Igreja e Sociedade



ID: 2797

Ser humano - Um ser de relações

24/09/2018

Conta as Sagradas Escrituras, no livro de Gênesis, que Deus é Criador. Um criador tão original e criativo a ponto de ter criado uma humanidade permeada de diferenças: muitas etnias, cores, muitos tipos e, dentro destes, tantas variações que não há no mundo duas pessoas iguais. Fala também de que todas as pessoas foram feitas à imagem de Deus, todas com o mesmo amor como bem nos lembra o salmista no Salmo 139. Todas com o mesmo valor; todas com potencialidades para tornar o mundo um lugar gostoso de viver, em harmonia entre as diferenças. Sendo assim, poderíamos afirmar que a diversidade é um desejo de Deus.

No Novo Testamento também encontramos muitas situações onde aparece essa diversidade criada por Deus. E, o incrível de tudo é que essa diversidade, já naquela época ao invés de gerar alegria e cooperação, muitas vezes aparece como motivo de conflitos. Jesus Cristo alerta seus discípulos para que não se preocupem quem é o mais importante, mas que se coloquem a serviço, com humildade (Marcos 9.33-35). O apóstolo Paulo chega a mencionar que a comunidade de Corinto está cada vez mais afastada de Deus. Não consegue aceitar as diferenças como algo positivo, como algo necessário e desejável por Deus. Não se dão conta que embora algumas pessoas sejam mais frágeis que outras, todas são necessárias e merecedoras de respeito e dignidade. Não se dão conta de que Deus nos criou assim, exatamente para que haja cooperação entre as pessoas, com igual cuidado, umas com as outras (1 Coríntios 12.12-26).

Assim, com a metáfora do corpo trazida pelo apóstolo Paulo, na sua primeira Carta aos Coríntios, aprendemos que não podemos dizer que não precisamos uns dos outros. Vivemos e convivemos em relação com a outra pessoa. O ser humano é um ser que busca comunicação, carinho, atenção, respeito, reconhecimento... e isso em qualquer idade, em qualquer lugar ou situação. Na verdade a realização e o reconhecimento de si mesmo e de si mesma se dão no respeito e na busca da outra pessoa.

Eis o grande desafio: Se uma pessoa sofre, toda a comunidade precisa se solidarizar com ela, compartilhar seu sofrimento. Da mesma forma, a alegria de uma pessoa se transforma em alegria de todas as pessoas.

Este é o projeto de Jesus Cristo. Projeto, que entre tantas coisas, fala de um corpo e seus diferentes membros, corpo formado por pessoas que trazem consigo suas histórias. Cada parte do corpo tem suas marcas. São dores que precisam ser tratadas e saradas na comunhão. São alegrias que partilhadas fortalecem a fé e a esperança. São sonhos que, vividos em conjunto, se tornam realidade. É esperança que se renova por uma vida e por um mundo melhor...

Coloquemo-nos a caminho... Há muita gente à margem do caminho... Precisamos estender a mão e caminhar juntos construindo uma vida onde haja amor, respeito, cuidado, partilha, solidariedade... Esse é o desejo de Deus, que veio para ser gente como a gente em Jesus Cristo. Pense nisso! Tenha um olhar amoroso contigo e com o próximo, e que o Deus da Vida te abençoe e te proporcione bonitos encontros e reencontros na diversidade de sua Criação! Amém.

Pastora Sonja Hendrich Jauregui


Autor(a): Pastora Sonja Hendrich Jauregui
Âmbito: IECLB / Sinodo: Uruguai
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Área: Missão / Nível: Missão - Sociedade
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 48890

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Fé e amor perfazem a natureza do cristão. A fé recebe, o amor dá. A fé leva a pessoa a Deus e o amor a aproxima das demais. Por meio da fé, ela aceita os benefícios de Deus. Por meio do amor, ela beneficia os seus semelhantes
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
A oração precisa ter o coração todo para si, por inteiro e exclusivamente, para que seja uma boa oração.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br