Sínodo Nordeste Gaúcho



Rua Barão do Rio Branco , 828
CEP 93610-750 - Estância Velha /RS - Brasil
Telefone(s): (51) 3561-2905
sinodongaucho@gmail.com
ID: 11

Meditação da semana: A casa que não caiu

08/10/2020

“Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente. Ponham em prática o que vocês receberam e aprenderam de mim, tanto com as minhas palavras como com as minhas ações. E o Deus que nos dá a paz estará com vocês” (Fp 4. 8s).

O texto de Filipenses 4.1-9 é indicado para o 2º domingo de outubro, 19º domingo após Pentecostes. O apóstolo pede à comunidade que coloque em prática o que aprendeu, que viva tanto o que ele ensinou a partir do que ele falou, quanto aquilo que ele fez. O próprio apóstolo dá o exemplo de que não ensinou só com palavras, mas com atitudes. A mensagem de Paulo nos lembra das palavras de Jesus no Sermão do Monte: “Quem ouve a Palavra de Deus e a pratica é comparado com alguém sábio que construiu a sua casa sobre a rocha que atingida por grandes tempestades não caiu porque estava edificada sobre a rocha” (Mt 7.24ss).

Todos aprendemos muito e continuamos aprendendo. Aprendemos com nossos pais, avós, padrinhos, madrinhas, familiares, no ensino confirmatório, nos cultos, nos encontros, na comunidade. O que nos cabe, segundo a Escritura, é praticar esse aprendizado. Viver o que aprendemos. Pois um cristão não pode viver só de palavras, mas também de ações. Em última análise, nada se mantém só com palavras. Tudo requer atitudes, ações.

Portanto, a fé que vem pela pregação, como diz Paulo em Romanos 10.17, nos deve levar a fazer obras. Porque diz em Tiago que uma fé sem obras é morta.

Na carta aos Filipenses Paulo pede que a Comunidade permaneça firme na fé, apesar das dificuldades que a vida impõe. Paulo teme que devido a dificuldades pessoas possam desanimar e desistir de viver a fé cristã.

Nós vivemos há mais de seis meses a pandemia. E desde então as pessoas vivem grande insegurança. As pessoas estão mais ansiosas. Em grande parte, cada uma à sua maneira, tentando resolver as suas dificuldades e os seus problemas. Dificuldades, problemas estão aí para serem superados, resolvidos. No entanto sempre diante de um problema devemos ter o cuidado de como resolvê-lo. Tenho visto pessoas resolvendo um problema e criando outro. E até pessoas que ao resolver o seu problema, criaram problemas para os outros. Por isso Paulo diz na carta: “Encham a mente de vocês com tudo que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente.” (Filipenses 4.8) Que Deus nos ajude.

Oremos: Querido Deus! Obrigado pelas bênçãos recebidas ao longo da vida, por ter conhecido o caminho que me leva a Ti. Te peço perdão porque nem sempre tenho vivido o que aprendi por meio da Sagrada Escritura. Nem sempre coloco o Reino de Deus em primeiro lugar, nem sempre amei o próximo como a mim mesmo. Fortaleça-nos a viver segundo a tua vontade, dá-nos paciência em meio a esta pandemia. Que possam descobrir remédio e vacina para controlar a doença. Fortaleça os doentes. Console os enlutados. Em nome de Jesus. Amém.

P. Ervin Barg
São Sebastião do Caí                  


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Continuem a crescer na graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
2 Pedro 3.18
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Antes de vocês pedirem, o Pai de vocês já sabe o que vocês precisam.
Mateus 6.8
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br