Vida Celebrativa - Ano Eclesiástico


ID: 2654

PALAVRA DO PASTOR - ABRIL DE 2022

24/03/2022

Jesus Cristo diz: O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para salvar muita gente.
(Marcos 10.45)

A colocação de Jesus a Tiago e João é a resposta ao pedido de sentar à sua direita e à sua esquerda. Mesmo que Jesus tenha enfatizado que o Filho do Homem seria condenado à morte, Tiago e João sonham com o poder. Eles querem garantir um lugar junto ao Reino glorioso do ressuscitado. Eles querem ter um lugar de destaque.

O que Jesus faz? Primeiramente ele questiona. Ele pergunta. Ele procura entender a visão de Tiago e João. Após ouvir os argumentos de Tiago e João, e concordar em parte com suas colocações, Jesus aborda aquilo que gerou descontentamento no grupo, isto é, a busca pelo poder. Jesus ensina ao grupo qual é o seu projeto de poder.

Jesus ensina ao grupo à forma como não devemos exercer a autoridade. E faz isso, lembrando os governadores dos povos pagãos, os romanos, que oprimiam e subjugavam os povos. Os romanos alcançavam a paz através da vitória, impondo a derrota com violência a quem resistisse contra o seu poder. Eles chamavam isso de “pax romana”. Porém, o que Jesus ensina aos discípulos é que a sua paz não é a da vitória pela violência, mas é a paz fruto da justiça revelada na cruz. É por isso que ele diz em João 14.27: “Deixo com vocês a paz. É a minha paz que lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo a dá”.

Para Jesus, o poder não é tirania, violência, submissão, porém diaconia, serviço, diálogo, cuidado ao próximo. É por isso que ele diz em Marcos 10.43: “Mas entre vocês não pode ser assim”. Jesus não só ensina. Ele foi o exemplo vivo dos seus ensinamentos. Na última ceia que fez com os discípulos, lavou os pés de todos. Nos três anos do seu ministério mostrou que o verdadeiro poder se revela no cuidado com os mais fragilizados, necessitados e desalentados. Na cruz morreu para nos dar como presente a salvação, a ressurreição, o Domingo de Páscoa.

Jesus nos convida a não nos deixarmos manipular por sonhos pessoais de ambição, de grandeza, de poder e de domínio, mas pelo seu projeto salvador. Jesus nos convida a ouvir, a perguntar e a questionar quando atos de ambição e poder ameaçam a dignidade, a paz e a vida de pessoas. Jesus, sobretudo, nos convida a exercer o diálogo e a servir em humildade, justiça e compaixão. Que cada um de nós e, de forma especial, as autoridades de todos os países sejamos tocados pelo projeto de servir de Jesus, pois é ele que nos abençoa com as belas manhãs de Páscoa. Como Jesus também diz em Mateus 23.11: “Entre vocês, o mais importante é aquele que serve os outros”.

Pr. Ernani
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Cristãos que oram são verdadeiros auxiliares e salvadores.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Nada pode nos separar do amor de Deus: nem a morte nem a vida; nem o presente nem o futuro.
Romanos 8.38
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br