IECLB e Dia Mundial de Oração - DMO



ID: 2706

Levante-se! Pegue a sua cama e ande! - João 5: 2-9a - Estudo Bíblico

27/02/2020

Estudo Bíblico do Dia Mundial de Oração
Preparado pelo Comitê do Dia Mundial de Oração de Zimbábue

6 de março de 2020

Levante-se! Pegue a sua cama e ande!
João 5: 2-9a

Introdução

A história do Evangelho de João é o principal texto do programa do DMO de Zimbábue. Este Estudo Bíblico sugere alguns passos para motivar a compreensão da história e discernir a palavra de Deus para hoje.

Primeiro passo: lendo a história da Bíblia
Peça aos participantes que abram a Bíblia em João 5:2-9a. Ler o texto mais de uma vez e de maneiras diferentes pode enriquecer a conversa em grupo. O facilitador pode sugerir ao grupo para primeiro ler o texto em silêncio. Depois, ler em voz alta e, possivelmente, dar uma oportunidade para os participantes lerem a história em diferentes versões das Bíblias representadas no grupo.

Deixe-os recontar a história com suas próprias palavras. Talvez até dramatizá-la. As 5 perguntas abaixo podem ser usados para ajudar na recontagem da história. Permita que os participantes adicionem detalhes que tenham sido deixados de fora ou façam perguntas para ter maior clareza dos detalhes. Se algumas perguntas forem relativas ao significado da passagem, anote e avise que o grupo voltará a elas após a conclusão dessa etapa.

Segundo passo: Entendendo a história
Peça ao grupo para identificar o quando, onde, quem, como e o que aconteceu na história da Bíblia e use as suas respostas para recontar a história. Você pode complementar as respostas deles com as informações do resumo.
1. Quando a história aconteceu? (versículo 1)
2. Onde isso aconteceu? (versículo 2)
3. Quem esteve envolvido na história? (versículos 3,5,6)
4. Como isso aconteceu? (versículos 6-9a)
5. O que aconteceu? (Deixe o grupo responder com suas próprias palavras)

Resumo:
Esta é uma história de um milagre. Para aprender a história completa, é necessário ler pelo menos até o versículo 18. Então o capítulo continua com o ensinamento de Jesus. O capítulo completo define o milagre no sábado e o conflito que causou entre Jesus e as autoridades judaicas. No entanto, para o programa do DMO de 2020, focaremos o estudo na interação entre Jesus e o homem que esteve doente por 38 anos.

Jesus foi a Jerusalém durante uma festa dos judeus. O cenário da história é bem descrito em João 5. Havia uma tanque perto do Portão das Ovelhas, onde pessoas com diversas doenças iam procurando cura. Em algumas versões da Bíblia, há uma explicação sobre a cura acontecendo àqueles que primeiro entravam no tanque depois que a água fosse agitada por um anjo (versículo 4).

pessoas no tanque acreditavam que a cura estava na água; consequentemente o homem da história esperava a sua cura da água. Como ele era incapaz de entrar na água agitada sozinho, ele não podia ver como seria curado. Então, ele esperou em sua cama pela próxima oportunidade. O que esse encontro diz sobre o homem? O homem da história parecia uma pessoa solitária; ele não tinha ninguém para ajudá-lo a ser curado. Ele parecia estagnado e impotente. Talvez, foi isso que levou Jesus a fazer-lhe uma pergunta de mudança de vida: “Você quer ser curado?”

O que esse encontro diz sobre Jesus? Jesus agiu com compaixão, amor, compreensão e carinho. Jesus em sua humanidade podia se identificar com o sofrimento humano. Jesus em sua humildade podia ouvir o homem sem julgar suas desculpas. Jesus deu ao homem uma chance.

O que esse encontro nos fala sobre Deus? Jesus usou três verbos de ação para capacitar o homem, que estava doente há 38 anos, para experimentar o amor de Deus: “Levante-se! Pegue a sua cama e ande”. O diálogo de Jesus com esse homem pode nos levar além da cura física. Os verbos de ação podem sugerir que não devemos ter medo de agir conforme a palavra de Deus. Deus está oferecendo os passos para a transformação pessoal e social.

Terceiro passo: ouvir a palavra de Deus hoje
A palavra de Deus ganha vida hoje em nosso próprio contexto. O facilitador deve encaminhar a conversa para o que a história pode significar no contexto do grupo hoje, especialmente nos termos do foco do programa do DMO de 2020 em paz e reconciliação. Se houver perguntas anteriores sobre o significado da história, apresente-as à conversa agora.

“Zimbábue experimentou violência política por muitos anos. E os traumas e tensões ainda estão vivos nas comunidades. No processo de reconciliação, diz-se que devemos perdoar, mas apenas dizer não faz isso acontecer. Precisamos ser capazes de aceitar que fomos feridos e passar pelo processo de cura. Outros precisam reconhecer que machucaram e mostrar que estão arrependidos. Precisamos nos ouvir. A paz começa comigo e com você. O ingrediente da paz é o amor, e onde há reconciliação, a paz vem.” (Membro do DMO de Zimbábue, 2017 Oficina Preparatória)

No contexto histórico de Zimbábue, a paz e a reconciliação podem se referir à superação dos traumas de conflitos armados por um processo de construção da paz. Quando a violência eclodiu em 2008 em torno das eleições nacionais, as mulheres foram alvo e submetidas a abusos. Verdade, justiça, perdão, arrependimentos e até mesmo reparações são medidas geralmente tomadas pelas comissões da verdade e reconciliação. Uma reconciliação política nacional pode trazer paz e segurança às comunidades. Ao mesmo tempo, igrejas ou organizações comunitárias também podem desenvolver seu próprio processo de construção da paz, capacitando as vítimas a superar traumas, aumentando a conscientização pública para prevenir a violência ou promovendo treinamento para o desenvolvimento sustentável da comunidade.

Como vemos a história através dos olhos de Jesus? O milagre e a transformação na história da Bíblia estão simbolizados pela cama. A cama era o lugar onde o homem jogava suas desculpas, apesar dele estar procurando por cura. Após o encontro com Jesus, a cama tornou-se um lembrete dessa cura.

Jesus nos capacita a sermos curados fazendo algo pela transformação que Deus está oferecendo - levantar-se e pegar nossa cama, qualquer que ela seja para nós, e andar. Jesus nos capacita a escolher ser curado e a ser curado, possivelmente fisica, mental, espiritual e socialmente. Quando somos totalmente curados, somos reconciliados com Deus, com nós mesmos, com nossa comunidade. Quando estamos reconciliados, podemos verdadeiramente amar, e quando amamos verdadeiramente, somos capazes de caminhar em direção à paz. Então, “Levante-se! Pegue a sua cama e ande”.

Forme pequenos grupos para refletir sobre as seguintes perguntas:

1. Qual é o contexto em que você ou sua comunidade vive que precisa ouvir a pergunta de mudança de vida de Jesus - “Você quer ser curado?” Por exemplo, no contexto da violência, a pergunta pode ser reformulada como Você quer viver em paz?

2. Quais são os obstáculos ou desculpas dadas, que não estão permitindo a transformação? Por exemplo, no contexto da violência, quais são as desculpas para não construir a paz e a reconciliação?

3. Motive seu grupo para identificar o que significaria no seu contexto “Levante-se! Pegue a sua cama e ande”. Então, compartilhe algumas das etapas que você ou sua comunidade podem tomar em resposta às palavras de milagre de Jesus -“ Levanta-se! Pegue a sua cama e ande”. Para continuar o exemplo, quais são os passos para amar, reconciliar e viver em paz na família, no local de trabalho, na igreja, na comunidade ou na nação?

Se possível, dê ao grupo tempo para relatar as respostas na forma de um esquete baseado nas palavras de Jesus: “Você quer ser curado?” e “Levante-se! Pegue a sua cama e ande”. Neste momento da conversa, o esquete não deve ser a repetição da história da Bíblia, mas como essas duas frases podem ser aplicadas ao seu próprio contexto em direção ao amor, paz e reconciliação - seja na família , local de trabalho, igreja, comunidade ou nação.

Conclua com uma oração
Deus da Paz, rezamos para que todos saibam que, apesar das diferenças políticas, religiosas e sociais, precisamos amar, reconciliar-nos uns com os outros e ter paz. Oramos para que os lares desfeitos sejam reconciliados, que as mulheres vivam em segurança e que as comunidades estejam abertas à construção da paz. Em nome do Príncipe da Paz - Jesus. Amém.


Este material faz parte do culto de adoração e recursos educacionais para a
celebração anual do DMO de 2020.
Para mais informação, por favor contactar:
Comitê Internacional do Dia Mundial de Oração
475 Riverside Drive Room 729
Nova Iorque, NY. 10115. EUA
admin@worlddayofprayer.net - http://worlddayofprayer.net

As citações das escrituras contidas aqui são da Nova Versão Padrão Revisada da Bíblia, copyright © 1989 pela Divisão de Educação Cristã do Conselho Nacional de Igrejas de Cristo nos EUA e são usadas com permissão. Todos os direitos reservados.


Tudo sobre o Dia Mundial de Oração. Clique aqui
 


Âmbito: IECLB
Área: Ecumene / Organismo: Dia Mundial de Oração - DMO
Natureza do Texto: Educação
Perfil do Texto: Estudo Bíblico
ID: 55244
Portanto, estejam preparados. Usem a verdade como cinturão. Vistam-se com a couraça da justiça e calcem, como sapatos, a prontidão para anunciar a Boa Notícia de paz.
Filipenses 6.14-15
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br