Formação Teológica


ID: 2663

A Palavra Divina nas Religiões

Aula Inaugural da Faculdade Luterana de Teologia

04/03/2020

WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (10).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47.
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.46 (1).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.46 (2).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.46 (3).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.46 (4).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.46.
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (1).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (2).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (3).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (4).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (5).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (6).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (7).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (8).
WhatsApp Image 2020-03-04 at 23.58.47 (9).
1 | 1
Ampliar

Com o auditório lotado, a Faculdade Luterana de Teologia – FLT, de São Bento do Sul/SC, iniciou oficialmente o ano letivo no dia 04 de março. A Aula Inaugural teve por título “A Palavra Divina nas Religiões”. O Preletor foi o Dr. Dr. Bertram Schmitz, Professor de Ciências da Religião da Faculdade de Teologia da Universidade Friedrich-Schiller de Jena, Alemanha. Na Preleção, lembrou que “os textos sagrados nas religiões são lidos, aprendidos, interpretados a partir dos olhos da fé e fé confessional”. Assim, há um sentido que é próprio para cada tradição religiosa.

Dr. Dr. Bertram indicou que, no Judaísmo, a palavra hebraica “dabar” é palavra divina que cria, sendo que o ato de “dabar”-criar é uma prerrogativa divina. Com sua palavra, Deus criou o mundo, dando sentido ao mundo, vivificando e ordenando-o. No Cristianismo, a Palavra de Deus se transforma em “Ser Humano”. “Jesus é a própria Palavra de Deus”, é o evangelho, a boa nova da salvação. Já de acordo com o Islamismo, há uma só palavra: Deus falou e a palavra perfeita está no Alcorão. Enquanto para o Cristianismo o Evangelho é palavra salvífica, no islão se compreende que o evangelho são “apenas” palavra de Deus.

Em sua abordagem, Dr. Dr. Bertram ainda falou da palavra na cultura chinesa, relacionando as especificidades no Confucionismo e no Taoísmo. Nas tradições religiosas da Índia, apontou para as incontáveis divindades ali existentes, que fazem a conexão entre transcendência e imanência. A palavra original da criação é o mantra “aum”: “o mundo são vibrações (poder) das palavras dos deuses”. Por fim, ainda apontou para a importância da palavra enquanto mediação dos ensinamentos na tradição do Budismo.

Outras palestras seguiram na semana: “A interpretação do Evangelho de Marcos a partir de uma perspectiva judaica e das Ciências da Religião”. A Pastora Dra. Karen Schmitz dirigiu a palestra “O Apóstolo Tomé e a Tradição Siro-Aramaica – uma Introdução às Sete Igrejas da Cristandade de Tomé no Sul da Índia”.

Antes da Aula Inaugural, o Vice-Diretor da FLT, Pastor Dr. Vítor Schell, saudou a todas e todos em nome da Instituição. Em nome da Missão Evangélica União Cristã – MEUC, o Missionário Carlos Kunz, em sua palavra, apontou para a importância do pastoreio, a partir do diálogo entre Jesus e Pedro, em que Jesus diz: “Apascenta as minhas ovelhas” (João 21.17). O Pastor Sinodal do Sínodo Norte Catarinense, P. Dr. Claudir Burmann, compartilhou um texto sobre a importância da “Educação do Olhar”, lembrando que nas instituições de ensino, também teológicas, se aprende a ver o que já não se vê mais e a ver o que nunca se havia visto. “Há a educação das habilidades e há a educação das sensibilidades”, mencionou, recordando outro teólogo.
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Eu também sou parte e membro dessa congregação, coparticipante e codesfrutante de todos os bens que possui. Pelo Espírito, a ela fui levado e incorporado, pelo fato de haver ouvido e ainda ouvir a Palavra de Deus, que é o princípio para nela se entrar.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Quem quiser ser importante, que sirva aos outros.
Mateus 20.26
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br