Jornal Evangélico Luterano

Ano 2017 | número 810

Quinta-feira, 17 de Junho de 2021

Porto Alegre / RS - 18:42

Gratidão

Liberdade para assumir compromisso

Pessoas que congregam na IECLB sabem que a contribuição financeira é parte da responsabilidade de quem é membro. Temos diversas formas de contribuição em dinheiro. Esse compromisso é lei ou oportunidade para a gratidão? Depende! Contribuição financeira na Igreja será recebida como lei ou gratidão se for entendida ou não a partir do Evangelho.

No contexto do recolhimento de ofertas para a construção do templo, Davi louva a Deus, dizendo: O meu povo e eu não podemos, de fato, te dar nada, pois tudo vem de ti e nós somente devolvemos o que já era teu (1Cr 29.14). Segundo essa compreensão, nada é meu. O que sou e o que disponho para viver, tudo é dádiva que recebi. É fruto da generosidade de Deus para comigo. Lutero traduziu isso de forma magistral ao explicar a 5ª petição do Pai-nosso: pão é tudo que se precisa na vida. Tudo! Esse tudo é presente de Deus.

O que significa compreender a oferta em dinheiro assim? Primeiro, significa que aquilo que eu oferto não é ‘coisa minha’, ‘propriedade minha’, mas devolução parcial de algo que, antes, recebi. Segundo, significa que a minha contribuição financeira na Igreja não é resultado de obrigação, mas gesto de compromisso por gratidão. Ao ofertar, eu respondo a um gesto que anteriormente me beneficiou: a generosidade de Deus para comigo. Ao ofertar seguindo o gesto de Deus para comigo, minha oferta é, de fato, oferta, gratidão.

Qual é a grande diferença para a vida em Comunidade e para a Missão da IECLB entre contribuir por obrigação e ofertar por gratidão? No primeiro caso, contribuição em dinheiro na Igreja é mais um imposto que sou obrigado a pagar, por isso não contribuo, mas pago. Se possível, tento pechinchar. Se houver oportunidade, vou sonegar... ‘Ora, já pago tanto imposto neste país!’.

No segundo caso, faz-se a experiência semelhante ao presente dado no Natal e no aniversário. O prazer do pai, da mãe, do vovô, da vovó, por exemplo, é ver o filho, a filha, o neto, a neta esboçarem aquele sorriso fabuloso diante do presente ‘Era o que eu tanto queria!’. O prazer de quem presenteia está em ver a alegria radiante da pessoa que é presenteada.

Há outros bons exemplos dessa alegria que brota da generosidade. Pensemos na visita do grupo da Comunidade à pessoa que está presa ao leito. Abre-se a janela daquele quarto com ar carregado e ocorrem cumprimentos, cantam-se hinos, medita-se, ora-se, toma-se uma taça de chá. Acontece diaconia! Por muito tempo, o grupo que visitou a pessoa carregará em seu coração essa hora como momento gratificante! Isso tudo terá sido fruto do quê? Fruto da generosidade e da doação abnegada! Esse é o espírito que quer nos mover toda vez que houver a oportunidade para tratar sobre dinheiro e Igreja.

Assim nós nos deparamos com o que pode ser o dado mais fantástico da oferta segundo a visão bíblica: dinheiro na Igreja é assunto diretamente ligado à convicção de fé. O que me move a ofertar como membro da IECLB (seja a contribuição regular para compor o orçamento da Comunidade, seja o apoio a uma Campanha, seja a participação em promoções) é que eu quero doar, devolvendo uma parte de tudo que recebi e continuo recebendo de Deus.

A minha oferta é, na realidade, atitude alegre de gratidão. Doo por gratidão. Oferto pela alegria de ver florescer a Missão de Deus. Sinto-me livre para ser pessoa generosa. Este é meu prazer. Esta é minha alegria. É a liberdade que me move a assumir esse compromisso!

P. Dr. Romeu Martini | Assessor Teológico da Presidência

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Ser Igreja de Jesus Cristo em contexto de pandemia

Em perspectiva de balanço do ano que passou, compartilhamos, de forma adaptada e atualizada, partes da Carta Pastoral da Presidência, de Pastoras e Pastores Sinodais, publicada em agosto de 2020. A partir de março de 2020, passamos a conviver com a pandemia do Covid-19, (+)



Educação Cristã Contínua

Igreja que valoriza o Sacerdócio Geral (parte 3/3)

Desafios Com base nas atividades que estão sendo realizadas e considerando o cenário atual, a Coordenação de Educação Cristã (CEC) vislumbra os seguintes desafios para a efetivação da Meta Missionária 1 (Áreas de prioridade (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Entrega os seus problemas ao Senhor e Ele o ajudará.
Salmo 55.22
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br