Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Mateus 13.24-30 - 6º Domingo após Pentecostes - 20.07.2014

Caderno de Cultos 2014

20/07/2014

20/07/2014 – 6º Domingo após Pentecostes
Pregação: Mt 13.24-30, 36-43; Leituras: Is 44.6-8; Rm 8.12-25
Cand. ao Min. Past. Adriel Raach – Vera - MT

     LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Sejam todos e todas muito bem vindos a este culto. Quero acolhê-los com as palavras bíblicas de Mateus 13, versículo 23, que dizem o seguinte:
“E as sementes que foram semeadas em terra boa são aquelas pessoas que ouvem, e entendem a mensagem, e produzem uma grande colheita: umas cem; outras sessenta; e ainda outras, trinta vezes mais do que foi semeado.”

Sejamos nós terra boa também neste momento de culto, onde Deus quer nos servir com a semente da palavra das Sagradas Escrituras, dos cantos, das orações e especialmente da comunhão que queremos ter uns com os outros.
Amém.

Acolher os/as visitantes: Vocês que nos visitam, se quiserem se identificar (...) ... sejam bem-vindos à casa de Deus. Sintam-se bem entre nós.

CANTO DE ENTRADA
Nº 333 – HPD 2 – Estamos aqui, Senhor

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
A Graça do Senhor Jesus, o amor de Deus, o Pai e a Comunhão do Espírito Santo esteja conosco, neste culto. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 133 – HPD 1 – A graça do nosso Senhor

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Querido Deus e Pai de misericórdia, colocamo-nos na tua presença neste culto para pedir-te perdão. Perdoa-nos pelas vezes que te desobedecemos, pelas vezes que não demos ouvidos ao que tu nos ensinas através da tua palavra. Tu nos disseste para amar uns aos outros, e pedistes para não julgarmos a ninguém para que não sejamos julgamos. Sentimos o peso do nosso pecado, pois, por mais que nos esforcemos, sempre de novo subjugamos os outros em detrimento ao que nós pensamos ser o certo. Perdoa-nos quando agimos precipitadamente, no intuito de retirar o joio dentre o trigo, esquecendo-nos de que esta tarefa cabe somente a ti. Por Cristo Jesus, nosso Senhor, amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
“Se confessarmos os nossos pecados, Deus é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de todo injustiça.” A você que se arrepende sinceramente, por ordem de Jesus Cristo, seus pecados estão perdoados, em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

KYRIE
-Kyrie eleison: Participamos de uma Igreja que crê na vida em abundância em Cristo, que é solidária, e que testemunha a fé, envolvendo-se em todas as partes onde a criação de Deus sofre. Sozinhos, nada podemos. Por isso, clamamos pela piedade de Deus, cantando:

“♫ Pelas dores deste mundo, ó Senhor, imploramos piedade.
A um só tempo geme a criação. Teus ouvidos se inclinam ao clamor,
desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação.
A tua paz, bendita e irmanada com a justiça.
Abrace o mundo inteiro, tem compaixão.
O teu poder sustente o testemunho do teu povo.
Teu reino venha a nós. Kyrie Eleison. ♫”

GLÓRIA IN EXCELSIS
E porque o nosso Deus é um Deus que nos ouve, nos conhece e está sempre ao nosso lado, queremos dar glórias a Ele, cantando:

♫Glória, glória, glória a Deus nas alturas.
Glória, glória, paz entre nós, paz entre nós. ♫

ORAÇÃO DO DIA
Senhor nosso Deus, Pai de Jesus Cristo, e que vieste a nós através do Espírito Santo. Tu que nos ensinaste através da parábola do trigo e joio que devemos deixar joio e trigo crescerem juntos, da qual entendemos que somente tu és capaz de separar os bons e os maus. Ensina-nos neste culto a sermos mais acolhedores e amáveis uns com os outros. Ensina-nos a julgar menos e a partilhar mais do amor que vem de ti. Fala a nós através da tua santa palavra. Por Jesus Cristo, nosso Senhor, que contigo e com o Espírito Santo, vive e Reina, hoje e sempre. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Is 44.6-8

2ª Leitura Bíblica: Rm 8.12-25

Aclamação do Evangelho:
Coloquemo-nos de pé e aclamemos à leitura do Evangelho cantando Aleluia

♫Aleluia, aleluia, aleluia, alelu - - - ia.
Aleluia, aleluia, aleluia, alelu - - - ia.♫

3ª Leitura Bíblica: Mt 13.24-30, 36-43

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 380 - HPD 2 – A tua palavra é semente

PREGAÇÃO

A graça do nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo esteja com todos e todas vocês. Amém.
Cara comunidade. Talvez alguns de vocês, ou talvez muitos, ou talvez todos vocês, sabem o trabalho que dá plantar e colher. Entre um e outro há muito mais que apenas o “plantar e colher”. É preciso preparar a terra, adubar, misturar, plainar, limpar o terreno... Depois é preciso preparar as sementes, as sementeiras, os semeadores, os instrumentos de trabalho etc. Depois, dependendo da plantação e dependendo do clima, é preciso também irrigar, controlar as pragas, zelar pelo bom crescimento da planta. Depois de todo esse processo, se tudo correu dentro dos conformes, só então a colheita pode ser feita. Mas, que colheita teremos? Quanto produziu? O que é aproveitável e o que não é? São todas respostas que só teremos ao final da colheita. Podemos até fazer previsões, planos, leitura de área, etc. Mas, o resultado final, só teremos com a colheita feita.

Assim, quando Jesus conta ao povo a parábola do joio, ele quer fazer esta comparação do seu reino com uma plantação de trigo. Ele diz que no meio do trigo, há de nascer o joio, ou seja, uma erva daninha, uma planta bem parecida com o trigo, mas que não produz nada e só serve para ser jogada ao fogo. Porém, ele diz: “Deixem o trigo e o joio crescerem juntos até o tempo da colheita.”

O risco era de que, na tentativa de retirar o joio em meio ao trigo, os empregados acabassem arrancando também o trigo, prejudicando a colheita. O patrão deixa uma ordem clara, no versículo 30b: “Então eu direi aos trabalhadores que vão fazer a colheita: ‘arranquem primeiro o joio e amarrem em feixes para ser queimado. Depois colham o trigo e ponham no meu depósito. ’”

O ímpeto dos empregados é logo de dizer: “Patrão, o Senhor quer que a gente arranque o joio?” E a resposta do patrão é “não”!

Então, porque é que nós ainda insistimos em separar, do nosso jeito, o trigo do joio? Será que nos consideramos belos feixes de trigo? Sentimo-nos ameaçados pelo joio?

Ler Mt 13.36b-43

O nosso mundo, meus irmãos e minhas irmãs, é como uma plantação de trigo. Talvez uns o considerem uma plantação de joio, numa outra análise. Porém, Deus pôs sementes boas, para darem bons frutos, para produzirem muito, como ouvimos no versículo de acolhida deste culto: “E as sementes que foram semeadas em terra boa são aquelas pessoas que ouvem, e entendem a mensagem, e produzem uma grande colheita: umas cem; outras, sessenta; e ainda outras, trinta vezes mais do que foi semeado.”

Mas de onde vieram as sementes ruins, perguntam os empregados, no versículo 27, e o patrão responde: “Foi algum inimigo que fez isso!”

Então cabe a nós arrancar todas as plantas que crescem dessas sementes ruins, semeadas pelo inimigo, nós vamos acabar com tudo!!! E o patrão diz: “não!”

Cara comunidade, Jesus faz esta comparação para nos dizer que não devemos julgar as pessoas. Não cabe a nós classificar o trigo e o joio. Pois todos nós, ora somos trigo, ora somos joio. Ora somos pessoas boas, ora somos pecadores. E só quem sabe separar é o patrão, Deus. Ele é quem fará esta separação na colheita. Só então saberemos como será a colheita, quanto ela irá render.

A nossa tarefa é cuidar da plantação. Semear sempre boas sementes, fazer crescer as sementes do bem, semeados por Deus, e adubar a terra sempre com a palavra das Sagradas Escrituras. Não arrancar o joio, mas também não deixar espaço para o mau na nossa vida. Buscar sempre orientar-nos pelo que o patrão nos diz, quando ele nos quer adubar, e fazer crescer através da palavra, da vida em comunidade, do serviço de amor ao próximo.

Sejamos nós trigo, sejamos nós pacientes e confiantes no julgamento de Deus, o único capaz de fazê-lo. Deixemos essa tarefa a Ele.
E que a paz de Deus, que excede todo o nosso entendimento, guarde nossos corações e nossas mentes em Cristo Jesus. Amém.


HINO:
Nº 431 - HPD 2 – Sabor e brilho

CONFISSÃO DE FÉ
Certos da nossa fé, que vem de Deus através das sementes que Ele espalha neste mundo e em nós, dizemos juntos as palavras do credo apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 419 – HPD 2 – Na mesa do amor


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5

Senhor, Deus todo- poderoso, em teu nome iniciamos este culto, e com a tua bênção queremos voltar aos nossos lares. Agradecemos-te porque falaste a nós e porque podemos encontrar-nos na promessa da tua misericórdia e do teu poder.

Não nos permitas pensar que este culto está terminado agora. Não nos deixes esquecer de que tu nos deste a missão de levarmos a nossa fé à prática vivencial e de sermos tuas testemunhas, cuidando bem da tua plantação neste mundo, e buscando sempre as sementes do bem.

Senhor, diante disso, nós nos sentimos, muitas vezes, tão desajeitados, incapazes e fracos. Temos medo de passarmos vergonha se mencionarmos o teu nome, se tentamos de algum modo semear o bem. Tememos o sorriso arrogante (a gozação) daqueles que fazem pouco caso de ti.

Senhor, vence a nossa fraqueza de ânimo e falta de coragem que não confia em ti. Liberta-nos para a confissão convincente e compreensível da tua vontade. Não permitas que desistamos quando não somos atendidos, entendidos ou aceitos, porque sabemos que tu nos defendes, assistes e aceitas.

Fortalece, em especial, aqueles que se dedicam de tempo integral ao serviço da missão de proclamar o teu Evangelho. Concede-lhes palavras sinceras e honestas quando falam de ti e permite que sua palavra se torne tua palavra.
Abençoa todo o esforço leal que visa levar, também por caminhos novos e através de formas ainda não costumeiras, pessoas mais para junto de ti, tirando-as de sua velha atitude negativa e de seu indiferentismo.

Compadece-te de todas as pessoas que te buscam sinceramente. Faze surgir também em nossa comunidade um perguntar inquieto e ardente por teu Evangelho. Por nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que nos ensinou a orar: Pai Nosso...

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor te abençoe e te guarde. O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti. O Senhor, sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.
Assim, abençoe-te o Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

ENVIO
Vão em paz e Sirvam ao Senhor com alegria, podendo sempre dar graças a Deus!

CANTO FINAL
Nº 455 – HPD 2 – Cada dia o dia inteiro


Autor(a): Adriel Raach
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 6º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Mateus / Capitulo: 13 / Versículo Inicial: 24 / Versículo Final: 30
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2014
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 28591

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Quando Deus não está no barco, não se navega bem.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Toda a vida dos crentes não é outra coisa senão louvor e gratidão a Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br