Sínodo Nordeste Gaúcho



Rua Barão do Rio Branco , 828
CEP 93610-750 - Estância Velha /RS - Brasil
Telefone(s): (51) 3561-2905
sinodongaucho@gmail.com
ID: 11

Advento, esperança e paciência

Meditação

21/12/2009

Quero trazer para vocês uma reflexão sobre esse tempo de espera cheia de paciência.

Uma história chinesa conta que um camponês preparou pacientemente e com cuidado sua terra para plantar. Porém, as sementes demoraram a brotar. Nas terras dos seus vizinhos, via-se uma vegetação viçosa, espalhada sobre a terra.

O homem esperou mais alguns dias. Pensou que talvez as sementes dos vizinhos tivessem sido plantadas com algum fertilizante especial, o que era contra seus princípios. Mas a cada dia que passava, sua paciência diminuía. Não conseguia perceber força suficiente nas suas plantas para que crescessem como era de se esperar. Quase não dormia mais de preocupação. Então teve uma grande idéia. Correu ao campo e, com muita paciência, começou a ajudar as plantas a crescer, puxando-as uma a uma, com delicadeza. Esse trabalho levou muitas horas, mas ele realmente se dedicou à nova idéia. No caminho para casa, encontrou seus vizinhos e lhes contou contente que agora, sim, suas plantas estavam crescendo com vigor porque ele as ajudou a crescer. Os vizinhos, curiosos, correram ao seu campo para confirmar as palavras do camponês. Chegando lá, apenas encontraram um campo de brotos murchos e secos.

Saber esperar é uma tarefa árdua e duvidosa. Quanto tempo esperamos que nações economicamente bem desenvolvidas tomem atitudes políticas de cuidado com a vida na terra. Quantas vezes esperamos que projetos de orientação social tragam resultados positivos, diminuindo a violência no trânsito, nas escolas, nas famílias, na cidade. Quantas vezes esperamos que nossas propostas de educação de crianças e jovens modifiquem o relacionamento humano. São esperas silenciosas, demoradas demais. E caímos na tentação de duvidar que em algum momento essas sementes vão frutificar.

Advento é tempo de espera. Será que temos mesmo que esperar? Ou será que a espera é um refúgio para quem não sabe muito bem o que esperar.

Advento é tempo de espera e preparação. Lançamos mão de novas ideias para revigorar o mundo a nossa volta. Refletimos como podemos trazer melhores resultados com nossas atitudes. Nos preparamos, pensando onde foi que falhamos com nossas palavras e posturas.

Advento é tempo de espera sim, mas uma espera comprometida com o resultado. Deus vem, e já mostra os seus sinais. Onde estão?

Vejo jovens deixando a bebida de lado para guiar seus amigos com segurança para casa. Vejo jovens construindo criativamente novas tecnologias para melhorar a vida. Vejo crianças guardando o papel de bala na mochila para depois jogar na lata de lixo. Vejo gente indo ao mercado com sacolas de pano, conscientes de que vão evitar despejar plástico sobre a terra. Vejo homens dizendo que podem fraquejar, chorar e reconhecer que são frágeis também. Vejo pais e mães assumindo-se como orientadores de seus filhos.

Vejo pequenos sinais. Pequenos brotos crescem lentamente, nos chamando a continuar com essa espera comprometida. É Deus que vem !

Catequista Monika Maier


Autor(a): Monika Maier
Âmbito: IECLB / Sinodo: Nordeste Gaúcho
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 7411

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Mal tenho começado a crer. Em coisas de fé, vou ter que ser aprendiz até morrer.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
A Deus, aos pais e aos mestres, nunca se poderá agradecer e recompensar de modo suficiente.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br