Jornal Evangélico Luterano

Ano 2018 | número 818

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre / RS - 14:56

Vida em Comunidade

Vida em Comunidade

Encontros de grupos distintos têm muito em comum. Em cada grupo, há quem organiza, quem lidera, quem anima, quem serve, quem cuida da música, etc. Tudo isso se desenrola de acordo com certo jeito, segue um ritual. Assim também é no Culto. No caso do Culto, esse jeito chama-se liturgia.

Liturgia é o jeito como acontece o Culto. Para montar uma liturgia, usa-se um conjunto de elementos distribuídos em uma sequência. Elementos são: as orações (de gratidão, louvor, confissão, intercessão), os hinos, os textos bíblicos, a prédica, o Credo, o Pai Nosso, a bênção, etc. Por que a liturgia do Culto é importante? Por vários motivos. Destacamos três.

Primeiro: se, na condição de indivíduos, temos ritos diários, maior é essa necessidade quando um grupo se reúne. O indivíduo e os grupos humanos precisam de ritos, repetição de gestos, atos, palavras. Para o andamento do Culto, isso é fundamental. A Comunidade quer saber o que virá agora? Isto facilita a participação, envolve e dá sentido ao Culto. É como deitar-se em uma rede e curtir o embalo na brisa mansa.

Segundo: o desenrolar do Culto expressa a unidade da Igreja. Este é um ponto relevante para a IECLB. Os membros querem sentir-se em casa quando participam do Culto em outra Comunidade. Querem participar ativamente e saber que estão na mesma Igreja.

Terceiro: os elementos clássicos do nosso Culto acompanham o povo de Deus ao longo dos séculos e contribuem para que o encontro entre Deus e a Comunidade toque a alma e faça sentido. Se o sino e o Prelúdio já têm importância no Culto, mais relevantes são outros elementos: o Culto em nome de Deus é a certeza que Ele está ali para falar e ouvir. A Confissão de Pecados e o Anúncio do Perdão confi rmam que cremos no Deus que perdoa e quer nova vida. Cada oração é expressão da confiança que Deus ouve a nossa súplica. Quando nos damos as mãos, expressamos que Comunidade é e vive comunhão.

Por que liturgia? Mais um bom assunto para o próximo encontro!

P. Dr. Romeu Martini | Assessor Teológico da Presidência da IECLB

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Modelo de avaliação em vigência na IECLB

O XXIX Concílio da Igreja, realizado em 2014, aprovou o modelo de avaliação em vigência na IECLB, o que prevê a avaliação como parte integrante do Planejamento, de forma conjunta e integrada, envolvendo Campos de Atividade Ministerial (CAMs), lideranças, (+)



Educação Cristã Contínua

Histórias de vida e fé

Nasci no dia 4 de janeiro de 1933, em Ivoti/RS, na época, Bom Jardim. Fui batizada em 12 de fevereiro de 1933 e confirmada em 3 de dezembro de 1944, pelo Pastor Probst, na Comunidade Sião de Ivoti (hoje, Comunidade Trindade). Frequentei o Ensino Confirmatório na época da Segunda Guerra Mundial e o único material (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Meu Deus e meu Rei, eu anunciarei a tua grandeza e sempre serei grato a ti. Todos os dias, te darei graças e sempre te louvarei.
Salmo 145.1-2
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br