Fé, Gratidão e Compromisso


ID: 2756

Aprendendo a ofertar...

08/02/2017

Cada comunidade tem sua própria história e características. Cada pastor que chega ao novo campo ministerial traz consigo suas experiências. Há sempre um confronto de ideias. Há sempre a possibilidade de aprendizagem, tanto do ministro, quanto dos membros. Após alguns anos em Garuva, posso dizer que recebi aqui algumas lições. Por exemplo, a oferta das crianças... Na liturgia do Culto Luterano há um espaço à oferta. Em Garuva é hábito (anterior à minha chegada) que a oferta ocorra logo no início do culto. Em seguida, as crianças são enviadas ao Culto Infantil. A oferta é levantada através de sacolinhas com destino determinado pela IECLB. Mas, diante do púlpito há um gazofilácio (caixinha), onde as crianças (e também adultos) são desafiadas a ofertar exclusivamente à missão com os pequenos. Os recursos arrecadados são administrados pela equipe que coordena o Culto Infantil, a qual também presta contas dos recursos. O interessante do sistema é que, desde pequenas, as crianças aprendem (e/ou são incentivadas) a ofertar. Administrar o dinheiro, manter a Casa de Deus e ofertar são atitudes decorrentes do Evangelho. Saber honrar a Deus com nossos recursos é colocar Deus em primeiro lugar, lembrando o 1º Mandamento. Isso se aprende no Ensino Confirmatório e/ou acompanhando o exemplo dos pais no Culto com sua oferta. Leia Provérbios 22.6.


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Área: Sustentabilidade / Nível: Sustentabilidade - fé, gratidão e compromisso
Testamento: Antigo / Livro: Provérbios / Capitulo: 22 / Versículo Inicial: 6
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 41144

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Felizes aqueles que ajudam os pobres, pois o Senhor Deus os ajudará quando estiverem em dificuldade!
Salmo 41.1
REDE DE RECURSOS
+
Cristo, juntamente com todos os santos, assume a nossa forma pelo seu amor, luta ao nosso lado contra o pecado, a morte e todo o mal. Em consequência, inflamados de amor, nós assumimos a sua forma, confiamos em sua justiça, vida e bem-aventurança.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br