Sínodo Centro-Sul Catarinense



Rua Ivo Reis Montenegro , 126 Jardim Itaguaçu - Itaguaçu
CEP 88085-600 - Florianópolis /SC - Brasil
Telefone(s): (48) 3249-0887
sinodo@centrosulcatarinense.com.br
ID: 7

Erna Heidrich

02/03/2010

Erna Heidrich, nascida em 23 de fevereiro de 1945, em Taió, foi a quarta filha de Rudolf e Adete Glatz.

Formada no magistério, era sempre estudiosa e 1ª da classe. Educação, sua meta, futuramente tornou-se destaque na sua militância política como vereadora e prefeita de Taió. Estudou e lecionou em escolas públicas de sua cidade.

Nascida em família luterana, desde pequena participava no Culto Infantil, programações do Natal e Coral da Igreja. Sua mãe, Adete, era membro da OASE, de cujas reuniões, Erna desde pequena gostava de participar.

Casou-se em 16 de julho de 1962, na IECLB de Taió e teve três filhos, em 1963, 1965 e em 1967, Adete Cristine.

 Começou na OASE em 1973, acompanhando a mãe, já adoentada. Erna usava quase sempre o distintivo da OASE, testemunhando sua fé e engajamento no SERVIR ao Senhor. A sua fidelidade em transmitir a mensagem da OASE, ela demonstrava em palavras e ações.

Em 11 de março de 1975, foi eleita presidente da OASE de Taió.

Envolvida como presidente da OASE, em obras sociais, já em 1977, manifestou seu lado de política, quando enviou correspondências a deputados estaduais, pedindo apoio financeiro a seus projetos. Conseguiu seus objetivos. Tanto é, que no lançamento da pedra fundamental do J.I. Bom Pastor teve a presença do governador e de um deputado.

 Este seu lado de líder, trouxe-lhe o convite para concorrer à vereança em 1982. E foi eleita. Foi presidente da OASE de Taió por 14 anos, de 1975 a 1989.

A OASE foi o ponto de partida para a carreira política de Erna; eleita vereadora em 1982, foi secretária da Câmara de Vereadores por duas vezes, reeleita duas vezes (a mais votada no município na segunda vez), foi escolhida como presidente da Câmara. Exerceu o cargo até 1994.

OASE e vereança foram entrelaçados. Desde 1988, no programa de rádio Conversando Com Você, como locutora, transmitia mensagens diárias pela rádio local, encantando os ouvintes.

Quando política, jamais revidou ofensas e difamações. Acreditava ser mais importante falar do trabalho que queria fazer pelo povo de Taió.

Aceitou concorrer à prefeitura, incentivada pelas mulheres da cidade. Era presidente Regional da OASE RE II, eleita em outubro de 1995, quando foi eleita Prefeita de Taió, em 03 de outubro de 1996. Foi a primeira mulher eleita para a Prefeitura em Taió.

De seu discurso de posse como prefeita, vale destacar: “A palavra de Deus é poderosa e viva. Ela ultrapassa fronteiras e nos ensina também que hoje, basta que tenhamos sensibilidade com as necessidades e os problemas das pessoas e a coragem de tomar iniciativas e decisões. E o milagre se renova a cada manhã: colocando as coisas nas mãos do Senhor, se multiplicam em bênçãos...”.

Como primeira mulher prefeita na história do município de Taió, abriu espaço para o sexo feminino.

 Como administradora tinha metas definidas, grande capacidade de negociação, superando os muitos obstáculos em sua gestão com o apoio da Câmara de Vereadores.

 Seu trabalho a envolvia de 10 a 12 horas diárias. Em suas idas a Brasília, sempre foi muito bem atendida pelos ministros. Discreta elegância, sempre.

 O dia-a-dia de Erna estava voltado aos direitos femininos. Marcante foi sua presença num evento comemorativo ao Dia Internacional da Mulher, quando palestrou para mais de 2.000 mulheres, animando-as ao crescimento pessoal.

Tinha carinho especial e preocupação com as crianças carentes de Taió; criou programas especiais para sua formação integral. Priorizou a educação, criando a faculdade de Rio do Sul - Curso de Pedagogia e Ciências Contábeis. Adquiriu uma frota de seis ônibus escolares e deu atenção especial aos idosos.

Presente no cenário político de Taió, SC e Brasília, exuberante, forte, sempre queria ganhar tempo. Tinha firmeza e persistência em suas articulações políticas.

Nos Congressos da OASE, era convidada a palestrar sobre economia, administração, temas políticos e assuntos de fé.

Em meio a seu mandato, aconteceu a doença em novembro de 1998: câncer, contra o qual lutou tão bravamente, quanto em sua administração como prefeita. Cirurgias, quimioterapia em Porto Alegre.

Sua filha considerou que o enorme sofrimento de sua mãe foi uma provação de Deus para ver o tamanho de sua fé. Ela era uma mulher corajosa, lutadora e brilhante.

Ficaram muitos sonhos por realizar, metas a cumprir. A doença, implacável, sempre forte! Erna se emocionava com as manifestações de carinho e empenho em orações, dos que a visitavam, durante sua enfermidade.

Mesmo no hospital, em Porto Alegre, continuava a Prefeita Erna, envolvida com projetos e ações por Taió.

Mas seu corpo fragilizado foi vencido. Lutou o bom combate, fortalecida pela sua fé inabalável. Foi uma grande líder, carismática, exemplo para gerações futuras de políticos. Para nós, mulheres da OASE, Erna Heidrich é o exemplo de mulher como Deus nos pensou, suave no diálogo, forte nas decisões. Delicada, mas persistente nas situações difíceis, corajosa, incansável. Vencedora!

 Só não venceu a morte, porque se rendeu à vontade suprema de nosso Pai Celeste.

Erna na OASE: 1975-1989 - Presidente da OASE de Taió. OASE RE II: Secretária, Vice-presidente, eleita presidente regional em 1995, XIV Congresso Regional OASE RE II em março de 1998, e último, Divisão em 4 OASES Sinodais.

Erna na Política: 1982-1999

“Os melhores servos de Deus
 São aqueles que se
 Colocam a serviço do próximo...

 São os que têm mentes que
 Planejam, mãos que trabalham,
 Corações que amam...

 São os que produzem,
 Persistem, esperam...

 São os que servem,
 Compreendem, toleram,
 Respeitam seus semelhantes
 E todos aqueles que colaboram
 Com o progresso e contribuem,
 De alguma forma, para o bem
 Estar da família...

 São os que colaboram
 Com a obra do Criador.”
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Que ninguém procure somente os seus próprios interesses, mas também os dos outros.
Filipenses 2.4
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
É dever de pai e mãe ensinar os filhos, as filhas e guiá-los, guiá-las a Deus, não segundo a sua própria imaginação ou devoção, mas conforme o mandamento de Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br