A Igreja em Tempos de Coronavírus



ID: 3207

Por favor, deixa que eu veja a tua glória - Êxodo 33.18

Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021

16/03/2021

Bom dia! A Palavra de Deus fala com você nesse tempo da Campanha da Fraternidade Ecumênica. Sou Rudolf von Sinner, pastor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, professor na Pontifícia Universidade Católica do Paraná em Curitiba.

A palavra de hoje está no livro de Êxodo 33,18, onde lemos: “Por favor, deixa que eu veja a tua glória”.

Queridos irmãos e queridas irmãs,

Certa vez fui fazer uma colonoscopia, e pedi para fazê-la sem sedação, para que eu pudesse ficar acordado e ver meu interior. Você acha isto estranho? É que tenho mais medo da sedação do que do procedimento, e o olhar do pesquisador sobre mi mesmo me ajuda a não ficar com medo. Para convencer o médico, eu tinha impresso e lido um bocado de artigos científicos. Trouxe a pasta para ele dar uma olhada e se convencer de que era possível. Ele nem olhou os papeis e disse: “Não tem nada aqui que eu não já saiba”. Achei estranha a reação, arrogante até. Ele deve ter pensado que eu não estava confiando na competência dele. E eu pensava que ele não estava interessado no meu desejo, que quis apenas seguir sua rotina. Pensando bem, creio que ele também estava com medo: o medo que eu, ficando acordado, me debatesse na maca e complicasse o exame e o fizesse perder tempo. Chegamos, graças a Deus, a um meio termo. Mas percebi o quão importante era uma conversa honesta e aberta, para dar conta dos medos meus e dos do médico.

Moisés, diante da enorme tarefa de liderar o povo pelo deserto à terra prometida, também estava com medo. É compreensível. Procurava ganhar confiança. Pediu a Deus conhecer o caminho. Pediu a Deus certeza de que Deus olhava favoravelmente para seu povo. Por fim, pediu, como ouvimos: “Por favor, deixa que eu veja a tua glória”. Com paciência e gentileza, Deus atende aos vários pedidos, mas o faz do seu jeito: não se pode ver a face de Deus sem perecer. Seria forte demais para um ser humano. Em vez de repreender Moisés, no entanto, conversa com ele. No final, Deus passa diante de Moisés e cobre ele com Sua mão, para que Moisés sinta, sim, a presença de Deus, mas não seja derrubado por ela. A conversa e a postura fizeram toda diferença e trouxeram o resultado desejado: agora, com confiança, Moisés pode ir em frente.

Junte agora suas mãos para que oremos: Bondoso Deus, Te agradecemos nesta manhã pela luz do dia, pela esperança renovada, por Tua compaixão e por Tua palavra que nos acompanha e fortalece. Que possamos, na fé e na confiança, caminhar com firmeza por este dia. Amém.


Autor(a): Rudolf von Sinner
Âmbito: IECLB / Sinodo: Paranapanema
Área: Ecumene
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Área: Missão / Nível: Missão - Coronavírus / Organismo: Conselho Nacional de Igrejas Cristãs - CONIC
Testamento: Antigo / Livro: Êxodo / Capitulo: 33 / Versículo Inicial: 18
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 61517
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

É totalmente insuportável que em uma Igreja cristã um queira ser superior aos outros.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Não há pecado maior do que não crermos no perdão dos pecados. Este é o pecado contra o Espírito Santo.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br