Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Lucas 14.25-33 - 16º Domingo após Pentecostes - 08.09.2013

Caderno de Cultos 2013

08/09/2013

08/09/2013–16º Domingo após Pentecostes
Dt 30. 15-20; Fm 1-21; Pregação: Lc 14.25-33
P. Deolindo Feltz – Cuiabá/MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Obs.: Antes do líder/ministro iniciar a celebração com a acolhida é sempre importante haver um prelúdio para sintonizar as pessoas com a celebração/culto. O hino 423 do HPD II “Ao orarmos Senhor”, por exemplo, é uma excelente alternativa. Alguém da comunidade cumprimenta os presentes e anuncia o hino/prelúdio.

Bom dia/Boa Noite!
Assim nos diz o Salmo 95. 1, 2, 7: “Venham todos e louvemos a Deus, o Senhor. Cantemos com alegria à rocha que nos salva. Vamos comparecer diante dele com ações de graças, cantando alguns hinos de louvor. Ele é o nosso Deus; nós somos o povo que ele guia, somos o rebanho que ele cuida”.

Estas palavras são uma confissão de fé e, ao mesmo tempo, um convite feito a todos nós. Se vocês estão aqui nesta manhã/noite é porque aceitaram o convite do Salmista para cantar, louvar, agradecer, e porque confessam essa fé. Isso é muito bom. Que Deus permita que estes poucos minutos sejam um momento agradável a Ele e de transformação para cada um de nós. Sejam bem vindos!

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 325- HPD II – Aqui você tem lugar

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Em Joel 2. 32 está escrito: “E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. É nesta esperança que invocamos a presença do Trino Deus Pai, Filho e Espírito Santo cantando: (Canção do Padre Jonas – Deus Triúno).

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 320 – HPD II – Espírito Santo de Deus

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Em provérbios 28. 13 está escrito: “ Quem tenta esconder os seus pecados não terá sucesso na vida, mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona”.

Assim, convido para confessarmos os nossos pecados a Deus, buscando sua misericórdia e seu perdão.As palavras do Salmo 51. 1-10 foram importantes na vida do Rei Davi. São palavras de uma confissão que ele mesmo fez há muito tempo atrás por causa de um grande erro. Elas causaram efeito na vida de Davi; trouxeram mudanças e houve compromisso com Deus. Com esse mesmo intuito, o de receber perdão, de se arrepender e de se comprometer, queremos nós também proferir (em conjunto) estas palavras do Salmo 51. 1-10 como sendo a nossa confissão de pecados.

Confessai e dizei comigo: Por causa do teu amor, ó Deus, tem misericórdia de mim...(NVLH)

ANÚNCIO DO PERDÃO
Para quem confessa os seus pecados, se arrepende deles e está disposto a não mais cometê-los, ouve de Deus uma boa notícia. Palavras de Deus ao profeta Isaías e também a nós: “Já perdoei as suas maldades e os seus pecados; eles desapareceram como desaparece a cerração. Volte para mim, pois eu sou o seu Salvador” (Isaías 44.22)

KYRIE
Nossa mente, nosso coração, nossas palavras, nossos pensamentos e nossos sentimentos devem estar voltados para além daquilo e daqueles que estão à nossa volta. O mundo distante também geme e sofre por causa de suas dores. Estando distantes, muitas dessas dores, nós, com nossas próprias mãos, não podemos aliviar... Mas Deus pode. A nós cabe clamar a Deus para que Ele mesmo olhe por estas dores e as alivie. Assim, como comunidade cristã, clamamos a Deus cantando “Pelas dores deste mundo, ó Senhor”...

D                      A           D                   BmF#m       G         D                A
“Pelas dores deste mundo ó Senhor! Imploramos piedade. A um só tempo geme a criação.
D                A                  D            BmF#m         G          D A
Teus ouvidos se inclinem ao clamor desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação.
D         G            A                   F#mBm                     G         A
A tua paz, bendita, irmanada com a justiça. Abrace o mundo inteiro, tem compaixão.
D       G  A  F#m  Bm        G         A  D
O teu poder sustente o testemunho do teu povo. Teu reino venha a nós! Kyrie eleison”.  

Partitura desta canção se encontra nas páginas finais do Livro de Culto da IECLB ou pode ser encontrada no Site: luteranos.com.br.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Mesmo diante de um mundo que passa por muitas dores não deixa de ser um mundo onde momentos, ações e situações boas também acontecem. Acima de tudo Deus é um Deus de amor, de compaixão, de ajuda. Por mais que às vezes O sentimos distante, Deus não se esqueceu deste mundo e continua mandando seus bons sinais na terra e na nossa vida. É bem por isso que podemos e devemos, além de clamar, dar glórias a Deus. Façamos isso cantando:

HINO
Nº 385 – HPD II – Salmo 25

ORAÇÃO DO DIA
Deus do amor e da compaixão! Reunimo-nos na tua presença porque cremos que só tu podes dar um rumo à nossa vida. Somente tu és a nossa verdadeira luz. Reunimo-nos diante da tua face porque cremos que nos enxergas, nos carregas, nos perdoa, nos ilumina e enxuga as nossas lágrimas. Dá-nos o Espírito Santo, para acolhermos com fé e devoção a tua Palavra neste culto. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Deuteronômio 30. 15-20
D  F#m          G  D    A     D F#m     G          A     D
Pela Palavra de Deus, saberemos por onde andar! Ela é luz e verdade! Precisamos acreditar!

2ª Leitura Bíblica: Filemom 1-21
D  F#m          G  D    A     D F#m     G          A     D
Pela Palavra de Deus, saberemos por onde andar! Ela é luz e verdade! Precisamos acreditar!

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 379 – HPD II – Pronto para ouvir

PREGAÇÃO
Oração: Bondoso Deus! Concede-nos tua santa paz para que nosso coração seja acalmado das agitações diárias e se abram para o anúncio da boa nova da vida e da esperança. Concede-nos teu Santo Espírito a fim de que a mensagem anunciada nos fortaleça em nossa fé. Por Jesus Cristo! Amém!
Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com cada um/a de nós!...Amém!
Estimada comunidade, estimados irmãos/as em Cristo Jesus.
Quais são as condições para ser um seguidor de Jesus?
Uma resposta muito significativa para esta pergunta, nós encontramos no Evangelho de João 14.25-33, texto bíblico previsto para reflexão de hoje. O texto relata um momento onde Jesus diz para uma multidão que o seguia quais eram as condições para ser seu verdadeiro seguidor.
Ler Lucas 14. 25-33
Observando em partes o texto, ele fala logo no início que uma multidão estava seguindo Jesus. Não é possível precisar o tamanho desta multidão, se era uma pequena ou grande, mas pode-se imaginar que se tratava de muitas pessoas.
O que estava motivando esta multidão seguir Jesus? Uma vez olhando para alguns textos bíblicos de Lucas anteriores a este que nós lemos e ouvimos, vamos encontrar alguns relatos de curas realizadas por Jesus e alguns interessantes ensinamentos sobre confiança em Deus, falsidade, humildade, hospitalidade, paz com o inimigo, riquezas no céu, e assim por diante. É natural que essas coisas devem ter mexido com as emoções e empolgado muitas pessoas e, consequentemente, as arrastado para junto de Jesus.
Não nos restam dúvidas de que a autoridade de Jesus nos momentos de cura, sua amabilidade para acolher todas as pessoas, e a sua habilidade em ensinar, fizeram com que muitas pessoas, em todos os lugares por onde ele passava, ficassem tocadas, emocionadas, empolgadas, curiosas, eufóricas...
No entanto, o fato de acompanhar Jesus de forma entusiasmada não significava que ali estava uma multidão de verdadeiros seguidores. Jesus sabia disso. E na tentativa de clarear algumas coisas para a multidão que o seguia ele então fala da radicalidade que é ser seu seguidor.
Em primeiro lugar, “quem quer ser meu seguidor, deve amar mais a mim do que as pessoas da própria família”. Naquele tempo a família era uma instituição maior do que hoje. Chamava-se clã. Um clã é composto por grande maioria dos parentes (de bisavô a bisneto, filhos, genro, nora, primos, etc). Pertencer a um clã significa status, segurança, sustentabilidade, lar. Seguir Jesus naquele tempo era ser capaz de abandonar tudo isso ou mesmo deixá-lo para segundo plano.
Em segundo lugar, “quem quer ser meu seguidor deve amar mais a mim do que a si mesmo e, se necessário, morrer por minha causa”. Jesus sabia que o seu curto tempo de Ministério acarretaria, pra si mesmo e para os seus, perseguição, prisão e morte. Segui-lo era ter que lidar com isso cedo ou tarde.
Em terceiro lugar, “quem quer ser meu seguidor deve amar mais a mim do que a seus bens, ou, deve deixar tudo o que tem”, conforme o texto. Jesus sabia que sempre esteve no coração do ser humano se apegar às muitas coisas deste mundo, em especial aos bens. Não é difícil tornar posses uma prioridade e, com isso, causadores de escravidão. Seguir Jesus significa ter um coração livre. Afinal, ninguém pode servir a dois senhores.
Impressionante é que Jesus é bem realista em seu discurso para a multidão. Ele não promete nada, não garante nada, e apresenta o desafio de ser seu seguidor como ele realmente é, com mais ônus do que bônus; pelo menos neste mundo. Por incrível que pareça, é exatamente isso que dá credibilidade às pessoas.
Quando Jesus cita em seu discurso o exemplo do construtor da torre, que senta, calcula e planeja para ver se tem todos os recursos para não acabar começando algo e não dar conta de terminar, e o exemplo do rei com seu exercito, que também deve sentar,calcular, planejar e ver se é possível ir pra guerra e vencer, ele busca mostrar para as pessoas que a decisão em ser seu seguidor não é oba-oba, emoção, empolgação, euforia. É uma decisão que deve ser pensada, calculada, medida e planejada.
É uma pena que,para a nossa curiosidade, o texto não fala nada sobre a reação de todas aquelas pessoas que seguiam Jesus diante de seu chamado. Mas dá pra imaginar que um bom percentual daquela multidão deixou suas emoções de lado e voltou pra casa.
Estimada Comunidade!
A partir deste texto vemos algumas das importantes e necessárias condições que Jesus aponta para sermos um verdadeiro seguidor dele. E sob estas condições, nós podemos nos considerar um verdadeiro seguidor? Ou somos seguidores emocionados e,apenas de vez em quando, empolgados?
Jesus sempre está nos convidando para sermos seus seguidores de verdade. Talvez o chamado nos dias de hoje não seja tão radical quanto era no passado. Não precisamos abandonar nossa família, correr o risco de sermos perseguidos, presos ou mortos, abrir mão de todos os bens. Ele apenas quer que não estas coisas, mas ele e seu projeto estejam sempre em primeiro lugar em nossa vida.
Vale lembrar ainda que existe uma grande diferença entre acompanhar Jesus, como uma multidão faz, e seguir Jesus. Resumidamente, você pode acompanhar algo ou alguém como curioso, ouvinte, levemente interessado, sem grandes envolvimentos. Enquanto que seguir Jesus é topar junto o que vem pela frente, é assumir um COM (juntos) PRO (em favor da) MISSO (missão). Seguir Jesus é assumir um compromisso com ele em sua missão.
É natural que um compromisso implica em ter que abrir mão de alguns interesses particulares, colocar muitas vezes a família em segundo plano, ter que pensar mais nas outras pessoas do que em mim mesmo. Por outro lado, quando colocamos o Reino de Deus em primeiro lugar em nossa vida, quando nos tornamos um seguidor de coração e não de emoção, todas as coisas que precisamos e buscamos nos serão, simplesmente, acrescentadas.
E que assim seja! Amém!

HINO
Nº 413- HPD II – Senhor, se tu me chamas...

CONFISSÃO DE FÉ
O Credo Apostólico resume o que nós acreditamos. Ele, na verdade, fala onde está depositada a nossa fé. Por isso que se chama confissão de fé. É o que Deus nos ensina. Não são palavras vazias. É a resposta a todo mundo sobre o que eu creio. Por isso confessemos a nossa fé com estas palavras:

Creio em Deus Pai, ....

CANTO PÓS-CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Enquanto cantamos um hino, serão recolhidas as ofertas. Elas estão destinadas à/ao....... Que Deus abençoe as dádivas e também os doadores e que cada um/a se sinta livre para ofertar.
Nº 419 - HPD – Na mesa do Senhor

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Obs: Deixar as pessoas falarem de suas necessidades, de seus agradecimentos, enfim, dos motivos que elas querem mencionar na oração de intercessão. Após falarem, disponha de 30 segundos para que eles mesmos coloquem em silêncio diante de Deus o que querem. Após este pequeno tempo, segue a oração:

Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Senhor nosso Deus! Mesmo em silêncio ouviste de cada um de nós aqui presentes aquilo que está em nosso coração. Não temos dúvidas de que ouviste a cada um, pois Tu estás em tudo e em todos. Além disso, sabes da nossa vida, do que temos em nossa mente, em nosso coração antes mesmo de falarmos. É isso que esperamos de ti ó Deus: olhe por cada situação que foi lembrada, olhe para cada um de nós em nossa vida, olhe nossas famílias, nosso líderes, nossa Igreja, nosso país. Olhe não com olhar de julgo, mas de amor, de carinho, de atenção, de ajuda. Senhor! Toda a nossa vida está em suas mãos, aliás, tudo está em suas mãos. Use-nos para que nesta vida sejamos instrumentos de paz e amor. Que tu algum dia também possa nos dizer: eu me orgulho em ter vocês como meus filhos. Pai amado! Estamos chegando ao final deste encontro contigo. Da mesma forma que nos trouxe até aqui nos leve de volta para nossa casa. É o que está em nosso coração. Por fim, oremos como teu filho nos ensinou...

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor esteja à vossa frente para vos guiar;
Que Ele esteja atrás de vós para vos proteger;
Que Ele esteja ao vosso lado para caminhar convosco;
Que Ele esteja embaixo de vós para não vos deixar cair;
Que Ele esteja dentro de vós para vos consolar;
Que Ele esteja acima de vós para com tua poderosa mão vos abençoar.
Portanto, que o Senhor vos abençoe! Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

ENVIO
Que a paz de Deus que excede todo o nosso conhecimento e entendimento nos guarde para uma viva esperança. Ide na paz do Senhor.

CANTO FINAL
Nº 377 – HPD II – A paz do Senhor


 


Autor(a): Deolindo Feltz
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 14 / Versículo Inicial: 25 / Versículo Final: 33
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2013
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 23159

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

É a fé que nos comunica a graça justificadora. Nada nos une a Deus, senão a fé: e nada dele nos pode separar, senão a falta de fé.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Nenhum serviço agrada a Deus, seja ele enorme, quando este fere o próximo.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br