Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

1 Coríntios 15.1-11 - Domingo da Páscoa - 05.04.2015

Caderno de Cultos 2015

05/04/2015

05/04/2015 – Domingo de Páscoa
Sl 118.1-2,14-24; Mc 16.1-8 Pregação: 1 Co 15.1-11
P. Elton Klein – Panambi - RS

ACOLHIDA

Assim, nos reunimos neste culto, em nome do Trino Deus, Pai, Filho e Espírito Santo.
C Amém

Acolher os/as visitantes
Sejam todos e todas bem vindos para a festa cristã da vitória da vida sobre a morte.
Porque Cristo ressuscitou podemos cantar, em alto e claro tom.

CANTO DE ENTRADA
Nº 315 – HPD II – Cristo esta vivo
Ou: Nº ____________________________________________________

LITURGIA DE ABERTURA
SAUDAÇÃO
A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja, irmãos e irmãs, com vocês (Gl 6.18) Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 319 - HPD II – Vem, Espírito Santo, vem iluminar.
Ou: Nº ____________________________________________________

INTRÓITO
Leitura Bíblica: Salmo 118.1-2,14-24

CANTO
Nº 253 - HPD I – Glorificado seja teu nome.

CONFISSÃO DE PECADOS
Deus, criador do céu e da terra! Pedimos perdão pelas vezes em que não nos posicionamos contra práticas, costumes e tradições que dificultam a vida para a maior parte da população em nosso país.
Perdão Senhor, pelas vezes em que celebramos a Páscoa, mas não nos comprometemos com os ensinamentos e verdades que o teu Filho nos transmitiu.

Cantamos: Perdão, Senhor perdão!

ANÚNCIO DO PERDÃO
Disse Pedro: “O próprio Jesus levou os nossos pecados no seu corpo sobre a cruz a fim de que morrêssemos para o pecado e vivêssemos para a justiça”. Por termos essa possibilidade, Deus seja louvado.

CANTAMOS
Nº 349 - HPD II – Louvemos todos juntos o nome do Senhor.
Ou: Nº ____________________________________________________

ORAÇÃO DO DIA
Deus da vida, que tiraste o poder da morte pela ressurreição de Jesus Cristo, teu Filho, e que esperas que divulguemos isto pelo mundo com nossas palavras e ações, concede fé e ilumina nosso entendimento que buscas provas, fazendo com que olhemos para além do túmulo vazio, a fim de que nossos ouvidos e nosso coração percebam o que nossos olhos não podem ver e nossas mãos não podem tocar. Por nosso Senhor Jesus Cristo, que vive e reina contigo, hoje e sempre. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

2ª Leitura Bíblica: Mc 16.1-8

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 381 – HPD II – Pela palavra de Deus saberemos por onde andar.

3ª Leitura Bíblica: 1 Co 15.1-11

PREGAÇÃO
A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém.

O ministério de Jesus não era um passeio, não veio para dizer coisas interessantes, coisas bonitas. Ele veio para morrer.
Ao longo da semana e de maneira especial, na última sexta-feira, tivemos a oportunidade de olhar para o horror da Cruz. A cruz, como instrumento de morte, diga-se de passagem um dos piores instrumentos de morte.

Hoje, quando celebramos o domingo da ressurreição, gostaria de convidar você, para juntos olharmos para a beleza da cruz. Mas afinal, isso é possível? Falar da beleza da cruz, o que pode haver de belo da cruz do calvário? Como falar da beleza da cruz, se ela lembra tudo, menos beleza. Lembra dor, escarnio, sofrimento, abandono.

Não quero amenizar o horror da cruz. Quero apontar o verdadeiro valor da cruz. Temos em nossos hinários muitos hinos que expõe o horror da cruz. Mas expõe simultaneamente o valor desta cruz.
Quero falar da beleza da cruz e a importância dela, para a nossa vida, para a nossa fé.
Esta cruz, não é um objeto de adoração ela é um símbolo que aponta para a obra de Jesus.
Nesta época do ano, em todo o mundo, podemos assistir a shows, procissões de todos os tipos, de pessoas fazendo vias crucius. Encenando o sacrifício de Jesus, e de preferencia de uma forma mais dramática possível, para emocional o público.
Precisamos concordar que de fato a cruz anda em alta nesses dias. Nós encontramos a cruz em vários lugares. Desde cemitério até pescoço de madame. Você encontra cruzes simples de madeira a joias caríssimas.
Mas não é da beleza estética que estamos falando. Queremos falar é da páscoa, da ressurreição de Cristo, pois é justamente isso que confere beleza singular a cruz de Cristo.

Afinal a cruz sem a ressurreição, não passa de instrumento de morte. A cruz. É bela apenas e tão somente na medida que servir aos propósitos salvificos de Deus.
Paulo ele foi muito direto ao tratar esse tema. O problema das pessoas não é com a cruz de Cristo, e isso a gente vê, muitos carregam crucifixos, ou cruzes.
As pessoas não tem problema com a cruz, mas tem problema com a ressurreição.
Amada Igreja, não podemos nos deixar enganar, não é possível falar do evangelho sem crer na ressurreição. O problema de só ficar com a cruz, é que abrimos mão do Senhor.
Quando cremos no sacrifício da cruz, quando cremos na ressurreição de Cristo, estamos falando de um Senhor que vive e reina e que quer reinar sobre nós.
A cruz vazia é um sinal do senhorio de Cristo sobre a morte e sobre a vida.

A pergunta que precisamos responder nesta manhã de páscoa é se de fato cremos na ressurreição ou não. Qual é a sua resposta? Você crê na ressurreição?
Essa é uma pergunta que Jesus fez a Marta e “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Você acredita nisso?” (Jo 11.25-26)

Essa é a pergunta que somos convidados a responder nesta manhã de Páscoa. Nós acreditamos nisso?
Quando cremos em Jesus como senhor e salvador temos a vida eterna, aqui e agora.

A cruz sem a ressurreição não tem razão de ser. No máximo é reduzida a um objeto de adoração. De veneração, e quando isso acontece, a ressurreição sai de cena. Quando o Cristo vivo, não está presente pelo Espírito Santo, nossos olhos se voltam para coisas, para objetos. Nós os veneramos, beijamos a cruz. Usamos como amuleto, mas isso é idolatria, e o pior, ainda estão em seus pecados. Porque quem nos perdoa não é o Cristo crucificado é o Cristo ressurreto, é ele que pode interceder por nós.

O nosso redentor vive e isso é páscoa, por isso convido para respondermos a essa Palavra, que nos foi lida e pregada, através da confissão de fé do Credo Apostólico. Ficamos em pé, e juntos confessamos a nossa fé dizendo, Creio em Deus Pai, todo poderoso...


CANTO PÓS CONFISSÃO E OFERTA

Nº 452 – HPD II – Senhor, eu quero amar-te

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Destino da oferta: _________________________________________
Oferta último Culto: R$________ destinada ____________________ ________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
_______________________________________________________¬¬¬¬_

ANIVERSARIANTES
________________________________________________________
________________________________________________________

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

Eterno Deus e Pai, nosso amigo e nossa esperança! Intercedemos por fé na ressurreição do corpo, do corpo de Cristo e do nosso corpo, para que fiquemos livres da tentação de crenças e filosofias que prometem soluções fáceis por caminhos duvidosos e individuais. Eterno Deus, graças te rendemos, pois tu és bom e tua bondade dura para sempre, pedimos-te, fortalece nossa fé e nossos atos que promovem e defendem a vida. Ensina-nos a caminhar com segurança, assim como tu nos ensinas a orar...

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA
BÊNÇÃO
Deus de poder, que a ousadia de teu
Espírito nos transforme;
que a doçura de teu Espírito nos dirija;
que os dons de teu Espírito nos capacitem
para servir-te e adorar-te, agora e sempre.
Por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.
C Amém.

ENVIO
Vão em paz e, confiantes na ressurreição, sirvam ao Senhor.

CANTO FINAL
Nº 466 – HPD II – Anunciar as maravilhas do Senhor
 


Autor(a): Elton Klein
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Domingo: Páscoa
Perfil do Domingo: Domingo da Páscoa
Testamento: Novo / Livro: Romanos / Capitulo: 15 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 11
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2015
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 32390

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Meu filho, escute o que o seu pai ensina e preste atenção no que a sua mãe diz. Os ensinamentos deles vão aperfeiçoar o seu caráter.
Provérbios 1.8-9
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Certamente vocês sabem que são o templo de Deus e que o Espírito de Deus vive em vocês.
1Coríntios 3.16
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br