Diaconia - A fé ativa pelo amor



ID: 2660

Fazer o que você gosta é liberdade; gostar do que você faz é felicidade

parcialmente com Libras

22/08/2020

frente da igreja
rampa de acesso
1 | 1
Ampliar


Estamos na Semana Nacional da Pessoa com Deficiência do 21 ao 28 de agosto e nesta celebração vamos fazer uso de alguns recursos de acessibilidade para que mais pessoas possam participar e celebrar o amor de Deus por cada um e cada uma de nós.

Pregação baseada em Romanos 12.1-8
Seguidamente a gente pergunta ou é perguntada: Como foi o seu dia? A resposta que recebemos é muitas vezes curta demais para abranger todo o presente dado por Deus naquele dia que acabamos de experimentar. Uma boa pergunta a nos fazer todas as noites é: Onde estava Deus em minha vida hoje? Vejam, todo o nosso trabalho não é mais do que uma coletânea dos dons de Deus. O texto de hoje, nos exorta a usar o dom do incentivo. Deus usa as palavras gentis e atenciosas dos outros para nos motivar a agir.
Uma das tarefas mais difíceis para mim no Ensino Confirmatório, no ensino da fé com adolescentes e pré-adolescentes é ajuda-los a reconhecer os dons que eles têm. Esses jovens geralmente pensam que não tem nada de bom na sua vida, que não sabem fazer nada bem. E devagarzinho, vão descobrindo como sabem muita coisa, como são pessoas muito inteligentes, amáveis, cuidadosas para consigo, mas especialmente para com os demais. Os confirmandos e as confirmandas descobrem que todos nós temos sido abençoados com uma vocação ou chamado de Deus. Nossa vocação é, antes de tudo, estar a serviço dos outros, porque a vida cristã é uma existência centrada no outro. O maior serviço que podemos prestar a nosso Senhor está na esfera comum da vida cotidiana. Tudo o que fazemos de segunda a sábado se torna um ato de louvor quando feito por amor a Deus e ao próximo. Não precisamos esperar ao domingo para celebrar culto ao nosso Deus.
Deus nos fez e nos deu dons para nos encorajar e nos fortalecer mutuamente. Precisamos uns dos outros mais do que pensamos. Deus quer que sejamos co-criadores do ânimo uns dos outros. Nossa vocação tem mais a ver com o que aportamos na vida do que com o que dela tiramos. Um texto que li recentemente dizia: Fazer o que você gosta é liberdade; gostar do que você faz é felicidade. Deus não quer que a vida seja um acontecimento sem alegria.
Deus está trabalhando em nossa vocação também para abençoar o que fazemos de formas inesperadas. Nosso trabalho é, de fato, um disfarce por trás do qual Deus age. Nossa vocação não é para ser um fardo colocado sobre nós, mas sim, o lugar onde experimentamos a graça divina.
Gostaríamos que Deus removesse nossas fraquezas e imperfeições, mas Deus permite que algumas delas permaneçam. A consciência de nossas próprias fraquezas pode nos tornar mais solidários com as falhas e necessidades dos outros. Acima de tudo, queremos ser tratados assim como nosso Senhor nos trata. Após sua conversão no caminho de Damasco, o Apóstolo Paulo nunca mais pode olhar outra pessoa cristã sem ver Jesus no seu rosto. A doutrina cristã da vocação não consiste em ter mais coisas para fazer, mas em descobrir as coisas boas que Deus está fazendo em nossa vida, apesar dos nossos defeitos e erros que são tão evidentes para nós e para os outros.
Nem todos os empregos são igualmente agradáveis, mas nosso Senhor pode usar todo o trabalho que lhe é oferecido para seus bons propósitos a longo prazo. Nossa vida diária como cristãos é comparada à caminhada no Novo Testamento, porque caminhar envolve um progresso lento, constante e pouco espetacular. Nossa vocação também envolve tirar tempo para desfrutar da beleza da criação de Deus e passar tempo com os membros da família e amigos, participar de atividades relaxantes e repousantes. Também servimos a Deus descansando, passando tempo em nossos hobbies e atividades de lazer.
O espírito em que agimos como cristãos durante a semana faz a diferença. Os cristãos animados são um bem inestimável em qualquer comunidade de fé. Que Deus permita que isso seja dito de todos os membros desta paróquia: Olhem como essas pessoas são animadas! Verdadeiramente, Deus está fazendo coisas surpreendentes entre nós. Isso, não é maravilhoso?

Culto com participação de Eder Targino (piano), Lélia Brazil (flauta), Reinhard Braun (voz), Pastor José Kowalska, Pastora Presidente Silvia Genz (mensagem da Presidência) e as pessoas interpretes de Libras de quem não sabemos os seus nomes.
O culto de hoje teve como apoio os subsídios da Coordenação de Diaconia e Programa Diaconia Inclusão da IECLB.


Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste / Paróquia: Rio de Janeiro - Bom Samaritano (Ipanema-RJ)
Área: Missão / Nível: Missão - Coronavírus
Área: Missão / Nível: Missão - Diaconia / Subnível: Missão - Diaconia - Pessoa com Deficiência
Testamento: Novo / Livro: Romanos / Capitulo: 12 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 8
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Celebração
ID: 58489
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

A fé é um contínuo e persistente olhar para Cristo.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Deus enxerga as profundezas do coração, enxerga mais profundamente que nós.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br