Jornal Evangélico Luterano

Ano 2019 | número 830

Domingo, 29 de Novembro de 2020

Porto Alegre / RS - 16:45

Sínodos

Cuidar da Bela Criação de Deus: a Missão no Sínodo Noroeste Riograndense

Deus viu tudo o que havia feito, e eis que era tudo muito bom. Gênesis 1.31a.

A Missão no Sínodo Noroeste Riograndense se realiza a partir das Metas Missionárias aprovadas pelo Planejamento Missionário do Sínodo. Estas abrangem a Formação, o apoio à Música nas Comunidades, a Comunicação e a Área Sociodiaconal.

Destacamos a Missão na Área Sociodiaconal, prioridade que nos leva a olhar para os membros comprometidos com a agricultura familiar, os moradores junto à margem do Rio Uruguai e seus afluentes, ameaçados pelos projetos de construções de barragens hidroelétricas, além dos povos indígenas.

Por meio da Pastoral da Agricultura Familiar e Direito à Terra, o Sínodo acompanha pequenos agricultores com orientações sobre organização. Este trabalho se dá em parceria com outras instituições, como a Associação Regional de Desenvolvimento Educação e Pesquisa (Arede), que auxilia na construção de alternativas para a agricultura familiar, o Conselho de Missão entre Povos Indígenas (Comin) e a Sociedade Educacional Três de Maio (Setrem), entre outras entidades.

A Pastoral, com apoio dos seus parceiros, promove seminários e encontros de formação e compartilhar de experiências entre os agricultores, favorecendo a troca de sementes crioulas, além de incentivar a produção de alimentos orgânicos, conscientizando quanto o uso indiscriminado de agrotóxicos.

A Pastoral apoia a Associação de Criadores de Frango Caipira no município de Horizontina/RS. Os frangos são produzidos pelos associados, com o acompanhamento da Vigilância Sanitária. Outro setor que está recebendo apoio da Pastoral é o projeto de beneficiamento da fruta de butiá, em Giruá/ RS, com a produção de suco e doces.

A pastoral apoia, ainda, o trabalho com Povos Indígenas, promovendo a sua cultura e o seu artesanato, além do intercâmbio entre agricultores e índios por meio da partilha de experiências, saberes e sabores, o que tem cooperado para um grande enriquecimento em conhecimento para ambos.

A nossa Casa Comum merece atenção a partir da Área Sociodiaconal. Conforme o relato bíblico da criação do mundo (Gn 1.31), ao finalizar a sua obra, Deus a admirou e concluiu: ...eis que era tudo muito bom. O ser humano foi escolhido para cultivar e guardar o jardim (Gn 2.15). Entendemos que essa é a nossa Missão: cultivar e guardar o jardim criado por Deus. A humanidade, entretanto, está deixando de lado essa Missão e a bela Criação de Deus está sendo ameaçada.

As construções de barragens hidroelétricas estão encobrindo terras produtivas, devastando belezas naturais, desalojando milhares de pessoas ribeirinhas, obrigadas a saírem das suas terras, destruindo histórias construídas durantes décadas. A nossa defesa é pelo Rio Uruguai livre de represas, para que possa continuar como Deus o deu para nós, conservando a sua fauna e a sua flora.

Ao nos posicionarmos contra a construção de barragens, não estamos contra o progresso, mas a favor da Missão que Deus nos deu: cultivar e cuidar do jardim. Deus, por meio da sua bela Criação, nos possibilita muitas outras formas de produção de energia, entre as quais eólica e solar, limpas e de baixo custo de produção.

Esta Missão não é apenas nossa. Estão engajados e engajadas conosco irmãos e irmãs da Igreja Católica e das Igrejas Luteranas da Argentina. Juntos e juntas, proporcionamos informação e conscientização, tanto do lado brasileiro como na Argentina, pois entendemos que o Planeta Terra é a nossa casa comum e merece todo o nosso cuidado.

P. Vilson Emilio Thielke | Pastor Sinodal do Sínodo Noroeste Riograndense 

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES



Educação Cristã Contínua

Do Batismo até aqui: Deus é luz em nosso caminho!

Sou Elizabeth, filha de Arnaldo e Agnez Flemming, sendo o meu pai luterano a partir da Confirmação, aos 19 anos de idade, e a minha mãe luterana de berço. Os seis ‘frutos’ desse casamento foram batizados luteranos, mas, como os templos em Curitiba/PR, eram distantes, íamos à Sonntagsschule (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Não há pecado maior do que não crermos no perdão dos pecados. Este é o pecado contra o Espírito Santo.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br