Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Lc 16.19-31 - 19º Domingo após Pentecostes - 25.09.2016

Caderno de Cultos 2016

25/09/2016

25/09/2016- 19º Domingo após Pentecostes
Pregação: Lucas 16.19-31; Leituras: Am 6.1a, 4-7 e 1 Tm 6.6-19
P. Deolindo Feltz – Cuiabá - MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia/tarde/noite! Assim nos diz um pastor chamado Mathias Jorrisen: “Deus é justo e bom. Aos que erram ele mostra o caminho a seguir, faz seus corações se inclinarem para Ele e os acolhe em sua misericórdia. Aos que se encontram em momento de infelicidade, faz brilhar sua luz para que não se percam na caminhada. Aos que estão fracos ,e que nele buscam socorro, dá o seu auxílio”.

É esse Deus que precisamos! É esse Deus que buscamos! É esse Deus que aqui encontramos. Recebam da parte deste Deus aquilo que cada um/a de vocês veio aqui buscar. Que bom que todos vocês vieram. Sejam bem vindos!
Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 336 – HPD II – Quando o povo se reúne

SAUDAÇÃO E INVOCAÇÃO TRINITÁRIA
Em Joel 2. 32 está escrito: “E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. É nesta esperança que invocamos a presença do Trino Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 320 – HPD II – Espírito Santo de Deus

CONFISSÃO DE PECADOS
Em provérbios 28. 13 está escrito: “Quem tenta esconder os seus pecados não terá sucesso na vida, mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona”. Assim, os convido para confessarmos os nossos pecados a Deus, buscando sua misericórdia e seu perdão.

Deus conhece a cada um de nós e sabe o que aflige e pesa nosso coração. Portanto, que cada qual coloque diante Dele tudo aquilo que carece do perdão. Em silêncio confessem a Deus os seus pecados. (Dar alguns segundos e depois siga proferindo estas palavras)

Deus! Ouça e atenda a confissão de pecados que cada pessoa aqui te fez mesmo em silêncio. Nós estamos aqui diante da tua face com as mãos cheias de tropeços e fragilidades, isto é, injustiça que cometemos em nossos relacionamentos contigo, com as pessoas e todo o meio que nos cerca. Senhor, pecamos em palavras, em ações, em pensamentos. Os pecados pesam sobre nós, causam a tua tristeza e o sofrimento em quem está à nossa volta. Confiamos em tua graça e misericórdia. Perdoa-nos, renova-nos e devolva a alegria de vivermos em paz contigo, com o próximo e conosco mesmos. Por Cristo. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Para quem confessa os seus pecados, se arrepende deles e está disposto a não mais cometê-los, ouve de Deus uma boa notícia. No livro dos Salmos, capítulo 32, está escrito: “Feliz é aquele cujas maldades Deus perdoa, e cujos pecados ele apaga! Enquanto não confessei o meu pecado, eu me cansava, chorando o dia inteiro. Então eu te confessei o meu pecado e não escondi a minha maldade. Resolvi confessar tudo a ti, e tu perdoaste todos os meus pecados”.

KYRIE
Canção: Pelas dores deste mundo, ó Senhor!

GLÓRIA IN EXCELSIS
Canção: Bendirei ao Senhor em todo tempo!

ORAÇÃO DO DIA
Deus do amor e da compaixão! Reunimo-nos na tua presença porque cremos que só tu podes dar um rumo à nossa vida, nos permitindo sempre de novo um recomeço. Somente tu és a nossa verdadeira luz que brilha e nos mostra o caminho certo. Reunimo-nos diante da tua face porque cremos que nos enxergas, nos carregas, nos perdoa, nos ilumina e enxuga as nossas lágrimas. Dá-nos o Espírito Santo, para acolhermos com fé e devoção a tua Palavra neste culto. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

1ª Leitura Bíblica: Amós 6.1a, 4-7

2ª Leitura Bíblica: 1 Timóteo 6.6-19

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 379- HPD 2 – Pronto para ouvir

PREGAÇÃO
Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos e todas vocês. Amém!
O texto bíblico previsto para este momento de pregação é uma parábola contada por Jesus a respeito de um homem muito rico, que vestia roupas caras, que dava festas todos os dias em sua casa, e de um homem muito pobre chamado Lázaro, que tinha o corpo coberto de feridas, e que ficava ali por perto da casa do rico para ver se sobrava alguma coisa para ele.
Assim nos conta Lucas 16. 19-31...ler o texto!
Em resumo, de um lado nós temos um homem rico, que se vestia bem, dava muitas festas, mas que certo dia morreu e foi sepultado. E, segundo o texto, ele sofria muito neste mundo dos mortos. Do outro lado, nós temos Lázaro, um homem pobre, doente, com o corpo cheio de feridas, que também morreu, e foi levado por anjos ao céu. E neste novo lugar, junto com Abraão, Lázaro estava feliz. Vejam que a morte literalmente inverteu a situação dos dois. O que antes sofria passou a sorrir e o que antes sorria passou a chorar.
A continuação do texto nos informa que, uma vez deixando este mundo por meio da morte, a situação dos dois, além de se inverter, ficou também irreversível. Ou seja, do lugar onde eles estavam agora não dava mais para fazer muita coisa. Agora é assim e pronto. Você aí e eu aqui. E se dando conta disso, o homem rico se lembrou dos cinco irmãos que ainda estavam vivos. Conhecendo bem os irmãos, eles provavelmente herdariam o mesmo lugar que ele. No entanto, por ainda estarem vivos, podiam mudar seu futuro. E para mudar o futuro dos cinco irmãos, então, Abraão lembra a importância de eles seguirem aquilo que está bem diante deles: obedecer a Lei de Moisés e os Livros dos Profetas, praticamente o que conhecemos hoje como Antigo Testamento.
Havia certa vez uma pessoa muito bem sucedida, profissão estável, meia idade, se vestia bem, também dava uma festa de vez em quando. E certa noite ela teve um sonho. E ela sonhou que tinha morrido. E ela estava muito chateada no sonho porque se considerava ainda muito jovem para morrer. Mas, um anjo lhe disse em sonho que se se ela somasse o quando ela trabalhou e o quanto ela aproveitou da vida, já dava uma boa idade para morrer.
Assim, de repente, em sonho, lá estava ela diante de Deus, de Jesus, e de Anjos para o seu julgamento. Ali iria se decidir para onde ela iria! Ou para perto de Abraão, assim como o pobre Lázaro, ou para o lugar de sofrimento, assim como o homem rico da parábola. De certa forma, ela se sentia tranquila com relação ao seu julgamento. Isso porque ela percebeu em sonho que tinha trazido junto consigo alguns documentos que poderiam ajudar muito.
Iniciado o julgamento, diante de Deus, de Jesus e de Anjos, sem dizer nada, com tranquilidade e orgulho tirou do bolso a sua Certidão de Batismo. Sou batizado, estou tranquilo! O anjo pegou aquela certidão, deu uma olhadinha e colocou de lado, dando a entender que naquele momento aquele documento não lhe garantia muita coisa.
Em seguida, colocou a mão no bolso de novo e tirou a Certidão de Confirmação. Com isso eu provo que fiz o Ensino Confirmatório. O anjo pegou a certidão, deu também uma olhadinha e também colocou de lado. Provavelmente não leu aquele livrinho: “Fui confirmado! E agora?”.
Pela terceira vez colocou a mão no bolso e tirou agora a Certidão de Casamento. Agora sim! Vou mostrar para eles que cumpri com a minha obrigação de casar na igreja. Novamente o anjo pega a certidão, olha rapidamente, e coloca também de lado.
Até aquele momento, nada do que ela havia trazido junto no bolso contou muito para facilitar sua vida eterna diante do julgamento. Deus e Jesus nem sequer tinham se manifestado ainda. Aquela segurança que ela tinha de que as certidões iriam garantir alguma coisa, começa a ficar abalada. Agora preocupado, novamente coloca a mão no bolso e entrega para o anjo os recibos da contribuição daquele ano. Isso iria provar que estava em dia com a igreja. O anjo pega também os recibos, olha rapidamente e, da mesma forma coloca de lado.
A essa altura, uma última tentativa, um último recurso diante de Deus, de Jesus e dos Anjos. Tira do bolso uma cópia da ata de quando foi eleito para um cargo na diretoria da comunidade. Mas, como com os outros papéis, estes também foram colocados de lado pelo anjo.
A situação daquela pessoa em sonho, diante do seu julgamento ficou complicada. Nada daquilo que ela havia trazido junto lhe garantiu algo. De bolsos vazios, sem mais nada a oferecer como garantia de que ela era uma pessoa boa e que merecia o céu, um anjo abriu um livro que estava sobre uma mesa e começou a ler.
Seu julgamento será realizado apenas a partir da observação dos dez mandamentos.
Sobre o primeiro mandamento: Não terás outros deuses além de mim! Você trabalhou muito! Confiou em seu trabalho, confiou nos bens que conseguiu comprar, confiou no seu status, confiou no seu poder, e tudo isso se tornou a coisa mais importante da sua vida. E essa confiança em coisas fez com que você deixasse de confiar em Deus somente.
Sobre o segundo mandamento: Não usar o nome de Deus em vão! Em seus negócios, para ter bons resultados, você jurou muitas vezes, e colocou o nome de Deus como garantia. Em muitas ocasiões fez isso usando mentiras.
Sobre o terceiro mandamento: Santificarás o dia de descanso! Você teve nestes seus 45 anos de idade mais de 2.500 domingos. No entanto, em poucos deles foi ao culto, em poucos deles tirou tempo para ler a Bíblia ou algum devocionário, em poucos deles realizou algo bom em favor de alguém que precisava, em poucos deles dedicou tempo à família, em poucos deles descansou como deveria; em muitos deles trabalhou, em muitos deles fez festa.
Sobre o quarto mandamento: Honrarás teu pai e tua mãe! Você não cuida de seus pais que já são idosos. Mesmo morando na mesma rua, dificilmente os visita. É atencioso e amável com seus clientes e pessoas desconhecidas. Mas, deixa muito a desejar com relação àqueles que mais te amam.
Sobre o quinto mandamento: Não matarás! Você não matou ninguém, disse o anjo. Por outro lado, quando você deixou de cuidar e ajudar pessoas que precisavam, você as impediu de viverem melhor. E isso também é um jeito de matar pessoas.
Em seu sonho aquela pessoa se via numa situação cada vez mais difícil diante de seu julgamento. Já em desespero frente às acusações escritas naquele livro e lidas pelo anjo, no meio da madrugada, em meio a suor e medo, acordou. Agora, pensando muito no sonho que teve, se levantou, foi até a sala, e lá estava na estante aquela Bíblia que há tempo não era aberta. Por alguns minutos ficou lendo, e decidiu ali mesmo que, daquele dia em diante, as coisas seriam diferentes.
Estimada comunidade!
A parábola contada por Jesus e a história do sonho e do julgamento nos ajudam a entender algumas coisas muito importantes:
1ª – Em nenhum momento nas duas histórias se questiona, ou se refere à riqueza como algo ruim, e que encaminha pessoas para o sofrimento depois da morte. O que está em destaque nas histórias é que muitas pessoas se deixam levar de tal maneira por aquilo que elas conquistaram ou herdaram na e da vida, de modo que o seu coração fica totalmente tomado por isso, e nada mais, além disso, faz sentido ou é importante.
2ª – As duas histórias não apontam para a pobreza como ideal de vida e uma garantia de um lugar no céu. Existe em toda a Bíblia uma preocupação com os mais necessitados, sem dúvida. Mas, lugar no céu tem a ver com a fé das pessoas, e com aquilo que elas carregam dentro de sua mente e de seu coração. Um lugar no céu pouco tem a ver com aquilo que temos à nossa volta.
3ª – As duas histórias nos lembram de que somos mortais e que em algum momento da vida vamos deixar de existir neste mundo. É preciso aceitar o fato de que julgamento, certidões, mandamentos, estar perto de Abraão, mundo dos mortos, alegria ou sofrimento, é certeza e questão de tempo!
4ª – As duas histórias nos lembram de que, uma vez mortos, inverter nossa situação, não é mais uma realidade possível. É aqui, neste mundo, que temos a chance de construir aquilo que, de certa forma, algum dia, nos ajudará a estar numa situação melhor diante de Deus, de Jesus e dos Anjos.
5ª – Por último, as duas histórias nos apontam que, enquanto vivos neste mundo, sempre é possível recomeçar e dar um rumo diferente para termos um futuro diferente e bom. Era o que podia acontecer com os cinco irmãos do homem rico, e também com aquela pessoa do sonho. A essas pessoas bastava observar, ouvir, ler e seguir fielmente aquilo que estava bem diante deles: A Palavra de Deus contida na Bíblia. Não é diferente também para nós!
Para finalizar e para refletir: Se deixássemos esse mundo hoje, para onde iríamos? Para perto de Abraão ou para um lugar de sofrimento? Se estivéssemos diante do julgamento, o que teríamos para apresentar diante de Deus, de Jesus e dos Anjos? Tenha os ensinamentos de Deus sempre nas mãos, na mente e no coração. Assim você não terá dúvidas de onde e como estarás quando seu dia chegar!
Que Deus nos ajude em nosso futuro!

HINO
Nº 381- HPD 2 – Pela palavra de Deus

CONFISSÃO DE FÉ
O Credo Apostólico resume o que nós acreditamos. Ele, na verdade, fala onde está depositada a nossa fé. Por isso que se chama confissão de fé. Não são palavras vazias. É a resposta a todo mundo sobre o que eu creio. Por isso confessemos a nossa fé com estas palavras:
Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Enquanto cantamos um hino, serão recolhidas as ofertas. Elas estão destinadas à/ao....... Que Deus abençoe as dádivas e também os doadores e doadoras, e que cada um e cada uma se sinta livre para ofertar.
Nº 286 – HPD I – Obrigado Pai Celeste

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Obs: Deixar as pessoas falarem de suas necessidades, de seus agradecimentos, enfim, dos motivos que elas querem mencionar na oração de intercessão. É importante isso ser feito em voz alta para que as pessoas saibam do que e de quem se trata. Entende-se que o fato de mencionarem isto em culto já é oração diante de Deus e uma forma de informar os demais membros sobre a situação que experimenta aquela pessoa ou família. Após falarem, disponha de 30 segundos de silêncio na perspectiva de que nesse tempo as pessoas coloquem diante de Deus aquilo que não foi mencionado. Depois deste tempo, segue com a oração:

Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Senhor nosso Deus! Em voz alta e também em silêncio ouviste de cada um/a de nós aqui presentes aquilo que está em nosso coração. Não temos dúvidas de que ouviste a cada um/a, pois Tu estás em tudo e em todos. Além disso, sabes da nossa vida, do que temos em nossa mente, em nosso coração, antes mesmo de falarmos. É isso que esperamos de ti ó Deus: olhe por cada situação que foi lembrada, falada, pensada, olhe para cada um de nós em nossa vida, olhe nossas famílias, nosso líderes, nossa Igreja, nosso país. Olhe não com olhar de julgo, mas de amor, de carinho, de atenção, de ajuda. Senhor! Toda a nossa vida está em suas mãos, aliás, tudo está em suas mãos. Use-nos para que nesta vida sejamos instrumentos de paz e amor. Que tu nos permitas sempre de novo recomeçar, nos ajudando sempre a amar mais a Ti do que ao mundo. Pai amado! Estamos chegando ao final deste encontro contigo. Da mesma forma que nos trouxe até aqui nos leve de volta para nossa casa. É o que está em nosso coração. Por fim, oremos como teu filho nos ensinou...

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor esteja à vossa frente para vos guiar;
Que o Senhor esteja atrás de vós para vos proteger;
Que o Senhor esteja ao vosso lado para caminhar convosco;
Que o Senhor esteja embaixo de vós para não vos deixar cair;
Que o Senhor esteja dentro de vós para vos consolar;
Que o Senhor esteja acima de vós para com tua poderosa mão vos abençoar.
Portanto, que o Senhor vos abençoe! Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Bênção

ENVIO
Que a paz de Deus que excede todo o nosso conhecimento e entendimento nos guarde para uma viva esperança. Ide na paz do Senhor.

CANTO FINAL
Nº 459 – HPD II – Oração da Igreja


Autor(a): Deolindo Feltz
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 19º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 16 / Versículo Inicial: 19 / Versículo Final: 31
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2016
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 38283

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O ponto principal do Evangelho, o seu fundamento, é que, antes de tomares Cristo como exemplo, o acolhas e o reconheças como presente que foi dado a ti, pessoalmente, por Deus.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
O que o Senhor planeja dura para sempre. As suas decisões permanecem eternamente.
Salmo 33.11
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br