Sínodo Uruguai



Avenida General Osório , 95D - Jardim Itália
CEP 89802-265 - Chapecó /SC - Brasil
Telefone(s): (49) 3329-3583
sinodouruguai@yahoo.com.br
ID: 20

PARÓQUIA EVANGÉLICA DE MONDAÍ

Histórico

Chacara da Associacao evangelica
Diretoria da associaco evangelica
Diretoria da paroquia
Encontro de casais
Encontro paorquial de criancas
Encontro paroquial da OASE
Encontro paroquial de jovens
Pastores da paroquia
Retiro de confirmandos
1 | 1
Ampliar

FUNDAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE E PARÓQUIA

A fundação de Porto Feliz (Mondaí) aconteceu em 20 de maio de 1922. Um grande número de colonos vieram nos anos de 23 e 24. Como Porto Feliz era para ser uma colônia evangélica, o Sínodo Rio-grandense quis informar-se desde o início sobre esta colonização no oeste catarinense. Então o pastor Mummelthey fez uma longa e difícil viagem de Montenegro a Porto Feliz. De volta a sua Paróquia enviou uma carta às lideranças de Porto Feliz, que dizia o seguinte: “Na reunião do Sínodo, convocada para 27-29 de abril, hei de recomendar calorosamente a nova colônia.”
A formação de uma comunidade foi um pouco mais demorada. Em 28 de junho de 1925 foram apresentados os estatutos e em seguida foi fundada a Comunidade Evangélica de Porto Feliz (Mondaí). A filiação ao Sínodo Rio-grandense aconteceu em 30 de dezembro de 1926, sendo que, em seguida, ela passou ao “status” de paróquia. A primeira casa Paroquial foi construída ainda na década de 30.

NOVAS COMUNIDADES
Na sequência outras comunidades foram criadas e filiadas à Paróquia de Mondaí: Lajú, Piraju, Pinhal (Iporã do Oeste), Linha Antas, Mondaizinho e Taipa.
Posteriormente surgiram as comunidades de Vila Oeste (São Miguel do Oeste), Bandeirantes, Guaraciaba, Pinheiros, Cedro (São José do Cedro), Romelândia, Toblas, Índios, Guarujá do Sul, Salgado Filho e Palmassola.
Estas foram as comunidades atendidas pela Paróquia de Mondaí. O Pastor fazia suas visitas – até fins de 1952 - montado numa mula quando, então, a Paróquia adquiriu seu primeiro veículo motorizado: um Jipe com tração nas 4 rodas.
Em 1957 São Miguel do Oeste tornou-se paróquia. Com isso as comunidades daquela região passaram a ser atendidas pela Paróquia de São Miguel de Oeste. Nos anos de 1969 a 1977 Lajú (a título de experiência) também foi paróquia.


ORGANIZAÇÃO ATUAL

Atualmente a Paróquia de Mondaí é formada por 15 comunidades e 05 pontos de pregação com um total de 1346 famílias (dados de final de 2012). Ela conta com três pastorados: o primeiro fica na sede paroquial, em Mondaí; o segundo – criado em 2002 - na cidade de Iporã do Oeste; e o terceiro - criado em setembro de 2012 - instalado em janeiro deste ano - na Vila Lajú.
A distribuição das famílias e comunidades por pastorado ainda está em estudo. O que existe hoje é uma definição de responsabilidade maior de cada um dos pastores por setores e por comunidades. Futuramente, em conjunto com o Conselho Paroquial, as áreas de atuação serão definidas com mais precisão, levando-se em conta a ideia de trabalho compartilhado e considerando-se os dons de cada um.


PASTORES E PASTORAS DA PARÓQUIA

O primeiro pastor da Paróquia de Mondaí foi o Pastor Karl Friedrich Raminger (1924-26). A este sucederam: Karl Scheibe (1926-28), Karl Bersmueler (1928-33), Eugen Stierle (33-35), Kummer (1935-36), Georg Leistner (1936-42), Augusto E. Kunnert (1942-45), Albino Kemf (1945-52), Helmuth Stephan (1952-53) Hilberto Michel (1953-55), Dieter Blum (1955-60), Friedrich Dinter (1961-63), Rolf Schemann (1963), Edio Schwantes (1964-74) Vendelino Heim (1969-72- Paróquia de Lajú.), Nelson Walbrink (1974-77), Nelson Altenvogt (1976-77-Lajú), Orlando Martens (1977-78), Nilo B. Kolling (1978-85), Cristiane E. Petry (1985-90), Herwig Buehler (1986-90) Nilberto Scheidt (1990-99), Sandro Luckmann (1999-01), Claudia Pacheco (1999-2007), Sonia Ebert (2001-06), Cristian Donat (2006... atual Pastor do 2º pastorado), Carlos Klostermeyer (2007... atual Pastor do 1º pastorado), e Jéferson Rusch (2013... atual pastor do terceiro pastorado).


GRUPOS E TRABALHOS

A partir do trabalho destes/as pastores/as e com o envolvimento de lideranças acontecem muitas atividades e se formaram muitos grupos. Hoje a paróquia conta com 05 grupos da Ordem Auxiliadora das Senhoras Evangélicas - OASE, 01 grupo Fé e Ação, 02 grupos de Casais Reencontristas, 01 grupos de Mulheres, 06 grupos de Famílias, 01 grupo de Visitação, 04 grupos de Juventude Evangélica, 03 grupos de Canto, Ensino Confirmatório e 09 grupos da Culto Infantil.


PRIORIDADES

Com a criação do 3º pastorado, em 2012 foi possível redefinir as prioridades na paróquia. Inicialmente a ênfase maior será o fortalecimento do trabalho na comunidade de Laju. E, junto com isso, o trabalho com adolescentes e jovens será prioridade em toda paróquia, pois temos nesta faixa etária uma lacuna que não podia ser atendida por falta de espaço na agenda. Muito se ouve falar da importância da presença dos jovens na vida comunitária e nem sempre se dá a atenção necessária. Por isso, agora, será investido tempo neste importante setor.
A visitação continuará recebendo atenção especial e será prioridade permanente, pois existem muitas situações onde ela se faz necessária: Idosos, doentes, enlutados, preparação de Batismo e Bênção Matrimonial bem como o ingresso de novos membros. Além disso, acontece o mutirão de visitação, onde todas as famílias de uma comunidade são visitadas durante um mês. A visitação é uma oportunidade de conhecer, aconselhar, cuidar e animar as pessoas para a vivência cristã.

PROJETO DA PARÓQUIA COM A ASSOCIAÇÃO EVANGÉLICA BENEFICENTE DE MONDAÍ
A Associação Evangélica Beneficente de Mondaí - AEBM é uma entidade beneficente formada pelos membros de nossa Paróquia. Ela tem como finalidade promover ações em favor de pessoas com algum tipo de carência e/ou necessidades.
Depois de algum tempo de inatividade, quando apenas o cuidado com os bens vinha sendo feito, decidiu-se, iniciar um trabalho em cooperação com a paróquia. O trabalho tem como público alvo as pessoas idosas afastadas do convívio social e visa oportunizar o contato destas com pessoas que não sejam apenas as do seu núcleo familiar. O projeto inicialmente consiste em: identificar os idosos que se encontram nessa situação; visitá-los para explicar o projeto e cadastrá-los; criar uma rede de visitação e acompanhamento; levar ao conhecimento público o projeto; e, descobrir a necessidade da criação de um lar de idosos. Caso essa necessidade se confirme a Associação poderá elaborar um projeto de criação e construção de um “Lar de Idosos”.
Queremos agradecer ao Sr. Elimar Bader pelo trabalho do resgate histórico. 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O Senhor renova as minhas forças e me guia por caminhos certos, como Ele mesmo prometeu.
Salmo 23.3
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Ainda não somos o que devemos ser, mas em tal seremos transformados. Nem tudo já aconteceu e nem tudo já foi feito, mas está em andamento. A vida cristã não é o fim, mas o caminho. Ainda nem tudo está luzindo e brilhando, mas tudo está melhorando.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br