Missão com Mulheres


- Brasil
Telefone(s): (51) 3284-5400
secretariageral@ieclb.org.br
ID: 2674

No Dia Internacional da Mulher, o CMI estimula as igrejas a se unirem às quintas-feiras de preto em direção a um mundo sem estupro e violência

Quintas-feiras em preto: resistência e resiliência

09/03/2020


A campanha é simples, mas profunda. Vista preto às quintas-feiras. Mostre seu respeito pelas mulheres que são resistentes diante da injustiça e da violência. Incentive outras pessoas a acompanhá-lo. Muitas vezes, o preto tem sido usado com conotações raciais negativas. Nesta campanha, o preto é usado como uma cor de resistência e resiliência.

As quintas-feiras em preto surgiram da Década de Igrejas em Solidariedade com as Mulheres do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) (1988-1998), na qual as histórias de estupro como arma de guerra, injustiça de gênero, abuso, violência e muitas tragédias que crescer a partir de tal violência tornou-se ainda mais visível. Mas o que também se tornou visível foi a resiliência, a agência e os esforços pessoais das mulheres para resistir a essas violações.

A campanha foi inspirada em:

As mães dos desaparecidos em Buenos Aires, Argentina, que às quintas - feiras protestaram na Plaza de Mayo, contra o desaparecimento de seus filhos durante a violenta ditadura.

As mulheres de preto em Israel e na Palestina, que até agora protestam contra a guerra e a violência.

Mulheres em Ruanda e Bósnia que protestavam contra o uso do estupro como arma de guerra durante o genocídio.

Movimento Black Sash na África do Sul protestando contra o apartheid e seu uso de violência contra negros.

Participe desse movimento de pessoas e organizações que podem fazer a diferença para indivíduos, comunidades e fóruns de políticas nacionais e internacionais.


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Consulta, primeiro, a palavra do Senhor.
2Crônicas 18.4
REDE DE RECURSOS
+
Cada qual deve se tornar para o outro como que um Cristo, para que sejamos Cristos um para o outro e o próprio Cristo esteja em todos, isto é, para que sejamos verdadeiros cristãos.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br