Diaconia - A fé ativa pelo amor



ID: 2660

Suicídio. Não precisa terminar assim

12/09/2019

SUICÍDIO

Não precisa terminar assim

P. Clovis Horst Lindner
P. Rafael Coelho
Jornal O CAMINHO, setembro de 2019

O suicídio tem saída? A fé ajuda ou atrapalha? Como podemos ajudar? Num primeiro momento, deve-se desmistificar o tema. Não é verdade que abordar o tema estimula o ato. Também não confere que a pessoa que se suicida quer morrer. Nem pense em menosprezar qualquer alusão ao suicídio. Também não minimize a intenção anunciada, pois o risco de que seja levada a cabo é grande. E também não é verdade que a decisão é repentina e impensada. Por outro lado, também é mito que quem tenta uma vez vai tentar até conseguir, ou que só entra nessa quem tem problemas mentais, psicológicos, econômicos ou, mesmo, de fé.

Para começar a ajudar, de verdade, é preciso entender alguns pontos. O primeiro, é ver que tratar do tema abre novas opções para quem pensa em suicídio e pode levar a pessoa a repensar sua decisão radical. Em segundo lugar, deve-se levar muito a sério qualquer ameaça ou alusão a querer pôr fim à própria vida. Não é brincadeira! A pessoa precisa de ajuda, inclusive profissional. Não se trata só de poupar uma vida, mas de resolver a dor que atormenta a pessoa e causa pensamentos suicidas. Por fim, o assunto requer amor fraterno. Nossa sociedade é cruel com quem não é feliz, não encontra o caminho ou não corresponde. Os piores inimigos são a meritocracia e o julgamento implacável. Oração ajuda, mas um abraço, ouvidos atentos e a abordagem consciente são fundamentais. Assim, o primeiro passo, também dentro da igreja, é quebrar o silêncio sobre o tema. Em seguida, busque orientação profissional para o debate. Em sua comunidade, abra uma roda de conversa sobre o assunto. Você irá surpreender-se com os resultados.


Veja também: Suicídio, tema mais do que urgente
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Deus, ao atender uma oração, atende-a de modo maravilhoso e rico, assim que o coração humano é por demais apertado para poder compreendê-lo.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Ó Deus, meu libertador, tu tens sido a minha ajuda. Não me deixes, não me abandones.
Salmo 27.9
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br