Josua Stegmann (1588-1632)

Obra e Biografia

29/06/2012

Josua Stegmann (1588-1632) HPD nº 108

Nasceu: 14 de setembro de 1588, Sülzfeld (perto de Meiningen1), Alemanha. Faleceu: 3 de agosto de 1632, Rinteln/Weser, Alemanha. Sepultado: em Rinteln, Alemanha.

Filho de um pastor luterano, Josua Stegmann entrou no ano de 1608 na Universidade de Leipzig, onde se formou Magister em 1611, e se tornou, por algum tempo, (Adjunkt) auxiliar na Faculdade Filosófica. Em 1617 ele foi designado o Superintendente do distrito (Grafschaft) de Schaumburg, e também o pastor em Stadthagen, e o primeiro professor do Ginásio desta cidade. Antes de assumir os seus deveres, ele se formou DD em Wittenberg, no dia 24 de outubro de 1617. Quando o Ginásio se tornou uma universidade, e foi transferido para o antigo convento em Rinteln em 1621, ele se tornou professor de teologia ali. Em 1623, a erupção da guerra o forçou a fugir de Rinteln. Depois do retorno, ele foi designado em 1625 Ephorus (Superintendente) do clero luterano de Hessen-Schaumburg. No ano de 1626 um de seus alunos foi Johann Rist.

Em virtude da Contra-Reforma o imperador promulgou, no dia 6 de março de 1629, o Édito de Restituição. Em conseqüência disso Stegmann passou por muitas aflições. Os monges Beneditinos, depois que eles se tinham instalados em Rinteln, em 1630 reivindicaram ser os professores legítimos, e exigiram a devolução das antigas terras da igreja, e especialmente a propriedade que pertencia ao convento em Rinteln, propriedade essa que tinha sido destinada ao pagamento dos salários dos professores luteranos. Eles enviaram soldados para a casa de Stegmann, exigindo que ele reembolsasse o salário dele. Profundamente magoado ele ficou doente; e pouco tempo depois ele morreu de uma febre perniciosa, com somente 44 anos de idade.

Josua Stegmann é autor (em 1627) da letra do hino Ach bleib mit deiner Gnade bei uns (EG nº 100) = HPD nº 108: Preserva em tua graça, teu povo, ó Salvador, uma oração (no original de 6 estrofes) na qual rogamos por graça, salvação, luz, o Verbo, bênção, poder e fidelidade de Deus para o seu povo que vive rodeado das ameaças do maligno.

Fontes:

- www.cyberhymnal.org/

- S. Fornaçon, o artigo Stegmann em RGG³, Volume VI, Coluna 345, Tübingen, 1962

Maiores detalhes (em língua alemã) veja em http://www.daniel-riecke.de/stegmann.html

Nota:1 Meiningen, no sul da Turíngia.


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 15359
REDE DE RECURSOS
+
Não somos nós que podemos preservar a Igreja, também não o foram os nossos ancestrais e a nossa posteridade também não o será, mas foi, é e será aquele que diz: Eu estou convosco até o fim do mundo (Mateus 28.20).
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br