Vem à luz, alegremente

LCI 402

03/01/1656

 

1. Vem à luz, alegremente,
vem, ó povo do Senhor;
pois o brilho refulgente
já raio com resplendor
Deus, o Pai, jamais se esquece
do infeliz, que às trevas desce.

2. Quando a luz chegou ao mundo, 
toda a noite se aclarou; 
mesmo o abismo mais profundo 
nesta luz se alumiou. 
Quem por seu fulgor se guia, 
nunca às trevas se desvia.

3. A cegueira do pecado 
nos lançara na aflição; 
não podia o condenado 
ver a luz nas escuridão, 
que lhe desse fé na lida 
para conduzi-lo à vida.

4. Mas a luz do céu nos veio; 
 resplandece o seu alvor.
Já se encontra em nosso meio,
já rebrilha o seu fulgor.
Vence todos os cuidados,
ânsia, trevas e pecados.

5. Cristo, d’alma a luz radiosa,
com amor vens afastar
esta noite tenebrosa
que nos quer fazer tombar.
Quando o teu amor nos guia,
é segura a nossa via.


Autor da letra: Johann Rist

Autor da melodia: Joachim Neander


Autor(a): Johann Rist
Âmbito: IECLB
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Hino: 39. Vem a luz, alegremente
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Hino
ID: 16297
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
A intenção real de Deus é, portanto, que não permitamos venha qualquer pessoa sofrer dano e que, ao contrário, demonstremos todo o bem e o amor.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br