Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Ecumene



ID: 2676

Natal sem precedentes - alegria inesperada

Mensagem de Natal da Federação Luterana Mundial (FLM) 2020

23/12/2020

Natal sem precedentes - alegria inesperada
Mensagem de Natal da FLM 2020

E ela deu à luz seu filho primogênito, e envolveu-o em panos e deitou-o na manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria. Lucas 2: 7

Queridas amigas e queridos amigos, irmãs e irmãos em Cristo:

Mais uma vez nos reunimos para celebrar o Natal de Jesus e ouvir os versículos familiares que nos contam sobre seu nascimento em um estábulo em Belém. No entanto, ao nos prepararmos para o Natal deste ano, ficamos dolorosamente cientes de como essa época será incomum para nós, devido à impossibilidade de nos encontrarmos com as pessoas que amamos, à impossibilidade de celebrar em nossas igrejas e cantar juntos nossas canções tradicionais de Natal.

Desde o início de 2020, cada um de nós tem lutado com desafios desconhecidos e sem precedentes que a pandemia do Covid-19 nos trouxe. Assistimos com medo e ansiedade a propagação da doença de um país a outro, de um continente a outro e, o que é mais doloroso, como centenas de milhares de pessoas morrem. Tivemos que nos adaptar às muitas mudanças dramáticas impostas pelas restrições da quarentena, enquanto governos e comunidades lutam para proteger seu povo e impedir a propagação do vírus.

Por outro lado, também nos sentimos encorajados pelas muitas histórias de solidariedade e apoio que nossas igrejas ofereceram precisamente nesse momento aos mais afetados pelos isolamentos, àqueles que perderam sua fonte de renda ou àqueles que se encontraram sozinhos e em condições extremas. Fomos inspirados por relatos sobre maneiras inovadoras pelas quais as igrejas promoveram conexões entre as pessoas para celebrar, servir e testemunhar o evangelho.

Mas para muitos de nós que estamos nos preparando para receber Jesus em nossas casas e em nossos corações, este tempo tradicional de alegria e celebração continua sendo um tempo de incerteza e medo sobre o futuro. Apesar disso, lendo os versículos bíblicos bem conhecidos, podemos imaginar que Maria e José devem ter tido temores semelhantes, tanto por si próprios quanto pelo futuro de seu filho. Dar à luz em um estábulo, longe de seus entes queridos, cercado por animais e em uma manjedoura cheia de palha como berço, certamente não era o que eles tinham imaginado para o nascimento de seu filho. À medida que os relatos dos Evangelhos se desdobram, descobrimos que eles também continuaram a sentir medo e incerteza enquanto fugiam para o exílio no Egito. E, no entanto, sabemos que o nascimento desta criança, deitada numa manjedoura e saudada por humildes pastores, trará nova esperança e nova luz a um mundo escuro. Apesar das circunstâncias inesperadas, imprevistas e confusas que envolveram seu nascimento, sabemos que este bebê é o Messias, o Filho de Deus e o Príncipe da Paz, que oferece uma nova vida a todos os que nele acreditam. Por esta razão, também nós podemos confiar nessa promessa, assim como Maria e José o fizeram.

Podemos ouvir novamente a história da vinda de Deus ao mundo para trazer luz, vida e esperança em meio a todas as dificuldades que continuamos a enfrentar. Espero que vocês possam encontrar uma nova esperança ao ouvir as palavras do evangelho novamente e ao descobrir novas maneiras de celebrar o Natal este ano, pessoalmente ou virtualmente, conforme as circunstâncias o permitirem.

Que a luz brilhe nas trevas de nossas vidas e de todas as pessoas, como aconteceu com os pastores surpreendidos pelos anjos naquela primeira noite de Natal. E que o nascimento do menino em Belém, primícias do céu, traga alegria para todos vocês e suas famílias neste Natal.

Desejo a vocês um feliz e abençoado Natal!

Arcebispo Panti Filibus Musa – Presidente da Federação Luterana Mundial

MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

A Bíblia é uma erva: quanto mais se manuseia, mais perfume ela exala.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Mesmo que não sejamos cristãos tão bons como deveríamos ser, e somos ignorantes e fracos tanto na vida como na fé, Deus ainda assim quer defender a sua Palavra, pela simples razão de ser a sua Palavra.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br