Instituto Luterano Campos Verdejantes



Rua Walter Weege , s/n
CEP 89294-000 - Campo Alegre /SC
Telefone(s): (47) 3632-1756
contato@camposverdejantes.org
ID: 3199

Esqueceu-se Deus de ser benigno?

13/08/2020

 

Neste tempo de pandemia muitos são os sentimentos e, em meio à turbulência, acabamos por nos perguntar com mais ênfase se Deus se esqueceu de nós, assim como no Salmo 77.9-10 lemos: “Esqueceu-se Deus de ser benigno? Ou, na sua ira, terá ele reprimido as suas misericórdias? Então disse eu: Isto é minha aflição: mudou-se a destra do Altíssimo.”

Sentimo-nos perdidos, sós, nos questionamos sobre o pecado individual e coletivo. Nossa mente ficou atordoada e o coração batendo acelerado. O medo lateja na mente e no corpo. A aflição dominou o nosso pensar e o nosso agir. A pandemia nos tirou da normalidade que estávamos acostumados. Normalidade ou ritos cotidianos que realizávamos ligados no automático?

Estes sentimentos também aparecem quando, nasce uma criança com alguma síndrome. Os pais vinham num cotidiano todo “normal”, como se diz, e em suas mãos é entregue esta criança portadora de coisas desconhecidas. Tudo passa a não ser o que se esperava que fosse. Pais se perguntam: Esqueceu-se Deus de ser benigno? Que pecado que cometemos para que nosso filho nascesse com esta síndrome? Pai se indaga sobre como será perante amigos e parentes? Cogita mudar de cidade e esconder-se num cidade menor. Mãe e pai estão assustados, temerosos e aflitos.

Seja pandemia ou o nascimento de uma criança com síndrome, os sentimentos são muitos. Não podemos nos esconder destes sentimentos e muito menos negá-los, mas aprender a lidar. Exercitar os atos do salmista: “Recordo os feitos do Senhor, pois me lembro das tuas maravilhas da antiguidade. Considero também nas tuas obras todas, e cogito dos teus prodígios”, Salmo 77.11-12.

Deus fez maravilhas e com certeza esta criança também é uma maravilhosa bênção dEle. Esta criança é a bela obra de Deus, pois todos os seres humanos que nascem são a bela e maravilhosa imagem dEle. Deus faz prodígios através de cada pessoa, independente da bagagem que porta. Pais e mães suas filhas e seus filhos são bênção amada de Deus. O convívio com elas e eles é uma oportunidade de aprender a ser um humano livre de conceitos discriminatórios. Estas crianças vêm ao mundo portadoras de amor e como instrumento de Deus para nos ensinar a amar.

Aproveitemos todos nós a oportunidade que a pandemia nos dá de rever nossos conceitos que tanto já nos afastaram de belas imagens e semelhanças de Deus. Feliz será o ser humano que passar por tudo isto e verificar que seu olhar para uma criança portadora de síndrome é o mesmo olhar de amor que tem por si mesmo. Nunca nos esqueçamos de cogitar os prodígios e maravilhas que Deus tem feito. Eu, você e todo ser humano somos bênção de Deus. Façamos jus a isto!

Pa. Mayke Marliese Kegel
Pastora - Capelania da Saúde - Hospital Dona Helena
em Joinville - Santa Catarina, onde reside
Sínodo Norte Catarinense
 


Autor(a): Pa. Mayke Marliese Kegel
Âmbito: IECLB
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Área: Missão / Nível: Missão - Coronavírus / Organismo: Instituto Luterano Campos Verdejantes
Testamento: Antigo / Livro: Salmos / Capitulo: 77 / Versículo Inicial: 9 / Versículo Final: 10
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 58284
É por meio de Cristo que somos aceitos por Deus, nos tornamos o povo de Deus e somos salvos.
1Coríntios 1.30b
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br