Nota emitida pela Presidência da IECLB, pelas Pastoras Sinodais e pelos Pastores Sinodais em 26/03/2020

26/03/2020

Nota emitida pela Presidência da IECLB,
pelas Pastoras Sinodais e pelos Pastores Sinodais
em 26/03/2020

Estimadas irmãs e estimados irmãos!

Jesus diz: “Falei essas coisas para que em mim vocês tenham paz. No mundo, vocês passam por aflições; mas tenham coragem: eu venci o mundo” (João 16.33).

Vivemos tempos difíceis. Uma pandemia se alastra pelo mundo e revela a fragilidade humana. O novo coronavírus (COVID-19) é um inimigo invisível, contra o qual ainda não há vacina nem remédio. O mundo passa por aflições. Como ter paz? Como ter bom ânimo? Informações desencontradas e postagens falsas não ajudam a trazer paz e tranquilidade. O que pode nos trazer paz é a confiança de que Deus está conosco neste momento. O que pode nos trazer paz é a união na fé.

A IECLB reforça a orientação de isolamento porque esta é, comprovadamente, a melhor forma de diminuir a propagação do vírus e de evitar consequências desastrosas. Esta é a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), posição seguida pela ampla maioria dos países. Sabemos que muitas pessoas não podem manter distanciamento físico porque trabalham em setores essenciais. Pedimos que essas pessoas, muitas delas membros da IECLB, tomem todas as medidas de prevenção e higiene. Também oramos por elas, intercedendo pela proteção de Deus.

Nossa preocupação primeira é com a vida. Neste sentido, mantemos a orientação de suspensão, por tempo indeterminado, de todas as atividades comunitárias que envolvem encontro presencial de pessoas. Não estamos suspendendo a fé, nem a atividade religiosa, muito pelo contrário: justamente neste momento precisamos da fé. Nesta situação grave e temporária, precisamos encontrar formas alternativas de viver a fé e o batismo. Temos a orientação de distanciamento físico, mas devemos manter a comunhão. Não é hora de divisão e pânico. É hora de buscarmos a paz que vem de Deus.

Pandemias são dinâmicas. A situação pode mudar em dias ou semanas. Agarramo-nos à fé em nosso Salvador, Jesus Cristo. Esperamos também que a ciência encontre formas de combater este mal e que os órgãos de saúde consigam tomar as medidas necessárias. Façamos a nossa parte, cuidando de nós e das outras pessoas: “Eu lhes dou um novo mandamento: que vocês amem uns aos outros. Assim como eu os amei, que também vocês amem uns aos outros” (João 13.34).

Pa. Sílvia Beatrice Genz – Pastora Presidente da IECLB
P. Odair Airton Braun – Pastor 1º Vice-Presidente IECLB e P. Sinodal do Sínodo Paranapanema
P. Dr. Mauro Batista de Souza – Pastor 2º Vice-Presidente da IECLB
P. Afonso Adolfo Weimer (Sínodo Rio Paraná)
P. Carlos Eduardo Müller Bock (Sínodo Rio dos Sinos)
P. Dr. Claudir Burmann (Sínodo Norte Catarinense)
P. Décio Weber (Sínodo Centro-Campanha-Sul)
P. Elisandro Rheinheimer (Sínodo Mato Grosso)
P. Gilciney Tetzner (Sínodo Vale do Taquari)
P. Guilherme Lieven (Sínodo Vale do Itajaí)
P. Ismar Schiefelbein (Sínodo Espírito Santo a Belém)
P. Jair Luiz Holzschuh (Sínodo Uruguai)
P. Joel Schlemper (Sínodo Centro-Sul Catarinense)
P. Me. Marcos Jair Ebeling (Sínodo Sudeste)
Pa. Patrícia Bauer (Sínodo Brasil Central)
P. Ricardo Cassen (Sínodo Planalto Rio-Grandense)
Pa. Roili Borchardt (Sínodo Sul-Rio-Grandense)
Pa. Ma. Tânia Cristina Weimer (Sínodo Nordeste Gaúcho)
Pa. Vera Lúcia Engelhardt (Sínodo da Amazônia)
P. Vilson Emilio Thielke (Sínodo Noroeste Riograndense)


Veja também:

Badalar os sinos para marcar nossa união - Presidência com Pastoras Sinodais e Pastores Sinodais (20/03/2020)

REDE DE RECURSOS
+
Se cada um servisse a seu próximo, o mundo inteiro estaria repleto de culto a Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br