Comunidade de Nova Friburgo

Sínodo Sudeste



Avenida Dr. Galdino do Valle Filho , 1 - Centro
CEP 28625-010 - Nova Friburgo /RJ - Brasil
Telefone(s): (22) 2522-3442
igreja_luterana_nf@hotmail.com
ID: 367

Histórico da Comunidade de Nova Friburgo - RJ

Antigo Templo - 1933
Jubileu de 50 anos do templo "Pedro e Paulo"
1 | 1
Ampliar

A Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Nova Friburgo é a mais antiga comunidade luterana do Brasil e da América Latina. Aceita-se como data da fundação o dia 3 de maio de 1824, o dia da chegada dos primeiros imigrantes alemães. Estes vieram em dois veleiros, o Argus e o Caroline, acompanhados do Pastor Friedrich Oswald Sauerbronn, que anteriormente havia sido pároco em Becherbach, na Alemanha (1809-1821).

Menos de duas semanas após a chegada, Sauerbronn teve que sepultar o seu filho Peter Leopold, que nascera durante a viagem. Não lhe foi permitido fazê-lo no cemitério da cidade, pois este era destinado somente para as famílias católicas. Recebeu a doação de uma área de terras, onde realizou o sepultamento. Assim surgiu o atual cemitério que mais tarde recebeu a denominação de Cemitério Evangélico Luterano Jardim da Paz.

Os cultos realizaram-se, inicialmente, numa pequena casa. O próprio pastor Sauerbronn relata que residiu em duas choupanas de taquara e barro, abandonadas pelos suíços. E numa casa semelhante de 10x16 pés, na qual não havia banco, púlpito e nem altar, celebrou o primeiro culto em 14.07.1824. Em 1827 construíram uma pequena capelinha, mas tiveram que demoli-la a mando das autoridades. Somente em 1857 puderam edificar uma segunda, mas ainda precária casa de oração, na Praça do Pelourinho (atual Praça Paissandu). Nela havia, tão somente, uma mesa de altar, coberta com um pano preto, e um crucifixo prateado.

Sauerbronn também visitou os evangélicos do Rio de Janeiro (até 1847) e de outras cidades vizinhas. Vemo-lo, constantemente, a caminho. Os seus membros residiam muito espalhados no meio das serranias quase inacessíveis. E grande parte deles seguiu rumo às fazendas de café em Cantagalo e arredores. Segundo Sauerbronn, a metade dos colonos tomou este rumo. A partir de 1868, muitas famílias luteranas começaram a colonizar a região de Manhuaçu-MG, sendo Wilhelm Eller o pioneiro.

Quando Sauerbronn já esteve bastante idoso, começou a assessorar-se do jovem teólogo suíço Johann Caspar Meyer (imigrado em 1854). Em 01.07.1864 o presbitério o nomeou pastor e sucessor de Sauerbronn. Meyer ocupou muitas funções simultaneamente: professor de latim e matemática, comerciante em Petrópolis e Carmo, vereador, presidente da Câmara Municipal, juiz de paz e prefeito.

Neste período, as atividades pastorais foram ampliadas até Amparo, São José do Ribeirão, Lumiar, Macaé de Cima, Sessenta e Um, Córrego d'Antas, Boca do Mato, Bom Jardim, Cantagalo e Santa Rita do Rio Negro. Os ofícios religiosos eram feitos em língua alemã, mas na cidade já em 1876 começou-se a usar o vernáculo.


1933 - antigo templo
Em 18.09.1878 foi inaugurado um templo em São José do Ribeirão, que, mais tarde, foi vendido para a Igreja Presbiteriana. Em 1883 foi vendido o terreno da comunidade no Paissandu, com exceção do local, onde atualmente se localiza o templo.

Meyer faleceu em 1906. Foi sucedido de 1906 a 1911 por seu filho Adolfo Meyer, que estudou num seminário presbiteriano local, sem porém chegar a concluir o curso. Segundo consta, ele não chegou a realizar ofícios religiosos, apresentanto-se, tão somente, como líder dos luteranos. Dedicou-se ao magistério até 1911, quando foi nomeado fiscal do Imposto de Consumo. Ele era casado com uma neta de Sauerbronn.

Em 1911 a Fábrica de Rendas Arp instalou-se em Nova Friburgo. Em vista disto, vieram muitos técnicos e operários alemães, em sua maioria protestantes, dando um novo alento à Comunidade Luterana que estava prestes a sucumbir. Logo mais, outras empresas aqui se instalaram.

A partir de 1913 a comunidade começou a ser atendida pelo pastor luterano do Rio de Janeiro, Ludwig Höpffner. Esporadicamente também houve atendimento por parte dos pastores Treutz e Wiese e do missionário e professor Friedrich Gustav Ernst Plöger (1933-1937). Plöger faleceu em 1948 em Nova Friburgo. Depois assumiram os pastores Schlupp, Falk e Rieck.

Durante a Primeira Guerra Mundial, vários marinheiros alemães foram alojados em Nova Friburgo no atual Sanatório Naval. Muitos deles vieram a falecer por volta de 1918, vítimas de uma terrível epidemia de gripe. As sepulturas deles encontram-se no Cemitério Luterano em bom estado de conservação. 

Em uma reunião de diretoria, em 1947, fala-se sobre a construção de um novo templo, que foi inaugurado em 29.06.1952, com a denominação de Templo Pedro e Paulo. Os sinos foram doados pelas comunidades do Sínodo Brasil-Central. Em 1952 foi adquirido o órgão, que foi importado da Alemanha. O custo foi da ordem de Cr$ 64.000,00. O órgão Walcker foi instalado e inaugurado festivamente no culto da Reforma, em 31.10.1952.

 

Família unida somos,
família de Jesus,
iluminados todos
da mesma santa luz.
A mesma fé nos prende
num só divino amor,
e com o mesmo gozo
servimos ao Senhor - HPD 117,2

Agradecemos a Deus pelas bênçãos que tem derramado sobre esta comunidade
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O Senhor conduza o vosso coração ao amor de Deus e à constância de Cristo.
2Tessalonicenses 3.5
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Um coração repleto de alegria vê tudo claro, mas, para um coração triste, tudo parece tenebroso.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br