Instituto Luterano Campos Verdejantes



Rua Walter Weege , s/n
CEP 89294-000 - Campo Alegre /SC
Telefone(s): (47) 3632-1756
contato@camposverdejantes.org
ID: 3199

Persistência na oração

31/08/2020

 

Senhor, nos ensine a orar” (Lucas 11.2a)


A oração faz parte da vida cristã. Trata-se de um exercício espiritual dos mais importantes, pelo meio do qual manifestamos nossa confiança e dependência de Deus. Através da oração falamos com Deus – expressamos nossa gratidão, confessamos nossa culpa, fazemos nossos pedidos, expomos nossas aflições – e nos unimos a todas as pessoas, que pela fé em Cristo e na força do Espírito Santo, buscam ao mesmo “Pai nosso”.

E é justamente no contexto da oração do Pai Nosso, que Jesus ensina seus discípulos sobre o valor da persistência na oração. Para isso, Jesus conta uma parábola, conhecida como a “parábola do amigo importuno” (Lucas 11.5-8). Nela, vemos Jesus falar sobre a necessidade da oração como uma busca incessante do auxílio de Deus, e a confiar na sua bondade e misericórdia. A parábola, na verdade, é uma resposta para o pedido de um dos discípulos, que encontramos em Lucas 11.2a: “Senhor, nos ensine a orar, como João [aqui João Batista] ensinou seus discípulos”. Jesus responde e amplia o conteúdo da oração que ensinou contando uma história que envolve amizade e perseverança.

A questão principal desta parábola não está em “quanto eu oro”, “onde eu oro” ou “como eu oro”, mas sim, na disposição que tenho em orar e buscar a ajuda de Jesus. Ou seja, se a minha oração é de coração, sincera e verdadeira. O que fez com que o “amigo importunado” cedesse, não foi o pedido em si ou o fato de serem conhecidos, mas sim a persistência de quem o buscou.

O simples fato de nos relacionarmos com Deus, nem sempre significa que Ele vai responder as minhas orações da maneira que me agrade. Mas, a minha busca incessante e minha real dependência de Deus, principalmente nas dificuldades da vida, esta sim abre a porta de acesso as respostas de Deus.

Em todos os tempos, orar faz bem e é necessário. Mas em tempos difíceis, conflituosos ou de ansiedade e angústia, orar é essencial, pois nos coloca constantemente sob a graça e misericórdia do único Senhor que pode nos auxiliar na hora da adversidade, se revelando assim, o amigo verdadeiro.

P. Marcus David Ziemann
é Pastor na Comun. Evang. de Confissão Luterana de Oxford
em São Bento do Sul - Santa Catarina, onde reside
Sínodo Norte Catarinense
 


Autor(a): P. Marcus David Ziemann
Âmbito: IECLB
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações / Organismo: Instituto Luterano Campos Verdejantes
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 11 / Versículo Inicial: 5 / Versículo Final: 8
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 58652
Sejam bons administradores dos diferentes dons que receberam de Deus. Que cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros!
1Pedro 4.10
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br