apareceu lá no fundo da Sinagoga uma mulher. Não se sabe quase nada sobre ela; nada de nome, estado civil, idade, se tem família. O que se sabe é que esta mulher estava doente, de acordo com o texto bíblico, possuída por um espírito maligno, e já fazia dezoito anos que vivia encurvada, conseguindo olhar apenas para o chão, para os seus próprios pés.
Conseguem imaginar como é viver dessa forma? Não conseguir ver o céu, o sol, a lua, as estrelas; não conseguir enxergar o rosto das pessoas que passam por ela; não conseguir enxergar a vida que está ao seu redor?
Possivelmente, quando essa mulher entrou na Sinagoga ficou lá no fundo, num local reservado para as mulheres, local separado por uma cortina. Mesmo assim, essa mulher não deveria estar ali. Como pessoa doente, ela era considerada impura e, portanto, proibida de entrar numa Sinagoga.
Por estar lá no fundo, Jesus deve ter enxergado ela de longe e através da cortina. Logo em seguida a convida para vir até a frente. Vejam que não foi a mulher que tomou iniciativa, mas foi Jesus que foi em busca dela para livrá-la daquele sofrimento. Ela só foi e estava no lugar certo, na hora certa.
Dizendo as palavras, “Mulher, você está curada!” e impondo as mãos sobre ela, Jesus a curou e lhe devolveu a oportunidade de olhar de novo para frente e para cima, enxergar novamente a vida que está ao seu redor, e assim poder novamente louvar a Deus olhando, desta vez, para o céu.
Quando Jesus chama aquela mulher lá na frente e a cura, ele quebra o protocolo e mexe na tradição judaica. Primeiro, porque ela nem deveria estar ali por ser doente e impura; segundo, por ela passar pela ala dos homens dentro da Sinagoga quando Jesus a chama para ir lá na frente; terceiro, porque Jesus a curou num sábado, dia em que nada deveria acontecer. A reação do responsável pela Sinagoga, que havia autorizado Jesus pregar ali, não poderia ser diferente. Ficou muito zangado.
Jesus poderia ter evitado toda essa situação. Era só não convidar a mulher para vir até a frente e esperar, talvez, até o fim do dia para curá-la. Afinal, o que seriam mais algumas horas para alguém que estava encurvada fazia dezoito anos? Jesus não queria provocar ninguém. Apenas curou aquela mulher naquele lugar, naquele dia e naquele momento para apontar para algo maior do que protocolo, rito ou tradição: o ser humano! A dor e o sofrimento de um ser humano sempre serão mais importantes do que isso!
Estimada comunidade!
O que te deixa encurvado? O que te faz olhar apenas para o chão?
Não é difícil perceber que ao nosso redor, em nossas comunidades, ou mesmo em nossa família existem pessoas encurvadas. Talvez neste exato momento elas estejam conseguindo olhar apenas para os próprios pés.
É importante considerar que não apenas as doenças físicas, em especial aquelas que envolvem a coluna, que entortam e encurvam as pessoas e as fazem olhar apenas para baixo. Acreditamos que também o medo, o desânimo, o sentimento de culpa, o luto, os conflitos, a raiva, as mágoas, e muitas outras coisas, pesam muito. Carregar tudo isso sozinho nas costas, e dentro do peito, torna impossível não se curvar aos poucos, e com o tempo, quase se arrastar.
A pergunta é: o que fazer com tudo aquilo que nos deixa encurvados?
A mulher, citada no texto bíblico, poderia ter ficado em casa esperando a vida terminar. Mas não! Ela decide ir até a sua Igreja, a Sinagoga e, com isso, até mesmo sem querer, acabou criando uma oportunidade de Jesus enxergá-la.
E foi o que aconteceu a ela. Ela deixou-se enxergar por Jesus e os seus problemas foram resolvidos.
Que oportunidades as pessoas estão criando para que Jesus as enxergue, as cure e as permita novamente levantar a cabeça e ver a vida maravilhosa que está ao seu redor e acima delas?
Vale sempre lembrar que para Jesus não importa se é sábado, domingo ou durante a semana, se tem cortina ou não, se é homem ou mulher, pobre ou rico, grande ou pequeno, jovem ou idoso... Acima das diferenças, das tradições, dos ritos e dos protocolos está ser humano, descendente de Abraão.
Jesus quer sempre enxergar as pessoas para impor-lhes as mãos e lhes dar o que precisa para novamente olhar para frente, para cima, e ver a vida ao seu redor e, a partir disso, poder dar louvores a Deus, desta vez olhando para o céu. Basta aparecer! Vinde a mim todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei! (Mt 11.28)
Que assim seja! Amém!

HINO
Nº 326- HPD II – O Povo de Deus

CONFISSÃO DE FÉ
O Credo Apostólico resume o que nós acreditamos. Ele, na verdade, fala onde está depositada a nossa fé. Por isso que se chama confissão de fé. É o que Deus nos ensina. Não são palavras vazias. É a resposta a todo mundo sobre o que eu creio. Por isso confessemos a nossa fé com estas palavras:

Creio em Deus Pai, ....

CANTO PÓS-CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)

Enquanto cantamos um hino, serão recolhidas as ofertas. Elas estão destinadas à/ao....... Que Deus abençoe as dádivas e também os doadores e que cada um/a se sinta livre para ofertar.
Nº 419 - HPD – Na mesa do Senhor


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Obs.:A oração de intercessão é específica de cada contexto e de cada época. Por isso sugiro que: quem conduzir a celebração se atenha a este aspecto e a elabore conforme necessidade!....É sempre importante resgatar um pouco da pregação nesta oração. Logo em seguida pode interceder por doentes, enlutados, por lideranças, etc...É possível também dar um tempo de alguns segundos em silencio para que cada participante do culto coloque diante de Deus o que está em seu coração. Logo em seguida encerra conduzindo ao Pai Nosso. Abaixo segue uma oração sugerida por Márcia Blasi, Proclamar Libertação 37:

Como pessoas libertas por Cristo e guiadas pelo Espírito Santo, entregamos nossa oração a Deus na certeza de que Deus nos ouve. Oramos pelas pessoas encurvadas pela opressão, fome, doença, violência e desrespeito. Oramos para que em todos os lugares ergam-se líderes que se empenhem em restaurar vidas e libertar pessoas daquilo que as oprime. Oremos por líderes mundiais para que não se curvem diante do poder econômico que destrói vidas, rouba infâncias e entrega à miséria milhões de seres humanos. Oramos por líderes religiosos/as do mundo para que, através de interpretações bíblicas libertadoras, restaurem a saúde teológica nas religiões. Oramos por todas as mulheres que diariamente são oprimidas e sofrem violência no trabalho, na rua e principalmente dentro de casa, para que encontrem nas atitudes de Jesus forças para lutar contra a opressão. Oramos por esta comunidade para que se empenhe cada vez mais na construção de um mundo justo e digno para as crianças, mulheres, homens e toda a criação. Oramos pelas pessoas encurvadas pela doença, luto e dor, especialmente por.....(citar nomes). Oramos por todos e todas nós, liberta-nos de nossa mania de autossuficiência e de nossa dependência daquilo que nos oprime.

Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor esteja à vossa frente para vos guiar;
Que Ele esteja atrás de vós para vos proteger;
Que Ele esteja ao vosso lado para caminhar convosco;
Que Ele esteja embaixo de vós para não vos deixar cair;
Que Ele esteja dentro de vós para vos consolar;
Que Ele esteja acima de vós para com tua poderosa mão vos abençoar.
Portanto, que o Senhor vos abençoe! Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

ENVIO
Que a paz de Deus que excede todo o nosso conhecimento e entendimento nos guarde para uma viva esperança. Ide na paz do Senhor.

CANTO FINAL
Nº 474 - HPD – Ontem, hoje e sempre

 


Autor(a): P. Deolindo Feltz
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 13 / Versículo Inicial: 10 / Versículo Final: 17
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2013
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 22754

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha.
Filipenses 2.5
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Jamais a fé é mais forte e gloriosa do que ao tempo da maior tribulação e tentação.
Martim Lutero
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br