Artigoteca



ID: 2958

Conquistas da Ciência e Solidariedade

05/02/2021

 

A pandemia vai exigir grande esforço e capacidade redobrada de cooperação para superar os problemas de saúde da população. O sucesso da ciência, que em menos de um ano encontrou um imunizante, surpreendeu a todos. Já a solidariedade, entre seres humanos, não foi tão bem sucedida.

Além de enormes e heróicos cuidados com a saúde física, existem também efeitos psicológicos que afetam os indivíduos e as suas relações sociais. “Em certo sentido, nesta pandemia, é chocante a ideia de que ela chega a todos por igual, que vamos ser atingidos independentemente de nossa situação.” A opinião é do escritor americano Andrew Salomon, autor do livro “O Demônio do Meio-Dia”, referência mundial em depressão, ao analisar o impacto dessa doença na saúde mental.

Numa recente entrevista, Andrew faz uma distinção de como a pandemia atinge diferentemente a população. No caso de uma pessoa com poucos recursos, por estar submetida a diversos sintomas adversos, ela não tem, a princípio, uma noção da gravidade da doença. Entende, num primeiro momento, que não vai além de mais um contratempo. Por não ter as mesmas prerrogativas de uma paciente com recursos, não lhe resta outra alternativa a não ser se submeter a tratamentos precários. Emociona-se com qualquer ajuda e acaba aceitando-a diante da falta de alternativas.

Pessoas expostas às condições precárias acabam se “contagiando” com um sentimento fatalista a ponto de achar que não se pode fazer quase nada contra o vírus. Uma vez tomadas por esse sentimento, correm riscos desnecessários e cometem erros.

O vírus, no entanto, é implacável! Não retrocede diante do que é feito precária e parcialmente.

“A necessidade de enfrentarmos a percepção de instabilidade que se instalou como um fenômeno social é enorme. Vamos viver com um medo social que vai afetar toda a nossa visão de mundo. Nunca mais teremos a sensação de invencibilidade”, alerta Salomon.

Esse é o momento em que líderes são colocados à prova. Não são apenas as vacinas que passam por diversas fases e testes de eficácia e segurança. Esse cenário se estende à transparência e lealdade de alguns formadores de opinião. Amplificar, deliberadamente, o sentimento de instabilidade prejudica o discernimento de uma parcela do povo que, numa simplificação precipitada, atribui as consequências e proporções da pandemia, aos “caprichos do destino”.

Desde o início da história da humanidade, algo nos diferenciou e aumentou nossa responsabilidade em relação aos semelhantes: o dom e a graça de sermos solícitos. Essa centelha divina - maravilhosamente humana - há de prevalecer e nos proteger, indistintamente, a cada novo dia.

Hermann Wille
  


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Toda obra que não tenha por objetivo servir aos demais não é uma boa obra cristã.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Ó Senhor, tu somente és o Deus de todos os reinos da terra; tu fizeste os céus e a terra.
2Reis 19.15
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br