Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Marcos 7.5-13 - 4º Domingo da Páscoa (Dia das Mães) - 11.05.2014

Caderno de Cultos 2014

11/05/2014

11/05/2014 – 4º Domingo de Páscoa (Dia das Mães)
Lc 15.8-10; 2 Tm 1.3-5; Pregação: Mc 7.5-13;
P. Ildo Franz – Jataí – GO

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia/Boa noite. Sejam todos bem vindos/as. Saúdo-vos com a palavra do Senhor, Lema para desta semana segundo as Senhas Diárias, que nos diz: “Jesus Cristo diz: Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim.” (Joao 10.14). Que o Senhor nos anime neste culto, nos dando ouvidos atentos para que por intermédio da sua palavra possamos ouvir e entender a voz do bom pastor.
Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
337 – HPD II – Reunidos aqui

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Estamos reunidos aqui neste culto, em nome de Deus Pai o Criador, Filho o Salvador, e o Espírito Santo o Consolador. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
332 – HPD II – Deus está aqui

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Somos lembrados pela palavra do Senhor que, diariamente pecamos e que necessitamos do amor, da graça e da misericórdia de nosso Deus, pois o pecado nos separa, afetando a nossa comunhão com ele e nossos semelhantes. Por isso queremos confessar nossos pecados diante de Deus.
Bondoso Deus e Pai. Somos-te gratos pelo teu amor e tua misericórdia. O salmista em seu clamor diz: “Quem pode ver os seus próprios erros? Purifica-me, Senhor das faltas que cometo sem perceber. Livra-me também dos pecados que cometo por vontade própria”. Por isso nos achegamos diante de ti o Deus, sem nada a oferecer, a não ser a nossa culpa e o nosso pecado. Pecados estes que cometemos em palavras, pensamentos ou em atitudes, contra ti, contra o nosso próximo, contra nós mesmos ou contra a tua criação. Rogamos-te Senhor. Perdoa-nos segundo a tua misericórdia, e ajuda-nos a viver a tua vontade. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
O salmista, diante da confissão do seu pecado declara, “Bem-aventurado aquele cuja iniqüidade é perdoada, cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não atribui iniqüidade e em cujo espírito não há dolo.” [Salmo 32.5]. Com a mesma certeza e convicção, recebamos também o perdão e o amor de Deus manifestado em Cristo Jesus nosso Senhor.

KYRIE
Quando nos reunimos em culto, somos comunidade que caminha junto e reparte as cargas uns dos outros. No entanto, não pensamos única e exclusivamente em nós mesmos, mas o nosso olhar volta-se para todas as pessoas que sofrem por não terem o “pão nosso de cada dia”, que lhes proporcione vida digna. Em especial neste dia queremos também lembrar todas as mães que estão sob os mais diferentes tipos de sofrimento, por isso queremos clamar Kyrie Eleison.
Pelas dores deste mundo...

GLÓRIA IN EXCELSIS
Por nos sentirmos abraçados e acolhidos em tua graça, queremos com alegria glorificar o teu Santo nome cantando Glória a Deus nas alturas:
Glória, glória, glória a Deus nas alturas. Glória, glória, glória, paz entre nós, paz entre nós.

ORAÇÃO DO DIA
Querido Deus, graças te rendemos, por tua bondade e amor para conosco. Somos gratos que em Jesus Cristo tu relevaste a tua face. Sabemos que continuas a te revelar entre nós por intermédio da tua Palavra e dos Sacramentos. Por isso clamamos, venha com teu Santo Espírito, abrir nossos ouvidos, nossa mente e o nosso coração, para que recebamos a tua palavra, e que está venha produzir frutos do teu reino entre nós. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Lucas 15.8-10;
2ª Leitura Bíblica: 2 Timóteo 1.3-5
3ª Leitura Bíblica: Marcos 7.5-13;

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
380 – HPD II – A tua palavra

PREGAÇÃO
Que a graça e a paz de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus o Pai, e a comunhão do Espírito Santo esteja conosco, nos trazendo entendimento da sua Palavra. Amém.
DIA DAS MÃES
Segundo historiadores, a comemoração dos dias das mães já era comemorada na Grécia antiga. No entanto, somente no início do século XVII, na Inglaterra começou-se a dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães das operárias inglesas. Nesse dia, as trabalhadoras tinham folga para ficar em casa com as mães.
Nos Estados Unidos, houveram algumas iniciativas para instituir o Dia das Mães. Mas Anna Jarvis ficou conhecida como a idealizadora da defesa por esta comemoração.
Anna, filha de pastor metodista, perdera sua mãe e entrara em grande depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Anna quis que a festa fosse estendida a lembrar todas as mães como um dia em que todas as crianças lembrassem e homenageassem suas mães. A ideia era fortalecer os laços familiares e o respeito pelos pais.
A primeira celebração oficial aconteceu em 26 de abril de 1910, quando o governador de Virgínia Ocidental incorporou o Dia das Mães ao calendário de datas comemorativas daquele estado. Rapidamente, outros estados norte-americanos aderiram à comemoração. Em 1914, foi estabelecido pelo então presidente dos Estados Unidos, o Dia Nacional das Mães no segundo domingo de maio.
Infelizmente em pouco tempo a data havia se tornado sinônimo de comércio e lucratividade. Anna passou praticamente toda a vida lutando para que as pessoas reconhecessem a importância das mães.
No Brasil, o primeiro Dia das Mães foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de maio.
Será o dia das mães somente no segundo domingo de maio? Será que somente neste dia os filhos/as devem demonstrar amor, afeto, carinho e homenageá-la?
Na leitura do Evangelho de Marcos ouvimos Jesus relembrando o quarto mandamento.
“Respeite o seu pai e a sua mãe” (Mc 7.10ª).
Como filhos/as somos desafiados por este mandamento de Deus a respeitar, honrar nosso pai, nossa mãe. Isso significa não desprezar nem irritá-los, mas amar, servir, obedecer, ouvir, querer o bem, enquanto eles viverem. A recompensa é vida prolongada. É uma promessa de Deus.
Vivemos em uma época em que filhos/as demonstram uma grande dificuldade com os limites e obediências. Muitos entendem que a obediência aos pais pertence somente ao passado, e geralmente vivem consequências drásticas diante das suas decisões liberais.
Quantos se perdem no mundo das drogas, quantos se envolvem no vício do alcoolismo. Atualmente assusta o número de adolescentes e jovens que consomem exageradamente bebidas alcoólicas. Vida prolongada tem haver com obediência, com limites.
O comércio usa a data do “Dia das Mães” como especial momento de faturar mais e, obviamente engordar seus lucros. Mas será que isso contribui para que as pessoas aumentem sua capacidade de perceber a grandeza do que significa ser filho/a? Do que significa ter uma mãe? Qual o significado da maternidade?
Enquanto uns festejam, presenteiam, abraçam e beijam sua mãe querida, outros sentem a dor e até choram por não mais tê-la nesta vida. Nesse caso, o que fica é a lembrança e o incentivo para aproveitar as oportunidades. Mas, como nós aproveitamos e festejamos o Dia das Mães?
Existem aqueles que festejam a data de forma superficial, no embalo da movimentação, sabendo que não honraram a sua mãe de forma digna. Há os que, no peso da consciência, acreditam que podem compensar tudo com um bom presente ou um belo ramalhete de flores. Talvez isso até seja um começo, mas o relacionamento de mães e filhos tem um sentido muito mais profundo, e este relacionamento não está disponível para compra, mas sim como fruto do cultivo de intimidade a partir dos diálogos, da amizade e da vivência a partir da vontade e da Palavra de Deus.
No texto de 2 Timóteo 1.3-5, o apóstolo Paulo lembra o exemplo de espiritualidade e vivência da fé que Timóteo herdou da sua mãe Eunice e sua avó Lóide.
Paulo fala em “fé sincera”, sem fingimento, autêntica. Como é bom quando o testemunho de fé pode ser visualizado pelas pessoas, mas muito mais ainda, quando serve de exemplo para aqueles que vivem ao nosso redor.
Diante disso podemos dizer que as reflexões sobre e neste Dia das Mães são importantes para nós! Acima de tudo porque como filhos/as, somos desafiados/as a honrar, amar e demonstrar o amor a estas lindas mulheres que cuidaram (e cuidam) de nós com tanto carinho e entrega. Somos desafiados a amar inclusive àquelas que, talvez, por terem faltando-lhes amor, não souberam amar a seus filhos como deveriam.
Como mães (em conjunto com os pais), há o desafio de educar os filhos/as na fé cristã em palavras e atitudes, para que os filhos/as quando olharem para seus pais possam encontrar uma referência clara e evidente de fé sincera, sem fingimento.
Alguém certa vez escreveu: “Mães não são peças perfeitas; são humanas, com manhas e artimanhas, passíveis de cometerem erros, de sentimentos mistos, de doação, de amor e educadoras com repreensão. Mãe especial é aquela que se coloca a cada dia nas mãos de Deus, que Lhe pede auxílio para SER MÃE íntegra a cada dia”.
Mesmo sabendo que as mães não são pessoas perfeitas, mas com seus erros e acertos, com suas imperfeições e qualidades, queremos neste dia reconhecer que Deus as chamou para servi-lo em amor e doação para dentro deste mundo.
EXEMPLO:
Conta-se que numa pequena vila no norte da Itália, existe numa praça central, um monumento, uma estátua, que representa uma mãe com duas crianças. E todo ano, no Dia das Mães, os moradores daquela vila se reúnem e deixam flores aos pés daquele monumento.
Eles fazem isto porque aquela estátua foi erguida em homenagem a uma MÃE muito especial daquela vila. Uma mãe que certa vez foi fazer as compras na cidade, mais ou menos perto; dava uma hora de caminhada por uma estradinha, uma trilha no meio da floresta.
Mas, era inverno, e quando ela voltava com os seus dois filhinhos, começou a nevar. A neve que caía era tanta, que chegou a encobrir todo o caminho! Assim, a mãe que caminhava com as duas crianças se perdeu, não achava mais a trilha naquela floresta! - Anoiteceu, e os filhos já cansados não conseguiam mais caminhar. Eles corriam risco de vida! Na neve, a temperatura chegava abaixo de zero.
Aí a mãe não teve outra solução: Ela colocou as crianças debaixo de uma árvore onde não havia muita neve. Depois a mãe tirou os seus agasalhos, sua própria roupa para cobrir as crianças, e também se deitou sobre as crianças a fim de protegê-las do frio. Durante toda a noite outras pessoas da vila ficaram procurando a mãe com as duas crianças. Mas, só no outro dia elas foram encontradas. Os filhos estavam vivos, mas a mãe estava sem vida.
Desejamos que o Senhor nosso Deus conceda diariamente o seu amor para todas as mamães, a fim de viverem este amor para com seus filhos/as. Que o Senhor conceda diariamente, que nós filhos/as possamos respeitá-las, honrá-las, amá-las, servi-las, obedecê-las, ouvi-las, querê-las bem, enquanto Deus permitir que elas vivam conosco.
Roguemos também a Deus para que ele as abençoe a cada dia para que possam dar bom testemunho da sua fé, sendo assim exemplo para aqueles que com elas convivem.
Parabéns a todas as mães por este dia especial. Amém!
HINO
415 – HPD II – Palavra não foi feita para dividir

CONFISSÃO DE FÉ
Em resposta a palavra que ouvimos, somos convidados a confessarmos a nossa fé no trino Deus. Queremos fazê-lo com as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai,...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
286 – HPD I – Obrigado Pai celeste


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Amado Deus e Pai. Ao findar desta celebração queremos confiar aos teus cuidados todos os motivos que foram citados. (.............) Também queremos colocar diante de ti, todas as pessoas que sofrem e esperam de ti o socorro. Pedimos pelas pessoas enfermas, se for do teu querer, restabeleça-lhes a saúde. Por aquelas que sofrem com a violência, permita que experimentem a verdadeira paz. Pelas pessoas enlutadas, conceda-lhes o consolo e o conforto, alimentando a firme esperança da vida eterna. Abençoa toda a tua Igreja, para que em fidelidade possa ser testemunha de uma fé sincera e sem fingimento, para que pessoas que ainda não te conhecem, possam experimentar vida plena em Ti. Oramos por todas as autoridades de nosso país, estado e município, que possam governar segundo o teu propósito, para que haja sinais concretos de vida digna para todo o povo. Em especial rogamos as mais ricas bênçãos sobre todas as mamães. Conceda a cada dia a elas o teu amor e fortalece-as na fé. Aos filhos/as, concede espírito de gratidão e amor para que respeitem suas mães. Tudo aquilo que está em nossos corações que não citamos, queremos depositar na tua presença quando juntos oramos a oração que teu Filho nos ensinou dizendo...

PAI NOSSO
Pai nosso...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
“O Senhor te abençoe e te guarde, o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti. Ó Senhor sobre ti levante a sua face e te dê a sua paz.” Amém.

ENVIO
Ide em paz, e servi ao Senhor com muita alegria, dando testemunhando de nossa fé e do nosso amor e respeito pelas mães que Deus nos presenteou. Abençoado Dia das Mães!

CANTO FINAL
350 – HPD II – Que a graça do Senhor Jesus


Autor(a): Ildo Franz
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Domingo: Páscoa
Perfil do Domingo: 4º Domingo da Páscoa
Testamento: Novo / Livro: Marcos / Capitulo: 7 / Versículo Inicial: 5 / Versículo Final: 13
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2014
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 26210

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

A Deus, aos pais e aos mestres, nunca se poderá agradecer e recompensar de modo suficiente.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Assim diz o Senhor: Buscai-me e vivei.
Amós 5.4
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br