IECLB e Igreja Evangélica Luterana em Moçambique - IELM


ID: 2716

Pastor 1º Vice-Presidente envia relato da África

07/08/2007

1 | 1
Ampliar

 O Pastor 1º Vice-Presidente da IECLB e Coordenador de Missão Global, Pastor Homero Severo Pinto, chegou em Moçambique no dia 30 de julho. De lá, mandou algumas notícias, a partir de um diário de viagem. Depois de Moçambique, a viagem segue para Angola. Pastor Homero retorna ao Brasil no dia 11 de agosto.

29 de julho, domingo – Saí do Brasil no dia 29 de julho, domingo, e cheguei a Moçambique no dia 30 de julho, passando por Johannesburg, na África do Sul. Fiz boa viagem, apenas com o contratempo de não receber a minha mala em seguida – veio mais tarde, em outro vôo.

Fui muito bem acolhido pela Igreja Evangélica Luterana de Moçambique (IELM). Quem me recebeu foi o Pastor José Mabasso, Pastor Presidente da IELM. O almoço aconteceu na residência pastoral, onde também fica o templo, o escritório e a sede da IELM. No mesmo dia, às 17 horas (horário local), seguimos até Chokwe, cidade situada mais ao norte, a cerca de 230 quilômetros da capital Maputo. A estrada é asfaltada, em toda sua extensão. A região é muito fértil, utilizada para o cultivo de arroz, milho, mapira (cereal do qual se produz uma farinha semelhante a do milho), tomate e feijão. O que se vê é uma realidade onde convivem o primitivo e a modernidade, o telefone celular e as moradias tribais. Chegamos às 21h e pernoitamos no hotel.

31 de julho, terça-feira – Neste dia, andamos cerca de dez quilômetros, até a localidade de Lionde. Ali, fomos recepcionados pela comunidade local, que havia preparado um belo café da manhã. No trajeto até o templo, visitamos uma escola em construção, que já está sendo utilizada, e também um poço comunitário de água, fruto do trabalho da equipe local da Federação Luterana Mundial (FLM). A seguir, dirigimo-nos ao templo para a reunião do Conselho da IELM, que iniciou por volta das 10h até às 21h. Quando anoiteceu, foi necessário iluminar o local com os faróis de um carro e com velas.

Entre diversos outros assuntos, a reunião propiciou a troca de informações ainda sobre o caso da Irmã Doraci Edinger. Foi manifestado diversas vezes o quanto sentiam pela sua perda. O conselho também renovou o convite para que a IECLB continue ajudando a Igreja Luterana em Moçambique. Para tanto, pedem pelo envio de um obreiro e apoio na área de Administração e Contabilidade. Também solicitam apoio no envio de material pedagógico e teológico para IELM.

Cruzar o oceano e em solo africano cantar Sempre quero estar contigo e Graças dou por esta vida evoca muitos sentimentos. Isso foi o que ocorreu durante a reunião do Conselho da IELM. No momento em que usei da palavra para pronunciar-me em nome da IECLB, o fiz saudando com o lema da IECLB: No poder do Espírito, proclamamos reconciliação. Se, por um lado, não é possível esquecer o que ocorreu com uma obreira da IECLB que estava servindo a Deus em terra moçambicana e do resultado final do processo, por outro, a missão para qual fomos chamados por Cristo convida-nos para que, por meio do poder do Espírito Santo, mesmo em meio à dor e sofrimento, possamos ter um novo olhar a partir do Evangelho.

No final da reunião, entreguei ao Pastor Presidente Jose Mabasso um kit com uma bíblia, um DVd sobre Lutero, uma cópia do vídeo Institucional da IECLB, camiseta, sacola, material alusivo ao tema do Ano, exemplares do JOREV Luterano e da Revista Novo Olhar.

Em meio a muitas carências, no mais amplo sentido, encontrei um povo alegre e atencioso. Os projetos desenvolvidos pela FLM, como a perfuração de poços, construção de escolas e trabalhos na área de HIV/AIDS constituem-se em sinais de transformação e de valorização da vida humana, especialmente dos mais pequenos, pobres e sofredores.

Imagem do aeroporto de Maputo (30/07).

A tecnologia e o primitivo convivem na provincia de Chokwe, comunidade de Lionde (31/07).

Vista da comunidade em Lionde, Província de Chokwe, a 230 km de Maputo, capital de Moçambique (31/07).

As senhoras da Igreja em Lionde preparam o café da manhã para a Assembléia da IELM (31/07).

Pastor Homero (à esquerda) entrega o material enviado pela IECLB ao Pastor Presidente da IELM, P. Jose Mabasso (31/07).

Fonte de água para a comunidade de Lionde, construída a partir de projeto da Federação Luterana Mundial (31/07).

 

Assim, outros carregam o meu fardo, a força deles é a minha. A fé da minha Igreja socorre-me na perturbação. A oração alheia preocupa-se comigo.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br