Sínodo Noroeste Riograndense



Travessa Dr. Bruno Dockhorn , 113
CEP 98910-000 - Três de Maio /RS - Brasil
Telefone(s): (55) 3535-1103
sinodonoroeste@luteranos.com.br
ID: 12

Assembleia Sinodal 2013 em Bela União/Santa Rosa

622571_718568494826032_143365087_o
861344_718567181492830_151077647_o
921340_718567684826113_641655594_o
921341_718568174826064_1478303714_o
1262490_718568094826072_54551491_o
1262501_718567334826148_575229670_o
1262628_718567414826140_1494834361_o
1262869_718569764825905_1353783812_o
1265155_718567308159484_1306560903_o
1265530_718568821492666_1572959256_o
1266944_718568931492655_9332536_o
1273855_718567944826087_1083030446_o
1276817_717967948219420_1922865045_o
1277902_718567771492771_885268629_o
pastores
1 | 1
Ampliar

Mensagem da XVI Assembleia Sinodal do Sínodo Noroeste Riograndense
Nós, participantes da XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo Noroeste Riograndense reunidos na Comunidade Evangélica de Confissão Luterana da Paz em Bela União – Paróquia Evangélica de Confissão Luterana Gustavo Adolfo em Cruzeiro, Santa Rosa–RS no dia 14 de setembro de 2013 fomos desafiados a refletir, avaliar e planejar nosso viver comunidade a partir do Tema do Ano: Ser, Participar, Testemunhar.
 Somos lideranças em nossas comunidades e temos papel importante no viver comunidade, de corresponder ao nosso chamado de forma coerente e responsável. Como lideranças não atuamos sozinhos, mas em parceria. A comunidade não é propriedade de ninguém, mas responsabilidade de todos.
 A partir de Cristo formamos uma família de fé e assim como não escolhemos nossos irmãos biológicos, também devemos aprender a conviver na irmandade de fé. Viver a fé em comunidade como família de Deus é, muitas vezes, “remar contra a maré”, pois o mundo não valoriza nem oportuniza o viver em comunhão. O ser humano precisa de um ambiente de segurança e confiança e Deus quer nos cuidar em comunidade, para que esse seja um espaço de perdão, reconciliação, onde o Espírito Santo nos capacita através da convivência a não transferir, mas resolver conflitos.
A comunidade é um presente de Deus que nos é confiado. Deus tem uma história com Seu povo, da qual fazemos parte. Cada comunidade tem seu enredo específico e personagens únicos, mas o Autor é o mesmo: Deus. Essa tamanha diversidade deve ser pedra de construção e não pedra de tropeço no viver comunidade.
Deus colocou em nossas mãos importante missão: evangelização e diaconia no nosso Sínodo. Como assembleia, lideranças e membros de uma mesma família precisamos ter um olhar cuidadoso para as dificuldades e um olhar atencioso para as potencialidades. Não tenhamos medo diante dos desafios que surgem no viver comunidade, pois Deus nos cuida e age por e através de nós. Sirvamos com alegria, pois nosso testemunho contagia outras pessoas a também participar.
Que cada membro de nossas comunidades tenha sempre sua coragem renovada pela promessa de Deus: “Eu sou o seu Deus. Eu lhes dou forças, ajudo e protejo com a minha forte mão”. Isaías 41.10
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

A intenção real de Deus é, portanto, que não permitamos venha qualquer pessoa sofrer dano e que, ao contrário, demonstremos todo o bem e o amor.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Fale em favor daqueles que não podem se defender. Proteja os direitos de todos os desamparados.
Provérbios 31.8
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br