Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Marcos 13.24-37 - 1º Domingo de Advento - 30.11.2014

Caderno de Cultos 2014

30/11/2014

30/11/2014 – 1° Domingo de Advento
Isaías 64.1-9; 1 Coríntios 1.3-9;
Pregação: Marcos 13. 24-37
PPHM Ricardo Neumann– Tangará da Serra


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

Bom dia/Boa noite a todos! A Paz do Senhor seja conosco. Como é bom podermos nos reunir nessa manhã como comunidade de Cristo. Como palavra de saudação, quero compartilhar o lema dessa semana; Mostra-nos Senhor, a tua misericórdia e concede-nos a tua salvação. (Salmo 85.7)

De uma forma muito especial queremos saudar os visitantes aqui presentes, pedindo para se apresentarem falando o nome e de onde vêm.

CANTO DE ENTRADA

Convido a todos para juntos cantarmos o hino 2 – HPD – Todo mundo louve a Deus. Um hino que nos lembra o dia de hoje como o primeiro domingo e advento, um hino que nos convida a louvar a Deus pelo cumprimento da sua promessa, a vinda do nosso Senhor e Salvador Jesus.

SAUDAÇÃO

Querida comunidade, no Salmo 133.1 nós lemos sobre como é bom e agradável o povo de Deus se reunir como se todos fossem irmãos. E nessa noite/manhã, nós nos reunimos em nome Desse Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo.

CANTOS DE INVOCAÇÃO

Convido a todos para clamarmos pela ação de Deus neste culto através do seu Santo Espírito cantando o hino HPD – 365 – Vem Espírito Santo, vem, vem nos congregar


CONFISSÃO DE PECADOS

Querido irmão, querida irmã, diante de Deus somos todos pecadores. Conforme está escrito em Romanos 3.23 todos somos pecadores e por isso estamos afastados da gloriosa presença de Deus. Por isso nessa manhã/noite convido aos que podem para ficar de pé, e neste momento fechamos nossos olhos, curvemos nossas cabeças e em silêncio oremos pedindo a Deus perdão pelos nossos pecados.
Oh Deus de amor, tu nos sondas e nos conhece, sabes o que se passa em nossa mente e coração. Nesta manhã/noite nos colocamos em tua presença par te pedir perdão. Perdão pela palavra dita que machuca o próximo, perdão por virar as costas a alguém necessitado, perdão por todas as vezes que pecamos contra o nosso próximo. Te pedimos perdão pois muitas vezes nos preocupamos somente com as nossas vontades, os nossos desejos, e nos esquecemos daquilo que tu queres pra nós. Te pedimos perdão por todas as vezes que viramos as costas para tua vontade, para tua palavra, para o teu querer. Em nome de Jesus Cristo que morreu na cruz por causa dos nossos pecados é que nós oramos pedindo o perdão. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO

Da mesma forma que na palavra de Deus vemos que somos pecadores, também na palavra de Deus encontramos a promessa do perdão quando confessado. Em 1 João 1.9 lemos que se confessarmos nossos pecados a Deus, Ele cumprirá sua promessa e fará o que é correto. Ele perdoará nossos pecados e nos limpará de toda a maldade. Por isso, se nessa manhã/noite nós oramos a Deus pedindo perdão pelos nossos pecados, podemos crer que Deus ouviu nossa confissão e perdoou nossos pecados. Convite para cantar (em pé) o hino 421 – Eu quero ser, Senhor amado

KYRIE

Querido irmão, querida irmã. Com certeza todos nós temos uma história triste, dolorosa ou difícil para contar. Com certeza todos nós já sofremos, ou talvez estamos sofrendo nesse momento. Da mesma forma, pessoas por todo o mundo, perto ou longe de nós também sofrem, passam por dificuldades, por momentos difíceis. Por isso, juntos em uma só voz clamemos:

Tem Senhor piedade (3x).

GESTO DA PAZ

Diante da presença de Deus somos agraciados por Ele com seu amor, seu perdão, sua misericórdia. Na presença de Deus encontramos força, consolo e paz. Essa paz queremos transmitir a pessoa que está sentada ao nosso lado com um forte abraço ou aperto de mão, desejando a paz do Senhor sobre a sua vida.

CANTOS DE LOUVOR

Hino 5 – Erguei os arcos triunfais
Hino 8 – Alerta, ó consagrados
Hino 379 – Estou pronto, Senhor

ORAÇÃO DO DIA

Oh Pai de amor, te louvamos e agradecemos porque nessa manhã/noite podemos nos reunir na tua presença, cantar louvores a ti e ouvir mais da tua palavra. Que nossa mente e coração possam ser abertos hoje, que a palavra pregada possa ser guardada em nosso coração e colocada em prática no nosso dia a dia.

LITURGIA DA PALAVRA

1ª Leitura Bíblica: Isaías 64.1-9
Em resposta à palavra lida cantemos a 1ª parte do hino 380:
1. A tua palavra é semente e tu és o semeador
O meu coração é a terra que tu semeaste no amor.
/:  A tua palavra, a tua palavra, a tua palavra Senhor,
A tua palavra, a tua palavra, a tua palavra é o amor:/

2ª Leitura Bíblica: 1 Coríntios 1.3-9
Em resposta à palavra lida, cantemos a segunda parte do hino 380:
2. Meditando num certo dia na tua palavra Senhor
Senti que do alto descia a força do Consolador
/:  Atua palavra, a tua palavra, a tua palavra Senhor,
A tua palavra, a tua palavra, a tua palavra é o amor:/

3ª Leitura Bíblica: Marcos 13. 24-37 (pregação)
Em resposta ao Evangelho cantemos aleluia:
/:Aleluia, aleluia, aleluia, alelu-u-u-u-ia:/


Pregação:

Advento, a vinda do Senhor

Enfim, estamos chegando ao mês de dezembro. Enquanto pelo calendário civil estamos terminando mais um ano, no calendário litúrgico, o calendário da igreja já iniciamos um novo ano. É tempo de advento, tempo de lembrar da vinda de Jesus Cristo nosso Salvador, mas também tempo de meditar, de nos preparar para sua segunda vinda. No texto de Isaías lido a pouco, vimos palavras carregadas de emoção. Vemos que o profeta tem um anseio em ver o seu Senhor descendo, rasgando o céu e fazendo as montanhas tremerem diante de sua presença (Isaias 64.1). Mas este anseio, este desejo de ver a vinda do seu Senhor parecia um pouco distante. Isaías vivia em um tempo onde as pessoas optaram por deixar Deus de lado. Conforme seu relato (Isaias 64. 6 e 7), as pessoas foram deixando a vontade de Deus em segundo plano nas suas vidas. Isaías vivia em uma época de pessoas impuras, levadas para longe de Deus por causa dos seus pecados. As pessoas não oravam mais a Deus, preferiam caminhar conforme sua própria vontade, e pouco a pouco, o pecado do povo foi criando um abismo entre Deus e sua criação.
Querida comunidade, será que vivemos em uma época muito diferente do profeta Isaias? Acredito que não, pois basta a gente refletir um pouco sobre estes dias que antecedem o natal. Nesta época vemos o comércio todo decorado, com promoções para uma população consumista, enquanto quem deve ser promovido é o próprio Cristo.        Vemos e ouvimos as crianças falarem do Papai Noel, a expectativa do presente que vão receber dele, mas o verdadeiro presente do natal (Jesus Cristo) muitas vezes é esquecido, fica em segundo, as vezes terceiro plano. De fato, somos uma geração muito parecida com a geração do profeta Isaias.

A segunda vinda

Mas centenas de anos após as palavras de Isaias serem anunciadas, Deus vem ao mundo em forma de ser humano. Jesus é a palavra encarnada de Deus, o próprio Deus em forma humana, e que veio ao nosso encontro. Sua vinda não foi marcada por grandes eventos, como o céu rasgando ou montanhas tremendo. Foi de forma simples e humilde que Deus veio ao nosso encontro. Mas Jesus cresceu, e passando por vilarejos e cidades ia convidando o povo para segui-lo por um novo caminho, um caminho que nos leva até o reino do Céu. Como parte de seu ensinamento, Jesus faz uma promessa, a promessa da sua segunda vinda. E no texto de Marcos 13. 24-37, Jesus fala sobre esta segunda vinda.   Ele diz que sua segunda vinda será após um tempo de grande sofrimento (Marcos 13.24), e será um evento triunfal, um acontecimento de grande poder e glória.
Na sua segunda vinda, Cristo virá para buscar os escolhidos de Deus, para enfim viverem uma nova vida, em novos céus e novas terra, em um mundo onde não haverá mais lágrimas, nem morte, nem tristeza e nem dor (Apocalipse 21.4).
Mas quem são esses escolhidos de Deus? Será que nós estamos entre eles? Será que devemos nos preocupar com a segunda vinda de Cristo, ou talvez possamos desde já nos alegrar com esta segunda vinda? Será que existem escolhidos de Deus em meio a nossa geração, que muitas vezes deixa Deus de lado e prefere fazer a sua própria vontade?
Queridos irmãos, a resposta para esta pergunta nós encontramos na carta de Paulo a igreja de Corinto. Em 1 Coríntios 1.3-9, nós vemos quem são os escolhidos de Deus. São aqueles que permanecem firmes em Cristo Jesus, que por Ele são conservados até o dia do fim.
Talvez agora cada um de nós já possa responder se a segunda vinda de Cristo nos traz alegria ou preocupação. Querido irmão, querida irmã, você está preparado para a segunda vinda de Cristo? Será que em meio a esta geração que muitas vezes deixa Deus em segundo plano, nós cristãos permanecemos firmes em Cristo, unidos com Ele?
Estamos vivendo o tempo de advento, tempo de meditar na nossa vida espiritual, tempo de refletir sobre como anda nossa relação com Deus, e isto não se resume a ir na igreja ou não.

O amanhã a Deus pertence
Talvez além da dúvida de estarmos ou não entre os escolhidos de Deus, podemos também querer saber quando tudo isso vai acontecer. Será que vai ser nesse finalzinho de ano, no ano que vem, quando será o dia do fim? Nós não sabemos o dia e a hora exata, nós não sabemos com precisão quando ou onde tudo isso vai acontecer, mas Jesus nos fala de sinais. Em Mateus 13. 28 e 29, Jesus nos diz que da mesma forma que uma figueira com seus ramos e folhas da sinal da vinda do verão, sua volta também será percebida através de sinais.
Em Mateus 13.32 Jesus reafirma que ninguém sabe o dia e a hora em que tudo isso vai acontecer. Mas Ele nos dá uma importante recomendação, que deve nos acompanhar não só no advento, mas em toda nossa vida. Vigiem e fiquem alertas, pois vocês não sabem quando chegara a hora (Mateus 13.33). De fato, nós não sabemos quando tudo isso vai acontecer, mas é importante vigiar, permanecer atento as coisas que acontecem ao nosso redor, ser diferente da geração do profeta Isaías, ser diferente da nossa geração.   Precisamos manter nossa atenção em nossas atitudes, precisamos viver mais conforme a vontade de Deus, precisamos buscar inspiração para nossa vida na palavra de Deus.    Devemos viver como os cristãos da igreja de Corinto, que permaneciam firmes na fé, unidos com Cristo. Que nesse tempo de advento, nós possamos viver com a expectativa de Isaias para o encontro com nosso Senhor, e a alegria de permanecer firmes e unidos em Cristo Jesus.

Após a prédica convidar a comunidade para cantar o hino 107 – Bem de manhã

 


CONFISSÃO DE FÉ

Convido a todos para através das palavras do Credo Apostólico confessarmos a nossa fé:

Creio em Deus, Pai todo poderoso,
Criador do céu e da terra.
E em Jesus Cristo, seu Filho unigênito, nosso Senhor,
o qual foi concebido pelo Espírito Santo,
nasceu da virgem Maria,
padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos,
foi crucificado, morto e sepultado,
desceu ao mundo dos mortos,
ressuscitou no terceiro dia,
subiu ao céu, e está sentado à direita de Deus Pai, todo-poderoso,
de onde virá para julgar os vivos e os mortos.
Creio no Espírito Santo,
na santa Igreja cristã, na comunhão dos santos,
na remissão dos pecados,
na ressurreição do corpo e na vida eterna. Amém


CANTO PÓS CONFISSÃO

Ainda, em sinal da nossa confiança em Deus cantemos o hino:
229 – Os que confiam no Senhor


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO

Motivos de oração:

Pedidos:                                                                      Agradecimento:

___________________________                            Aniversariantes_______________

___________________________                           ____________________________

 

Oh Pai de amor, mais uma vez te somos gratos por esta manhã/noite onde podemos nos reunir em teu nome, te louvar e ouvir um pouco mais da tua palavra. Que a tua palavra possa ser guardada em nossa mente e coração, mas que também possa ser colocada em prática no nosso dia a dia. Que possamos ser diferentes daqueles que buscam seguir seus próprios caminhos, que possamos a cada dia colocar tudo em tuas mão. Nessa manhã/noite, queremos em especial te pedir (Pedidos de oração), e também queremos de louvar e agradecer pelos aniversariantes. Que eles possam ser cuidados e guiados pela tua poderosa mão neste novo ano que se inicia para cada um deles. Que a certeza da tua presença em todos os momentos possa encher o coração de cada um deles. Também te louvamos e agradecemos (Motivos de agradecimento). Te pedimos que nos leve em segurança para casa, e nesta próxima semana possamos ser um bom testemunho em nossa casa, trabalho e onde estudamos. Tudo isso e muito mais queremos colocar em tua mão, na oração que Jesus nos ensinou:


PAI NOSSO

Pai Nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome. Venha o teu reino. Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dá hoje e perdoa-nos as nossas dívidas assim como nós perdoamos aos nossos devedores e não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal. Pois teu é o Reino, o poder e a glória, para sempre. Amém!


LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS:

Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

Hino:
Durante o próximo hino, queremos também louvar a Deus como nossas ofertas, e também pedir chuvas de bênçãos sobre a nossa vida.
119 – Chuvas de Bênçãos teremos

Bênção:

Que o Senhor nosso Deus os abençoe e os guarde;
Que o Senhor os trate com bondade e misericórdia;
Que o Senhor olhe para vocês e lhes de a paz. (Números 6. 24-26)

Envio:

Que a graça do Senhor Jesus, o amor de Deus o Pai, e a presença do Espírito Santo seja com cada um de nós, hoje e para sempre. Vamos na Paz do Senhor!

Hino Final:
373 – Deus te abençoe


 


Autor(a): Ricardo Neumann
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Advento
Perfil do Domingo: 1º Domingo de Advento
Testamento: Novo / Livro: Marcos / Capitulo: 13 / Versículo Inicial: 24 / Versículo Final: 37
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2014
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 29347

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Em todo o universo, não há nada que possa nos separar do amor de Deus, que é nosso por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor.
Romanos 8.39
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Eu também sou parte e membro dessa congregação, coparticipante e codesfrutante de todos os bens que possui. Pelo Espírito, a ela fui levado e incorporado, pelo fato de haver ouvido e ainda ouvir a Palavra de Deus, que é o princípio para nela se entrar.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br