A Campanha


Palavra não foi feita para dividir
PALAVRA É UMA PONTE ONDE O AMOR VAI E VEM
onde o amor vai e vem

(Livro de Canto da IECLB - 609)

Diz no Plano de Ação Missionária da IECLB (PAMI) que Deus é o fundamento e o sujeito da Missão que Ele mesmo realiza por meio da sua obra criadora e mantenedora, redentora e santificadora (PAMI 2008-2012, p. 35). Esta perspectiva abrangente da Missão, na qual salvação e preservação da Criação caminham de mãos dadas, encontra-se atualizada no Tema da IECLB para 2018 e 2019: Igreja - Economia - Política. Atuamos nessas três Ordens da Criação e por meio delas, apesar da nossa condição de pessoas pecadoras. Pela fé, colaboramos com Deus para o melhoramento do mundo.

Ao colaborarmos com Deus na sua Missão, promovemos a paz! A palavra bíblica para paz é shalom. Este termo hebraico tem um amplo sentido, que pode ser resumido assim: é a felicidade, o mútuo entendimento e o bem-estar espiritual, físico, social, econômico e político das pessoas, das famílias ou dos grupos com quem elas se relacionam, das cidades em que moram, dos povos aos quais pertencem. Paz é, portanto, felicidade, saúde, bom entendimento e bem-estar em todos os sentidos (Texto-Base Tema 2019). A parceria na Missão de Deus motiva os nossos trabalhos comunitários, paroquiais, sinodais e nacionais. Também é o que sustenta a Campanha Nacional de Ofertas para a Missão Vai e Vem!

Para 2019, propomos desenvolver a Campanha a partir do Tema (Igreja - Economia - Política) e do Lema 2019 (Deixo com vocês a paz, a minha paz lhes dou - Jo 14.27a). A nossa Missão como Igreja não é outra que nos inserirmos na Missão divina. A Campanha Vai e Vem nos motiva a sermos instrumentos do agir pacificador, salvador e santificador de Deus. Trabalhar pela paz significa ter empatia e compaixão com vistas à comunhão. Elas são um antídoto para a indiferença, a insensibilidade e o confronto, elementos constitutivos de situações de perda da paz.

Promover a paz é dar seguimento ao abraço pacificador de Deus, que salva e preserva. A promoção da paz caminha de mãos dadas com a efetivação das suas coirmãs: justiça, verdade e amor. Isso significa que será difícil, se não impossível, construir paz onde a injustiça, a mentira e o ódio fincaram raízes. Constata-se, assim, que a promoção da paz vai além de uma simples trégua, de um cessar-fogo. A paz que vem de Deus procura o bem-estar integral de todas as partes envolvidas. É por isso que as vias para a promoção da paz são o diálogo, a mediação e a reconciliação ou, como destaca o PAMI: O olhar de amor, que dialoga, refaz, restaura, dignifica e reconcilia a vida sob o poder do Espírito Santo (PAMI 2008-2012, p. 35).

Neste sentido, chama a nossa atenção o conselho apostólico: Se não tiver amor, isso de nada me adiantará (1Co 13.3b). A validade de tudo quanto viermos a fazer está no amor. Não é qualquer amor, mas o amor que Deus nos mostrou em Jesus Cristo. Como diz o Texto-base do Tema 2019: a vontade de Deus se traduz na sua decisão de criar, salvar e preservar (vida digna). Nessa decisão estão expressos o amor de Deus e a própria força do amor que dele emana. Tudo passa. O amor fica. É esse amor que quer a paz. Paz é o alvo. O amor é o meio. A rigor, é o amor que sustenta tanto a verdade e a justiça, como também a paz.

A Campanha Nacional de Ofertas para a Missão Vai e Vem abraça o desafio lançado pelo Tema e Lema do Ano em 2019: o amor restabelece e promove verdade, justiça e paz. Nesse sentido, uma forma concreta de construir pontes para a paz são as nossas palavras. A chamada da Campanha destaca um trecho do refrão do hino 609 do Livro de Canto da IECLB: Palavra não foi feita para dividir ninguém, palavra é uma ponte onde o amor vai e vem, onde o amor vai e vem.

Essa atitude assinala para o uso que damos às nossas palavras. As palavras são como uma extensão das nossas mãos: com elas podemos curar ou ferir, unir ou dividir, construir ou destruir... As nossas palavras têm poder! O desafio é torná-las instrumentos do amor de Deus para a paz, por isso cabe a cada pessoa se perguntar: Para que contribuem as minhas palavras e a Palavra que eu anuncio? Para que contribuem as nossas ações? As nossas ações ajudam a sair do círculo dramático no qual se cultiva o ódio nosso de cada dia? A Palavra de Deus é a fonte inspiradora e orientadora para que as nossas palavras e as nossas ações fomentem a paz, sem mascarar a realidade (Texto Base TA2019).

Assim, quem, pela fé, se engaja na Missão de Deus, está sob a sua bênção: Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como seus filhos (Mt 5.9). Quem promove a paz, com palavra e ação, segue os passos de Deus. Quem constrói pontes para a paz imita o agir de Deus. Tudo isso sob os impulsos do amor.

Baseado neste amor, o XXXI Concílio da Igreja, reunido em Curitiba/PR, aprovou as Metas, as Áreas e os Objetivos do Plano Missionário da IECLB para os anos 2019-2024. Estes indicativos para o fortalecimento da Ação Missionária nos âmbitos nacional, sinodal e local são um importante impulso para a promoção da paz. Neste contexto, a Vai e Vem convida a construir pontes – de amor – para a paz, em forma de reflexão, de ações missionárias e de ofertas.

Que Deus continue a abençoar cada gesto e cada ação que brotam de um coração cheio do amor e da paz que Cristo nos dá. Amém!

Presidência da IECLB
Domingo de Pentecostes,
9 de junho/2019


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
A oração precisa ter o coração todo para si, por inteiro e exclusivamente, para que seja uma boa oração.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br