Não nos abandone!

20/06/2020

Idosos Pandemia
Idosos Pandemia 2
Idosos Pandemia 3
1 | 1
Ampliar

Vivemos numa época difícil, mas para os mais vulneráveis é muito pior.

Não é de hoje que pessoas idosas estão sendo colocadas à margem da sociedade. O simples fato de haver necessidade para uma lei específica, como o Estatuto do Idoso, comprova esta realidade. Pouco difere a situação em países do primeiro mundo. Existem informações da pandemia, onde clínicas de idosos receberam a recomendação de não transferir um paciente com corona vírus para o hospital, mas apenas acompanha-lo com um tratamento paliativo, a fim de não ocupar um leito de um doente mais jovem.

E o que está acontecendo em nossas comunidades nesta época da pandemia? Muitos idosos não tem como ter acesso a mesma tecnologia que os mais jovens conseguem acessar. Alguns não conseguem sequer ligar uma TV de alta tecnologia. Lidar então com smartfones e computadores, fica a cada dia mais complicado. Assim, o que se percebe é uma crescente exclusão nesta época de pandemia e isolamento mundial. O que pode ser feito em nossa Igreja e comunidades?

Nós precisamos ser um sinal de inclusão e comunhão! Como?

- Faça um levantamento na comunidade de quantas pessoas idosas vivem sozinhos, sem alguma assistência regular.
- Busque informações sobre a família, se alguém periodicamente assiste e cuida dela.
- Tente perceber e descobrir quais são as necessidades.
- Como ela está se alimentando. Consegue fazer limpeza? Como faz as compras? Toma remédios? Como faz para comprar? Lavação da roupa, etc.
- Não pergunte se a pessoa idosa quer ajuda. Não imponha ajuda, ofereça!
- Consegue ler? Normalmente as pessoas idosas gostam de ler. Algumas ainda na língua alemã. Ofereça alguma literatura e busque junto à comunidade material que possa ler. Revistas, devocionário, orações.
- Crie uma rede de apoio para pessoas idosas. Comunidades que já tem a Pastoral da Pessoa Idosa podem ajudar na construção de uma rede de apoio à estas pessoas.
- Normalmente elas gostam de música. Cante com eles ou leve alguém junto para cantar. Quando possível, faça uso de algum instrumento musical. Mas não vá com um grupo grande de pessoas. Duas ou três pessoas são suficientes. Não faça aglomeração. Sempre use máscara e siga todas as recomendações da secretaria municipal e estadual da saúde. Faça a apresentação na varanda ou do lado de fora, junto à janela, neste momento não entre na casa. Quinze ou vinte minutos são o suficiente para demonstrar carinho e afeição. Não abrace, beije ou encoste na pessoa.
- A comunicação é fundamental para elas. A impressora é uma ótima ferramenta. Podemos aumentar a letra, deixar com elas alguns folhetos de reflexão ou até de celebração, que pode ser feito com a família.
- Observe todas as recomendações para prevenir o Corona vírus. Preservando a sua integridade e da pessoa idosa. Caso existam restrições mais severas de distanciamento, como lockdown, não saia de casa.

O mais importante é manifestar atenção e carinho da comunidade com as pessoas idosas que a integram. Ninguém merece ficar sozinho e muito menos elas que tanto fizeram pela vida de fé de sua comunidade. Amar o próximo é em primeiro lugar trazer para perto todos os irmãos e todas as irmãs. Assim estaremos cumprindo com a nossa parte nesta missão que é de Deus.
 

COMUNICAÇÃO
+
Jesus Cristo diz: No mundo vocês vão sofrer, mas tenham coragem. Eu venci o mundo.
João 16.33
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br