Missão com Pessoas Idosas



ID: 2782

A instituição Bethesda - O desenvolvimento de sua missão diaconal na 2ª. Região Eclesiástica e no contexto da IECLB

01/08/1987

 

A instituição Bethesda

O desenvolvimento de sua missão diaconal na 2ª. Região Eclesiástica e no contexto da IECLB

Uma fé viva manifesta-se na prática de amor. Este desafio foi lançada em 1934 no Concílio da Igreja Luterana no Brasil em Joinville num estudo sobre o serviço diaconal das Comunidades. O presbitério da paróquia de Pirabeirada junto com o P. Wilhelm Dommel ouviram e aceitaram a missão: Queremos ser ativos, queremos construir um lar para idosos desamparados e desvalidos.

Este ancionato desenvolvia suas atividades por longos anos em estilo de albergue, oferecendo cama e comida. Enquanto ativos, os idosos colaboraram na manutenção da casa. Mas, no decorrer dos anos ficavam sempre mais fracos, e crescia o grupo de pessoas idosas, também recém-admitidos, que necessitavam de assistência mais intensiva e qualificada num ambiente mais adequado.

Quando o P. Georg Burger assumia com a esposa em 1956 ao lado dos trabalhos da comunidade a responsabilidade pelo Asilo, ele enfrentava uma situação econômica precária, falta de pessoal e muitos idosos morando em galpões já quase caindo.

Em 1962 após longos estudos com o Conselho e contatos com pessoas interessadas em ajudar, iniciou os preparativos para a construção de uma unidade para cuidados mais intensivos dos idosos acamados. Mas, antes de iniciar a construção, a Comunidade de Pirabeiraba se mostrou interessada na ampliação desta unidade para um hospital e maternidade que atendesse a população da Vila e das redondezas. Com interrupção de dois anos por falta de recursos o hospital ficou pronto em outubro de 1969.

Em 1963 o P. Georg Burger tentou resolver o problema de pessoal qualificado para o serviço diaconal no Asilo. Não conseguia uma solução, pois faltava este pessoal em todas as instituições também nas irmandades da Alemanha. Neste ano integrava, como membro do Conselho Diretor da IECLB, a Comissão encarregada de elaborar diretrizes para o trabalho diaconal na IECLB. A reflexão foi motivada pela criação da Casa Matriz de diáconos e da Ordem Caritativa dos Diáconos Evangélico-Luteranos no Brasil, na comunidade de Lagoa no Espírito Santo, por iniciativa do P. Anhur Schmidt e esposa Kaethe. No Asilo Bethesda, construído em 1936 intuito de melhor desenvolver este centro de formação de obreiros diaconais tão procurados, o Conselho Diretor da IECLB convidou, por sugestão da Comissão, o P. Schmidt para assumir a função do Pastor de Diaconia na IECLB, mas desenvolvendo o trabalho de formação de diáconos(as) na Casa Matriz de Diáconos prevista para Pirabeiraba. Em 1964 foi comprado o respectivo terreno junto à Instituição Bethesda. Em outubro de 1964 o P. Schmidt é desligado do compromisso, não houve entendimento com a Direção da Igreja e ele preferiu ficar no E. Santo na Instituição que criou. Mas o Conselho Diretor continuou na programação do Centro de formação Diaconal em Pirabeiraba agora sob o nome de Instituto Diaconal, pois junto com o ancionato e o Hospital em construção, e perto da grande concentração de evangélicos na cidade de Joinville existiam boas condições para formação e estágio diaconal.

Em 1971 o P. Hans Burger sucedeu a seu Pai, que aposentou-se em 1970. Ele recebeu, junto com a diretoria da Instituição Bethesda agora sob jurisdição da IECLB, a incumbência de gradativamente realizar o programa estabelecido pelo Curatório e aprovado pelo Conselho Diretor em 1965 (Os membros do Curatório eram: P. Raspe, P. Kunerth, P. Stoer, P. Georg Burger, irma Ilse Mueller e Sr. Johannes Rothert). O programa era o seguinte: a) Ativar o hospital e maternidade; b) Ampliar o asilo, substituindo as construções velhas; c) Implantar um curso para o serviço de enfermagem; d) Edificar o Instituto Diaconal com o objetivo: — formar pessoal de enfermagem e obreiros diaconais; — coordenar centros e entidades de formação e ação diaconal — implantar uma Escola Bíblica com Lar de retiros; — Congregar e orientar obreiros diaconais numa comunhão de serviço.

O hospital iniciara suas atividades em1970 sob a direção técnica de Gisela Burger (enfermeira) com 46 leitos, ampliado em 1971 para uma capacidade de 70 leitos.

Em 1972 foi concluída a primeira construção substitutiva dos galpões de madeira, com 20 quartos, salão e dependências de serviço. Somente em início de 1985 foi possível iniciar um maior projeto atualmente em construção (2.600 m2 área construída) com ajuda substancial da Organização ¨Pão para o Mundo¨, das comunidades e da sociedade joinvilense.

Em 1972 foram realizados os primeiros cursos de formação na Instituição Bethesda: curso de agentes de saúde comunitária. Este curso foi repetido nos próximos anos, junto com cursos para atendentes em enfermagem sob a orientação da enfermeira Gisela Burger. Em 1974 é implantado o curso técnico de enfermagem junto com o Colégio Bom Jesus da Comunidade Evangélica de Joinville. Os alunos, muitos vindos de outras cidades e outros estados, trabalhavam na Instituição como funcionários por meio expediente e fizeram no outro expediente os cursos profissionais, mantendo-se assim por si mesmos.

Até 1986 registramos a participação de 195 alunos funcionários nestes cursos. Em 1978 foi construída uma moradia para este pessoal com capacidade de 32 camas ou mais, onde atualmente residem funcionários internos. No momento as atividades de formação estão reduzidos a curso de atendentes e encontros de outros obreiros, já que o Colégio Bom Jesus fechou por questões econômicas o curso técnico de enfermagem. Constatamos também a necessidade de uma melhor infra-estrutura de acompanhamento pessoal dos estudantes e um curso bíblico.

Em 1977, motivado por uma moção aprovada no Concílio Constituinte da 2ª. Região Eclesiástica em Blumenau voltou-se a refletir numa Comissão sobre este centro de formação. Pois a Escola Bíblica fundada em Joinville em 1965 pela Comunidade, e transferida por causa da existência do internato para Londrina, tinha encerrada suas atividades a partir de 1970. Em 1983 a 2ª. RE resolve construir este centro. O Distrito Eclesiástico de Joinville alimentava esta idéia desde a moção respectiva em seu primeiro Concílio em 1963 (Corupá). Após anos de reflexão e estudos de comissões o Concilio Distrital aprova em 1980 o parecer da comissão referente à estrutura do centro (curso bíblico e lar de retiros) e sua localização junto à Instituição Bethesda. Em 1984 o Conselho Regional aprova por delegação do Concílio Regional a realização deste projeto junto à Instituição Bethesda sob a designação ¨Instituto Diaconal — centro de estudos, centro de encontros¨ e em início de 1985 é elaborado o projeto final com uma área de 3.374 m2 a ser construída. O projeto conta com o substancial apoio do Distrito de Joinville, de amigos e de recursos anteriormente recebidos. Terá também ajuda substancial da Federação Mundial Luterana. Os serviços de preparação do terreno já foram iniciados.

Ainda foram construídos em 1975 a casa do Diretor Geral, em 1978 mais uma casa para colaboradores e em 1986 as instalações novas da granja.

Hoje a Instituição Bethesda desenvolve suas atividades nas seguintes unidades de ação com 80 funcionários: — Hospital e Maternidade Bethesda com 70 leitos (dos quais 20 para pessoas idosas que necessitam de assistência intensiva) sob a direção administrativa de Walter Burger, técnica de Mirim Ruppel e clínica do Dr. Edonir Werlich. Em 1986 foram internados 2.423 pacientes e no ambulatório foram atendidos 21.191 doentes. — Asilo (Ancionato) Bethesda com 70 idosos internos desenvolve sua atividade numa visão nova de gerontologia social sob a direção da Sra. Regina Krauser. Desenvolve um trabalho também junto a comunidades e outras instituições para idosos. — Moradia para 25 funcionários internos que abrigou até agora as atividades do Instituto Diaconal. — Granja com gado leiteiro, suinocultura e produção de hortaliças para o próprio consumo. — Instituto Diaconal funcionando atualmente com cursos e encontros esporádicos, e promovendo seminários de entidades diaconais com seus dirigentes.

O atual Conselho Administrativo da Instituição Bethesda nomeado pelo Conselho Regional é composto por: Dr. Celso Schramm — Presidente; Sr. Eugênio Boldt — Vice; Sra. Mansa Volani — secretária; P. Rubens Horst — 2º. secretário; Adm. Sr. Aldo Beil tesoureiro; Sra. Norma Erzinger — 2ª. tesoureira.

Realizamos nossa missão orientados por três objetivos: 1) Promover a pessoa humana, o idoso, o necessitado, o doente numa autovalorização e motivação para aplicação de suas próprias aptidões, ainda que limitadas, para o seu bem-estar e de seus próximos. 2) Assistir à pessoa dependente e carente, ao idoso com avançado desgaste neo-psico-somático numa tentativa de sua reabilitação e na valorização de sua vida, ainda que frágil e aparentemente inútil, simplesmente por amor e gratidão. 3) Preparar com a equipe de trabalho da Instituição o indivíduo e a comunidade para enfrentar a doença e a velhice numa visão positiva e consciente, motivando principalmente o idoso para aplicação de sua experiência valiosa numa contribuição útil para a constante renovação da sociedade. Preparar obreiros e interessados para sua missão numa comunhão de vida e de serviço, onde a fé é manifesta em amor fraternal num testemunho da presença de Deus em nosso meio.

P. Hans Burger, julho 1987.


Voltar para o índice O Caminho Agosto 1987
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Não sei por quais caminhos Deus me conduz, mas conheço bem o meu guia.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós: é dom de Deus.
Efésios 2.8
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br