Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Romanos 12.9-21 - 12º Domingo após Pentecostes - 31.08.2014

Caderno de Cultos 2014

31/08/2014

31/08/2014 – 12º Domingo após Pentecostes
Jr 15.15-21; Mt 16.21-28; Pregação: Rm 12.9-21
P. Nilo O. Christmann – Sínodo MT - Cuiabá

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
“Ó Senhor, eu sou teu, e por isso as tuas palavras encheram o meu coração de alegria e felicidade” (Jr 15.16). Com essas palavras do profeta Jeremias, que são o lema para esta semana, saudamos a todos que vieram para este culto. Hoje também nós somos convidados a dizer como Jeremias: Senhor, sou teu! Que a comunhão, o louvor e orientação da Palavra nos encham de alegria e nos animem a servir a Deus e ao próximo, com renovada disposição. 

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 260 HPD 1 – Cantai ao Senhor um cântico novo

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Estamos reunidos em culto e o fazemos em nome de Deus, Pai e Criador; de Deus Filho, Senhor e Salvador, e em nome do Espírito Santo, Consolador e Animador. Amém. Invocamos o Deus Triúno cantando

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº - 473 HPD 2 – Em tua presença

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS

Senhor, nosso bondoso Deus! Temos muitos motivos para agradecer. Mas, antes de tudo, queremos reconhecer que sequer somos dignos de estar na tua presença. Reconhecemos e confessamos o nosso pecado. Confessamos que, muitas vezes, agimos mal, por não buscar pela tua orientação e pela tua vontade, preferindo confiar em nós mesmos. Reconhecemos que falhamos na prática do amor em relação às outras pessoas. Em especial temos dificuldade em amar aqueles que pensam diferente do que nós. Reconhecemos, Senhor, que nos afastamos de ti e machucamos o nosso próximo com palavras, atitudes e omissões. Por isso, pedimos pelo teu perdão e pela tua misericórdia. Em nome de Jesus. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Os ouvidos de Deus são sensíveis ao clamor daqueles que o buscam em humildade e sinceridade. “Assim como é grande a distância entre o céu e a terra, assim é grande o seu amor por aqueles que o temem. Quanto o Oriente está longe do Ocidente, assim ele afasta de nós os nossos pecados” (Salmo 113.11-12). Anuncio que os teus pecados estão perdoados.  Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

KYRIE
Deus é Deus de misericórdia e de bondade, que se compadece dos que sofrem. E o sofrimento neste mundo se faz presente de várias maneiras: crianças vítimas da fome e de maus tratos, jovens dependentes de drogas; casais com dificuldade de viver em harmonia; pessoas vítimas de injustiça e violência, sob as mais variadas formas; pessoas que não vêem sentido na vida e perderam a esperança; idosos que não são cuidados como deveriam. Por estas dores e por todas as outras que não mencionamos clamamos a Deus, cantando

Kyrie – Pelas dores deste mundo, ó Senhor.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Porque Deus, em seu amor e em sua bondade, ouve e acolhe os nossos pedidos glorifiquemos o seu nome cantando Glória, glória, glória a Deus nas alturas...

ORAÇÃO DO DIA
Oremos: Senhor! Somos tua comunidade, reunida e agradecida pelas muitas dádivas que nos concedes. Agradecemos pela vida, pelo presente da salvação e pela presença nas alegrias e também nas horas mais difíceis. Agradecemos também pela comunidade e pela oportunidade de termos o convívio de irmãos e irmãs na fé. Ao mesmo tempo, nos reconhecemos carentes da tua orientação da tua palavra. Não sabemos andar sozinhos. Precisamos, Senhor, que sempre de novo nos mostres o caminho a seguir. Que a tua mão esteja estendida sobre nós. Em nome de Jesus. Amém.
CANTO
Nº - 452 HPD 2 – Senhor, eu quero amar-te
Ou nº .............

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Jr 15.15-21

2ª Leitura Bíblica: Mt 16.21-28 – Cantemos Aleluia

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº - 380 HPD 2 – A tua palavra é semente
Ou nº ......................

PREGAÇÃO – Rm 12.9-21

Estimados irmãos e irmãs! Estimada comunidade!

“Não venha me dizer o que eu devo ou não fazer!”. É muito provável que todos já tenhamos ouvido ou dito semelhante frase. Ela surge quando alguém quer dar palpite ou quer nos dar um conselho em determinada situação. Esta postura é característica do ser humano, pois ele quer ser dono do seu nariz e agir conforme o próprio entendimento. Assim já foi com Adão e Eva ao não se convencerem da orientação dada por Deus. Julgando-se sabedores do que lhes convinha, ousaram querer ser iguais a Deus. Amargaram as consequências do seu orgulho e viram que não eram tão sábios quanto pensavam. Carregamos conosco um bocado de Adão e Eva, a tal ponto de Lutero dizer que precisamos afogar a cada dia o velho homem que está dentro de nós.

Se analisarmos com humildade a nossa vida pessoal e familiar, se analisarmos com humildade a nossa vida de comunidade e sociedade, torna-se fácil reconhecer que precisamos de orientação. Claro, não precisamos de um palpite qualquer, mas de conselhos e ensinamentos que sejam pautados na Palavra de Deus.  Pois bem, o apóstolo Paulo escreve à comunidade de Roma, comunidade que ele sequer conhecia. Ao longo da carta expõe pontos centrais da vida de fé, acentuando que a salvação do ser humano não está nele próprio, mas é dádiva de Deus. E no capítulo 12.9-21, texto que lemos há pouco, encontra-se uma lista de preciosas orientações. Orientações que podem e querem fazer a diferença também em nossa vida.

De saída, os membros da comunidade são exortados a praticar um amor sincero e autêntico, sem fingimentos e hipocrisia. Em nosso tempo a palavra amor está desgastada. Muitas vezes o amor é reduzido a um sentimento. No entanto, o amor aqui mencionado vai muito além de um sentimento. Como vemos na sequência do texto, o amor se expressa em atitudes bem concretas, válidas para a vida familiar, comunitária e do cotidiano. É um amor que nos aproxima dos outros e faz com que nos empenhemos por aquilo que é bom e construtivo. É um amor que se esforça para tratar as outras pessoas com respeito, sejam quem elas forem. É um amor capaz de suportar sofrimentos, pois estes fazem parte da vida de fé, assim como já experimentado pelo profeta Jeremias.  Também Jesus, ao preparar os seus discípulos deixou claro que a cruz faz parte da vida dos cristãos. Além de suportar dificuldades, a amor é solidário, capaz de repartir com quem precisa e capaz de acolher e de ser hospitaleiro. O amor que se pede compartilha alegria quando há razões para tanto e sofre e chora com a dor das outras pessoas. Em resumo, a comunidade de Jesus Cristo é chamada a praticar um amor, onde as pessoas cuidam umas das outras.

Mas, isso ainda não é tudo. O amor que se pede de quem confessa Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador é um amor que inclui os inimigos. Inclui aqueles que não gostam da gente e de quem não gostamos. O próprio Jesus falou sobre isso quando disse que se amamos apenas aqueles que nos amam, então não fazemos nenhuma diferença, pois isso todos fazem. Sim, o amor cristão inclui os inimigos. Não nos é permitido desejar-lhes o mal. Ao contrário, também a eles devemos fazer o bem, pedindo que Deus os abençoe. Ou seja, o amor que somos chamados a praticar inclui a capacidade de perdoar. Inclui que sejamos promotores da paz, que as encrencas não iniciem por nossa causa e que sejamos os primeiros a procurar pela sua superação.

Estimados irmãos e irmãs!

É provável que ao ouvir o que está sendo pedido sejamos levados a pensar que não somos capazes de praticar tal do amor. De fato, não somos capazes. Notemos, no entanto, que ao longo da lista de virtudes mencionadas no texto, há breves indicativos que fazem toda a diferença diante da nossa incapacidade. O principal deles está no versículo 12, que chama a sermos perseverantes na oração. Ora, a oração é a principal maneira de reconhecer a nossa absoluta dependência de Deus. A oração também é o meio de reconhecer diante de Deus a nossa dificuldade para amar com tamanha intensidade. A oração é o caminho para pedirmos que Deus nos ajude e capacite para amar. A oração é o caminho, possivelmente o único, que pode nos tornar capazes de amar os inimigos, de perdoá-los e de fazer-lhes o bem.

O apóstolo Paulo, que escreve estas palavras, foi um grande perseguidor dos cristãos, capaz de muitas maldades. Mas, ele experimentou o cuidado, a bondade, o perdão e a misericórdia de Deus em sua vida. Como poucos, ele passou a reconhecer  a salvação como um grande presente. Também por isso, no início do capítulo 12 da carta aos romanos, antes de dar qualquer conselho ou orientação, ele diz que a razão e a motivação para o testemunho são a grande misericórdia e a bondade de Deus. Como vimos no início, o velho Adão e a velha Eva que habitam em nós não querem ouvir tantas orientações e conselhos sobre a nossa maneira de viver. No entanto, quando consideramos o que Deus fez em nosso favor, oferecendo-nos perdão e salvação, então podemos ser sábios ao ponto de reconhecer que a prática deste amor exigente faz, sim, a diferença num mundo onde cada um é levado a pensar apenas em si mesmo.

Que Deus nos ajude para que aumente a nossa gratidão por tudo o que ele fez por nós; que cresça a prática do amor entre nós como testemunho sincero da nossa fé; que, no que depender de nós, haja paz na família, na comunidade e na sociedade; que perseveremos em oração, rogando por humildade e pela ajuda de Deus. 

Amém

HINO
Nº - 414 HPD 2 – Quem quer cantar do amor
Ou nº ...............

CONFISSÃO DE FÉ
Assim como fizeram os primeiros cristãos e outros tantos no decorrer dos séculos, assim também nós queremos confessar a nossa fé:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO – (A oferta do culto é local; orientar-se junto às lideranças para poder compartilhar o destino que foi dado) Enquanto as ofertas são recolhidas, cantamos o hino...
Nº - 254 HPD 1 – Senhor meu Deus
Ou nº ..................

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração: (Neste momento quem estiver conduzindo o culto pode pedir à comunidade pelos motivos de intercessão que as pessoas querem incluir. Caso sentir à vontade, pode em seguida dirigir uma oração a Deus incluindo estes e outros pedidos, sem esquecer dos aniversariantes. Caso tenha dificuldade em fazer esta oração, simplesmente convida a comunidade a orar o Pai Nosso e, com ele, as diversas intercessões são colocadas diante de Deus)
Aniversariantes:
1._______________________________________________________
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor te acompanhe ao partires deste lugar;
Que vá à tua frente para iluminar teu caminho;
Que caminhe ao teu lado para ser sempre teu amigo;
Que vá atrás de ti para proteger-te de qualquer dano;
Que seus braços carinhosos estejam debaixo de ti para te sustentar quando o caminho for difícil e    estiveres muito cansado;
Que esteja sobre ti para te cuidar, a ti e a todos que amas.
E, sobretudo, que Deus viva em teu coração para dar-te sua alegria e sua paz para sempre. Amém.

ENVIO
Agora vão. Busquem servir ao Senhor segundo o exemplo de Jesus Cristo, que não veio para ser servido, mas para servir. Vão em paz e sirvam ao Senhor com alegria e com muito amor em seus corações. Amém.

CANTO FINAL
Nº 478 – HPD 2 – Logo de manhã
Ou nº ...........


 


Autor(a): Nilo Christmann
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 12º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Romanos / Capitulo: 12 / Versículo Inicial: 9 / Versículo Final: 21
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2014
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 29331

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Quem quiser ser cristão, que aprenda a abrir mão de toda preocupação e de todo pensamento angustioso e coloque-os nas costas de Deus, pois Ele tem ombros fortes e é bem capaz de carregá-los.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Cristo, juntamente com todos os santos, assume a nossa forma pelo seu amor, luta ao nosso lado contra o pecado, a morte e todo o mal. Em consequência, inflamados de amor, nós assumimos a sua forma, confiamos em sua justiça, vida e bem-aventurança.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br