O trabalho com pacientes terminais, crianças e jovens, comércio justo e meio ambiente foram tratados na Alemanha na parceria Nordfriesland-Vale do Ita

20/09/2019

DSC_0004
DSC_0043
DSC_0085
DSC_0120
DSC_0164
DSC_0172
1 | 1
Ampliar

A segunda e última semana do intercâmbio entre os sínodos Nordfriesland-Vale do Itajaí, entre os dias 17 e 20 de setembro, teve como temas uma visita ao Wilhelminen-Hospiz, uma troca de conhecimento com Evangelischen Kinder und Jugendbüro, informações sobre a rede de comércio justo de Husum e diálogos sobre música na igreja, programa de férias com famílias e meio ambiente.

Na cidade de Niebüll, o grupo foi recebido pela senhora Christel Tychsen, colaboradora voluntária da instituição responsável por atender pessoas em estágio terminal e oferecer cuidados paliativos que amenizam o sofrimento. Além disso, Christel ainda salientou o trabalho que fazem com as famílias enlutadas ou pessoas envolvidas com aborto. “Há um cuidado com aqueles que ficaram para trás”.

A coordenadora do Evangelischen Kinder und Jugendbüro, Anna Ihme, organizou uma apresentação das áreas de atuação do órgão na região de Nordfriesland que compreende a elaboração de materiais, criação de seminários, parcerias com as comunidades, programas de férias, financiamento de projetos e proposição de temas para a realização de retiros. Na noite de terça-feira, lideranças da Comunidade de Niebüll participaram de uma confraternização com o grupo.

Na quinta-feira, 19, os intercambistas participaram de uma celebração na Marienkirche, no centro de Husum/Alemanha. A partir de um relato sobre sua vocação, Christian Hoffmann, responsável pela área de música em Nordfriesland, comentou a estrutura da área no âmbito sinodal. Na parte vespertina, Esther Jacobi, explanou sobre o comércio justo na Alemanha, apresentando dados oficiais e experiência com venda de produtos importados de países em desenvolvimento.

No dia seguinte, na Ilha de Föher, o grupo conheceu o trabalho da igreja que é realizado com turistas em férias. A coordenadora Monika Reincke descreveu algumas das atividades da pastoral do turismo como momentos de histórias, jogos cooperativos, meditações matutinas, trabalhos manuais, ações ambientais, entre outras iniciativas. Ainda na ilha, a delegação visitou o Bund für Umwelt und Naturschutz Deutschland, uma organização que tem como iniciativa conscientizar sobre a diminuição do uso de plásticos e outros objetos que prejudicam a vida nos oceanos.

Os anfitriões alemães ainda ofereceram dois momentos turísticos. Na quarta-feira, o grupo conheceu a cidade turística de Schleswig, inclusive com uma visita à escola dinamarquesa A. P. Moller Skolen e à Catedral Luterana de São Pedro. Na quinta-feira foi a vez de conhecer a história e os pontos turísticos da cidade de Husum.
 


Autor(a): Tobias Mathies
Âmbito: IECLB / Sinodo: Vale do Itajaí
Área: Ecumene
ID: 53430
COMUNICAÇÃO
+
Porque nem eu nem tu jamais poderíamos saber algo a respeito de Cristo ou crer nele e conseguir que seja nosso Senhor, se o espírito não o oferecesse e presenteasse ao coração pela pregação do Evangelho.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br