IECLB e Conselho de Igrejas para Estudo e Reflexão - CIER


ID: 2741

Família - Célula em Transformação

Seminário do CIER

22/10/2013

“...Aí olhou para as pessoas que
estavam sentada em volta dele e
disse: - Vejam! Aqui estão a minha
mãe e os meus irmãos. Pois quem faz
a vontade de Deus é meu irmão, minha
irmã e minha mãe.”
Mc. 3. 34 e 35

O Conselho de Igreja para Estudo e Reflexão – CIER realizou nos dias 21 e 22 de outubro último, o Seminário enfatizando o tema: “Família - Célula em Transformação”. O Seminário do CIER foi um encontro ecumênico realizado no Centro de Formação Católico de Lages / SC.

O Seminário contou com a competente assessoria da Psicóloga Marly Butzke Boebel e da Diác. Valmi Becker.

O estudo consistiu em construir e desconstruir conceitos e preconceitos relevantes à família. Observando que no Manual de terapia familiar, pg. 29 encontramos: “... família é um grupo cuja definição está limitada pela condição de residência em um mesmo domicílio. Igualmente, arranjos familiares onde existam laços de consangüinidade, dependência econômica e/ou residência em um mesmo domicílio além de grupos distintos de pessoas que habitam o mesmo local.”

O Seminário foi enriquecedor, uma vez que partiu de uma metodologia que envolveu todo o grupo, partindo de uma dinâmica pessoal de histórico familiar, partilhando nos grupos de trabalho e encenação das diferentes realidades de família na atualidade. Foi ressaltada a força do modo familiar, as raízes na vida da pessoa, os laços que são criados com a convivência. “Que a nossa atitude tenha sempre como critério a vida, na perspectiva da graça e presente de Deus”.

Os participantes ficaram sensibilizados com a temática. Prova disso foram os diferentes depoimentos vivenciais, envolvendo realidades familiares.

Foi apresentada uma abordagem histórica de família, desde o Brasil Colônia até os dias atuais, aprofundado a temática.

Observamos que as principais mudanças na composição de família envolveram e envolvem: questões demográficas (redução do número de filhos); mudança na legislação; economia de serviços e mudanças político-ideológicas.

Os novos relacionamentos familiares têm como características: cultura mais individualizada; amor/satisfação são condições de permanência na união familiar; compartilhar tarefas e serviços na família; pedagogia do partilhar entre os componentes familiares.

Observamos também que as pessoas continuam se casando e buscando os mesmos rituais que transpassam a história.

Como Igreja de Jesus Cristo, colocamo-nos a pergunta: qual a nossa atuação? Uma abertura cada vez maior a uma realidade que aí está, no entanto, sempre tendo presente as orientações e ensinamentos bíblicos e das próprias Igrejas. A seriedade, o compromisso e o relacionamento de amor, diálogo, perdão e fé, em família, continuam sendo valores fundamentais.

Encerramos o Seminário, ressaltando que “estamos sempre em construção, como pessoa e como Igreja”.

Pastor Inácio Lemke
Presidente do CIER
 

Tudo o que está nas Escrituras foi escrito para nos ensinar, a fim de que tenhamos esperança por meio da paciência e da coragem que as Escrituras nos dão.
Romanos 15.4
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br