Sínodo Uruguai



Avenida General Osório , 95D - Jardim Itália
CEP 89802-265 - Chapecó /SC - Brasil
Telefone(s): (49) 3329-3583
sinodouruguai@yahoo.com.br
ID: 20

PARÓQUIA EVANGÉLICA DE LUZERNA

Histórico

Lajeado Grande - 01-02-1942
Leãozinho - 1918
Luzerna - 03-12-1916
Nova Vicenza - 21-04-1964
Tangará - 24-07-1949
1 | 1
Ampliar

A Paróquia Evangélica de Luzerna no dia 12 de setembro de 2011 completou 85 anos de existência. Atualmente, está assim constituída: a sede paroquial é Luzerna, contando com uma secretaria administrativa, 7 Comunidades (Luzerna, Vila Kennedy, Leãozinho, Linha Olinda, Lajeado Grande, Tangará e Nova Vicenza) e um projeto missionário de implantação de Comunidade em Herval D’ Oeste. A Paróquia dispõe do seguinte quadro de ministros: P. Gilberto C. Weber (desde 2008, reside em Luzerna), Miss. Romildo R. Ramlow (desde 2006, reside em Luzerna), Miss. Rosimere M. R. Becker (desde janeiro de 2011, reside em Tangará) e PPHmista Natanael da Silva (desde agosto de 2011, reside em Herval D’Oeste). A Paróquia de Luzerna tem em média 380 famílias, cerca de 1.000 pessoas batizadas. A Paróquia de Luzerna contempla em suas ações estratégicas implantar novas Comunidades em Água Doce e Treze Tílias, onde atualmente já são realizados Estudos Bíblicos nos lares.

A seguir, você conhecerá um pouco do desenvolvimento histórico da Paróquia de Luzerna e Comunidades.

LINHA DO TEMPO 1926-2011

1916-1919: No dia 03 de dezembro de 1916, foi oficialmente fundada a Comunidade Evangélica Bom Retiro, hoje Luzerna, sob a denominação “Deutsch-evangelischeKirchen-undSchulgemeinde”, filiada ao Sínodo Riograndense. No ato da fundação esteve presente o P. Schultz, da Paróquia Evangélica de Piratuba, que celebrou o culto com a participação de 60 pessoas. A ata de fundação foi assinada por 22 pessoas. A Companhia Colonizadora Hacker doou a Comunidade Evangélica de Luzerna um terreno. Nesta época, a Comunidade passa a manter sua própria escola, com 28 alunos, tendo como professor o Sr. Otto Kalthoff. Em 1918 eram 50 membros, caindo no ano seguinte para 41, pois a partir deste anopassou a ser considerado membro somente aqueles que contribuíam financeiramente. Esta atitude foi tomada devido a 1ª Guerra Mundial, pois nesta época o P. Schultz deixa de receber seu salário diretamente da Alemanha. Devido as complicações da Guerra Mundial, em 1917 foram realizados somente 10 cultos, e em 1918 apenas 5 cultos.

1920-1930: No período de 1916 a 1924, o Médio Vale do Rio do Peixe estava sendo colonizado por italianos e alemães, entre os alemães, muitos eram evangélicos de Montenegro, São Sebastião do Caí e outras localidades gaúchas. Neste período também, em 1920, o P. Shultz transfere-se para Taquaras-RS, sendo substituído pelo P. Kolazs, de Marcelino Ramos, ficando apenas alguns meses, regressando para a Alemanha, sendo então substituído pelo P. Flogaus. Em 1926 as Comunidades de Luzerna, Vila Kennedy e Leãozinhofaziam parte da Paróquia Evangélica Rio do Peixe, hoje Paróquia Evangélica de Piratuba, vindo a desvincular-se jurídica e administrativamente de Piratuba, tornando-se assim a Comunidade de Luzerna sede paroquial. Entre 1924 a 1926, devido a alguns problemas de transição pastoral, presbitério e membros, a comunidade chegou a ter suas atividades suspensas, com a perda de muitos membros, voltando às atividades regulares somente em 1926 com a vinda de novos membros do litoral catarinense que desejavam manter viva sua herança evangélica. Em julho de 1927 foi registrado o primeiro estatuto oficial da Comunidade de Luzerna. Assinaram o estatuto: Pastor H. Sanne, FeliieBomm, João Deckamann, Osvaldo Schaly, Frederico Riepe, Augusto Wachholz, Christian Deicke, August Hakbart, Carlos Lichtnow, Pedro Forsten, Andreas Sorstan e Rodolfo Grahl. A Comunidade Evangélica de Vila Kennedy foi fundada em 1920, aprovada e registrada seu estatuto no dia 9 de agosto de 1929. Já a Comunidade Evangélica de Leãozinho oficializou seu primeiro culto na sexta-feira santa de 1918, num velho rancho nas imediações do atual templo da Comunidade. No inicio da formação da Paróquia de Luzerna, existia a Comunidade Duas Casas, fundada em 24 de outrubro de 1924 sob a denominação de Comunidade Evangélica de Cruzeiro do Sul, deixando de existir em 1946 devido à 2ª Guerra Mundial e emigrações. Esta Comunidade tinha um templo e uma escola na Linha Limeira.

1931-1940: Após a crise de 1926 e 1927, onde ocorreu a separação da Comunidade de Luzerna da Paróquia de Piratuba, muitos planos foram frustrados, pois a ideia de terem um pastor não aconteceu, ficando subordinado os atendimentos esporádicos ao pastorado da Paróquia de Perdizes, hoje Videira. O atendimento pastoral era dificultado devido às más condições de locomoção, enfraquecendo muito o desenvolvimento das comunidades em formação. A vinda de um pastor do Sínodo Missuri a Joaçaba fez que muitas famílias deixassem a Comunidades gerando maior crise. Tendo a Comunidade enfraquecida em membresia, quase vindaà extinção, pessoas interesseiras se apoderam de uma chácara da Comunidade de Luzerna,mas, não conseguiram tomar todo o terreno, e onde hoje está o templo, salão, ginásio e casa pastoral foi mantido por que o P. Hannemann foi a São Paulo com auxilio de alguns membros, onde consegui junto a diretores da Colonizadora Hacker a escritura pública do terreno. Neste período, as Comunidades pioneiras enfrentaram muitas dificuldades, pois uma estrutura paroquial semelhante à de hoje não existia.

1941-1950: Até está década, a Paróquia de Luzerna era constituído basicamente pelas Comunidades de Luzerna, Vila Kennedy e Leãozinho. Com a chegada do P. Alfredo Hoffmann a Paróquia (1939-1950†) ela passa por novas mudanças, em especial, o aumento de campos de trabalho, vindo a filiar-se em 01 fevereiro de 1942 a Comunidade de Lajeado Grande, município de Tangará e a Comunidade Evangélica de Tangará no dia 24 de julho de 1949. Outra Comunidade que foi constituída é Linha Olinda, 1943, no município de Água Doce.

1951-1972: Após o falecimento do P. Hoffmann, 1950, assume os trabalhos pastorais provisoriamente o estudante de teologia Arno Wrasse até a chegada do recém-formado pastor Albino Trein, que pastoreou de 1950 a 1953, transferido para São Pedro do Sul, substituindo então pelo P. Erich Alt que permaneceu somente até 1955. De 1955 a 1959 esteve em Luzerna o P. HerberVille. No ano de 1959, a paróquia estava vaga, sendo atendido pelo pastor de Rio das Antas, o P. Hartnagel. Em1960 voltou a Luzerna o P. Trein, permanecendo até 1970. Na década de 60, nasce mais uma Comunidade da Paróquia de Luzerna, a Comunidade de Nova Vicenza, isto em 1964, no município de Água Doce. Também neste período a sede paroquial de Luzerna foi transferida para Joaçaba (hoje é outra Paróquia), pois em 1961 foi fundado a Comunidade Evangélica de Joaçaba, e ali, construído a nova sede paroquial. Em 1970 a 1973 pastoreou a Paróquia de Luzerna o P. Wilhelm Schwinn, regressando assim a Alemanha.

1973-1992: Nestas duas décadas, foram pastorem em Luzerna o P. Arno Paganelli e P. Jairo L. M. dos Santos. Este período foi marcado com a presença efetiva destes pastores, pois ambos pastorearam por cerca de dez anos cada um. A maior permanência na paróquia trouxe mudanças e crescimento nas atividades e programações e também, através da implantação de grupos de estudos bíblicos, treinamento e capacitação de obreiros leigos, iniciação de grupos de OASE, Escola Bíblica de crianças e adultos e Grupos de Jovens em diversas Comunidades. Neste período, a Paróquia de Luzerna teve papel de destaque na construção do SENAI de Luzerna, conseguindo junto a entidades evangélicas internacionais a doação das máquinas para o centro de formação técnica em funcionamento até os dias de hoje. Ainda nessa época, a paróquia fundou um Jardim de Infância (1981) em Luzerna, sendo a OASE uma das principais mantenedoras. Ainda no final dos anos 80 o Jardim de Infância encerrou suas atividades. Foi construída em 1987 a Casa de Retiros em Nova Vicenza, com recursos próprios, campanhas e doações. Esse período, segundo o P. Jairo, foi e é marcado pela história de “vários pastores e muitos membros atuantes, que prepararam a terra, plantando sementes, regando, cuidando das plantas, tirando o inço, trabalhando continuamente na lavoura de Deus”. Hoje, é motivo de celebração, comenta P. Jairo, “ver o desenvolvimento histórico de uma paróquia ao longo de tantas décadas”.

1993-2005: Nestes 13 anos pastorearam a Paróquia de Luzerna os seguintes ministros: P. Evandro J. Meuer, P. Valter Schmidt, P. Gerson Kappel e Miss. Dulcenelda Schneider. Dentre as atividades e propostas ministeriais, a paróquia foi marcada por promover comunhão (pequenos grupos) treinamento e formação de liderança (obreiros leigos) e pastoreio mútuo (“uns aos outros”).

2006-2011: Neste período, acontecem algumas mudanças ministeriais, por exemplo, a saída da Dulcenelda, transferida para Sinop, e abertura do segundo campo ministerial, com ênfase missionária. O segundo campo ministerial da Paróquia de Luzerna iniciou com o PPHM realizado pelo Romildo R. Ramlow no ano de 2006, aprovado no pró-ministério e efetivado com o envio para Luzerna a partir de 2007. Em 2008, o P. Gerson Kappel é transferido para Rondonópolis. A partir do mesmo ano, o P. Gilberto C. Weber assume o primeiro campo ministerial em Luzerna. Buscando fortalecer os trabalhos desenvolvidos por ministros anteriores, o presbitério e ministros traçam um plano estratégico de crescimento interno e externo, buscando promover o crescimento da fé e a comunhão dos membros e consecutivamente alcançar novas pessoas. Entre algumas iniciativas, uma ousada ação foi contratar o estudante de teologia Alexsandro G. Coelho para residir em Tangará. A Paróquia em parceria com a Comunidade construiu uma residência, onde Alexsandro e sua esposa residiram no inicio de 2009 (primeiro semestre), sendo aprovado no Colóquio e transferido então para Araranguá-SC onde realizou o PPHM. Para substituindo o Alexsandro, foi aberto em agosto de 2009 vaga para PPHM, sendo designado o candidato Elton Klein, permanecendo até final de 2010 e enviada para a Paróquia Lucas do Rio Verde. Após este período, a Paróquia de Luzerna oficializa o terceiro campo ministerial com sede em Tangará, com ênfase missionária. Esta vaga vem a ser preenchida em janeiro de 2011 pela missionária Rosimere M. R.Becker. Atualmente, em 2011, através da iniciativa de longos anos em implantar comunidade em Herval D’ Oeste, através de estudos bíblicos e cultos, hoje, com sede para cultos e moradia, foi aberto vaga para PPHmista, e está lá morando o Natanael da Silva, que tem contrato até final de 2012 quando encerra o seu período do PPHM (ênfase pastoral).

NOVOS SONHOS, PLANOS E CRESCIMENTO
Destacando um marco histórico na Paróquia de Luzerna, após o ano de 2000, acontecem vários encontros, evangelizações e estudos relacionados à melhor maneira de poder contribuir financeiramente para o Reino de Deus. Aos poucos as contribuições por renda foram sendo substituídas pelas contribuições livres e espontâneas. Cada membro passou a receber 12 envelopes e cada mês, e nos cultos tem a oportunidade de trazer ao altar a sua contribuição, conforme a disposição de seu coração. Muitas famílias decidiram dar um passo de fé e espontaneamente contribuem com 10% de sua renda para a Igreja. Esta modalidade foi decisiva para que a situação financeira da Paróquia melhorasse e assim pudesse se empenhar cada vez mais nos trabalhos missionários. Por causo desta iniciativa, após este iniciativa, foi aberto o 2º campo e instalado o missionário Romildo (2007) e em 2011 o terceiro campo ministerial foi aberto, com a missionária Rosimere M. R. Becker.

O ano de 2009 foi decisivo para as lideranças das Comunidades e Paróquia, pois foi um período de estudos, reflexões e planejamento, visando estar em conformidade com o desafio da IECLB (dentro das motivações do PAMI – Plano de Ação Missionária) estabelecendo a nossa visão e nossa missão para os próximos quatro anos 2009-2013. Foram definidos os propósitos e as metas para os próximos quatro anos.

Propósitos:
1. Evangelizar: Convidar todas as pessoas para encontrarem em Jesus Cristo seu único Senhor e Salvador.
2. Viver em Comunhão: Promover a vivência da fé como família de Deus nos cultos, pequenos grupos e discipulados.
3. Servir: Pelos dons recebidos de Deus, cada membro serve ao próximo em amor e misericórdia voluntariamente.
4. Celebrar: Cultos e programas que possam conduzir as pessoas a adorar e engrandecer o nome de Deus.

Metas:
- Buscar a edificação de comunidades em Treze Tílias, Água Doce e Herval D’ Oeste (cidades onde não temos comunidades da IECLB).
- Solidificar o 3º campo ministerial
- Cultos e programas de qualidade
- intensificar o trabalho com jovens, grupos de estudos bíblicos, trabalho com crianças, oferecer cursos de formação de lideranças (Curso Alpha; Curso Crown; Grupos de Discipulado; Curso de Formação de pregadores; Treinamento de orientadores de escola bíblica, etc) e iniciou-se a campanha de um devocionário em cada lar evangélico.
Dentro das metas foi proposto que todos os grupos já existentes, OASE, Casais, Jovens, grupos de oração e visitação se envolvessem também nestas metas.

A Paróquia encerra o ano de 2011 com o sentimento de que foram dados passos significativos em conjunto com todas as comunidades, grupos e membros. Alegra-se que nos últimos três anos conseguiram construir duas casas para ministros e a construção de um templo para o projeto missionário em Herval D’ Oeste. Desejamos que o impulso e a paixão missionária esteja em cada membro de nossa Paróquia, a fim de que a Igreja de Jesus Cristo cresça em todos os lugares, para a honra e glória dEle.


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

É totalmente insuportável que em uma Igreja cristã um queira ser superior aos outros.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e sempre.
Hebreus 13.8
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br