Jornal Evangélico Luterano

Ano 2018 | número 819

Terça-feira, 29 de Setembro de 2020

Porto Alegre / RS - 19:20

Vida em Comunidade

Vida em Comunidade

O Culto na IECLB segue uma Liturgia (veja edição anterior). Quem é responsável pelo Culto pode fazer uso de Liturgias prontas. O Livro de Culto é uma boa fonte de recursos litúrgicos, mas o ideal é que a Liturgia seja moldada. Moldar é preparar a Liturgia em vista da situação específi ca do Culto. Por que moldar?

Culto acontece em um lugar. Normalmente, é na Igreja, mas pode ser na casa, no salão, sob uma árvore, no cemitério, no orfanato, etc. Culto tem hora: manhã, tarde, noite. Culto acontece em certo período do ano civil (frio, quente, seca, chuva, colheita) e do Ano da Igreja (Advento, Páscoa, etc.).

Culto congrega pessoas que dão um perfil da Comunidade reunida. Na reunião dessas pessoas, há situações especiais e específicas: Batismo, Oração Memorial, Bodas, a notícia de um acidente, um desastre da natureza, a Festa da Colheita. Sublinhe-se: o Culto tem um tema, que, em geral, é dado pelos textos bíblicos indicados pela Igreja. Resumindo: todo Culto é único. Não há Culto igual a outro. Cada Culto é uma situação específica, por isso a Liturgia do Culto precisa ser moldada.  

Quanto maior for o cuidado na tarefa de moldar a Liturgia do Culto, tanto mais a vida da Comunidade vai pulsar no Culto. Isso é Culto! Se, no Culto, Deus encontra a sua Comunidade, então Deus quer reunir diante de si as pessoas assim como sua gente é: gente que carrega alegria, esperança, tristeza, dor, medo, dúvida, culpa, vergonha, arrependimento, gratidão, prece.

Uma pesquisa sobre Culto concluiu que as pessoas vão ao Culto em busca do Deus que acolhe, ampara e protege. Permitir que a Comunidade sinta-se na presença desse Deus é tarefa de quem molda a Liturgia do Culto.

Por ser uma tarefa tão importante e desafiadora, o ideal é que a Liturgia do Culto seja moldada por uma equipe, o Ministro, a Ministra da Comunidade e outros membros com conhecimento e preparo litúrgicos. Essencial ainda é que a equipe litúrgica ‘estique as suas antenas’ para ouvir e ver o que se passa na Comunidade e no contexto nos dias do culto.

Então, vamos moldar?

P. Dr. Romeu Martini | Assessor Teológico da Presidência da IECLB

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES



Educação Cristã Contínua

Deixar que Deus aja através de mim Disposição, humildade e alegria!

Quando uma Ministra ou um Ministro inicia em um Campo de Atividade, há um tempo de conhecer e reconhecer a Comunidade e as pessoas que dela fazem parte. Assim também foi comigo em uma Comunidade. Quem não gostaria de ver e fazer parte de uma Comunidade em que tudo funciona perfeitamente? Acontece que somos Igreja formada por pessoas (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
A Comunidade cristã deve ser reconhecida, sem sombra de dúvida, na pregação do Evangelho puro
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br