Jornal Evangélico Luterano

Ano 2018 | número 820

Terça-feira, 28 de Janeiro de 2020

Porto Alegre / RS - 20:47

Comunicação

Qualificação da Comunicação

Fanpage da IECLB no Facebook

Lançada pela Presidência em julho de 2015, na Reunião do Conselho da Igreja com a participação da Presidência e da Secretaria Geral da Igreja, a página da IECLB na Rede Social Facebook é chamada de fanpage oficial da IECLB, para diferenciar de iniciativas de grupos que fazem uso do nome e da sigla da Igreja sem, no entanto, representar a instituição.

A página da Igreja no Facebook não tem como finalidade a veiculação de notícias, tampouco ser ‘mini Portal’, por isso notícias ligadas à Direção Nacional da IECLB são criteriosamente veiculadas, bem como conteúdos de âmbito nacional. O objetivo principal é, de maneira simples, objetiva e consistente, mostrar o que pensa e quais são as principais ações missionárias da IECLB. Para isso, são apresentados conteúdos confessionais, manifestos motivações de campanhas e iniciativas nacionais, versículos bíblicos, frases de Lutero, orientações do Plano de Ação Missionária da IECLB (PAMI), canções do Livro de Canto da IECLB, temas da Ecumene, assuntos do momento, como foram os 500 anos da Reforma, etc.

A programação de conteúdo segue uma grade de duas semanas, com duas postagens diárias. Assim, por exemplo, a cada duas semanas, é postado um conteúdo relativo a determinado Manifesto da IECLB ou frase referente ao Tema do Ano ou à Vai e Vem. Também são feitas divulgações de Comunidades e Paróquias da IECLB pelo Brasil afora. As postagens sempre convidam a visitar o Portal Luteranos, por meio da pergunta Quer saber mais?, que apresenta o link para o referido conteúdo, sempre publicado no Portal.

A Igreja da Palavra tem o que comunicar: a Palavra! Sentir-se parte dessa dinâmica é fazer parte de uma comunicação que fortalece a vida digna, em Comunidade, em comunhão.

Como plataforma da Igreja da Palavra, ao remeter as chamadas para conteúdos publicados no Portal, a página da IECLB no Facebook oportuniza que Sínodos, Paróquias, Comunidades, organismos identificados, Ministros, Ministras, lideranças e membros possam: (a) conhecer mais e melhor a IECLB, (b) compartilhar informações sobre a sua Igreja nas suas páginas, com outras pessoas, divulgando a Missão, os Valores e a Confessionalidade da Igreja e (c) comentem sobre os conteúdos publicados no Portal, enriquecendo as postagens com sugestões.

Nesse sentido, esta ferramenta de interação eletrônica também possibilita que a Igreja possa conhecer a opinião dos seus Ministros, das suas Ministras, das suas lideranças e dos seus membros sobre determinados assuntos.

A entrada oficial da IECLB no ambiente das Redes Sociais aconteceu a partir de uma demanda vinda dos próprios membros, pela divulgação das publicações em larga escala e pela possibilidade de alcançar diferentes públicos, até mesmo de não membros da Igreja. Fato era que este segmento carecia da reflexão luterana.

Os argumentos em favor da presença da IECLB nas Redes apontavam que as pessoas e a forma de viver mudaram. Então, o modo de a IECLB se apresentar como Igreja também deveria ir ao encontro de algumas dessas mudanças.

Embora apoiem o uso, os grupos manifestam preocupação com a qualidade da comunicação nas Redes, em função de opiniões, por vezes radicais e/ou equivocados, serem disseminadas com grande velocidade, prejudicando as pessoas envolvidas e, especialmente, a imagem da Igreja diante dos seus membros, das instituições das quais faz parte e da sociedade em geral.

Na época, foram três os principais desafios levantados: a) falar a linguagem deste meio de comunicação (Conseguimos comunicar com poucas palavras?), b) promover a interação positiva entre os diversos públicos e c) investir em planejamento e acompanhamento para garantir que seja feita Missão.

Núcleo de Comunicação da IECLB

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Política de Justiça de Gênero da IECLB

O XXXI Concílio da Igreja, em 2018, aprovou a constituição de um grupo para trabalhar na elaboração da Política de Justiça de Gênero da IECLB, delegando ao Conselho da Igreja (CI) a articulação desta tarefa. O CI, na sua reunião (+)



Educação Cristã Contínua

Caixa de memórias

A Bíblia está impregnada de histórias/ memórias. Estas histórias/memórias, passadas entre as gerações, chegaram até nós e possibilitaram o nosso conhecimento da história de Deus com o seu povo. Jesus também fez uso da memória para ensinar. (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
A ingratidão é um vento rude que seca os poços da bondade.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br