Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Cl 2.6-15(16-19) - 10º Domingo após Pentecostes 24.07.2016

Caderno de Cultos 2016

24/07/2016

24/07/2016 – 10º Domingo após Pentecostes
Gn 18.20-32; Lc 11.1-13; Pregação: Colossenses 2.6-15
P. Nilo O. Christmann – Sínodo MT - Cuiabá

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
“Simão Pedro respondeu a Jesus: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna”. Em dado momento do ministério de Jesus, muitos seguidores começaram a resmungar e o abandonaram. O fizeram quando Jesus deixou claro que segui-lo implicaria dificuldades na caminhada. Por isso, Jesus testa a firmeza dos discípulos e pergunta se também eles querem abandoná-lo. Pedro fala em nome do grupo e diz: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna! Estamos aqui reunidos em culto como seguidores e seguidoras de Jesus. Queremos fortalecer a nossa fé para reafirmar o testemunho de Pedro, ainda que dificuldades sobrevenham. Sejam todos bem-vindos!

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 337 HPD 2 – Reunidos aqui

Ou: Nº ...............

SAUDAÇÃO
É Deus quem nos reúne em culto neste 10º Domingo após Pentecostes. Em nome de Deus, Pai, Filho e Espírito Santo estamos aqui. Amém. Invocamos o Deus Triúno cantando

CANTO DE INVOCAÇÃO
Nº - 365 HPD 2 – Vem, Espírito Santo

Ou: Nº ..............

CONFISSÃO DE PECADOS

Senhor, nosso bondoso Deus! Tu sabes tudo a nosso respeito. Por vezes, até nos iludimos achando que podemos esconder algo de ti, sejam palavras, pensamentos ou atitudes. Por isso, Senhor, nos achegamos em humildade para reconhecer a fragilidade da nossa fé. Não poucas vezes nos deixamos enredar por propostas e ideias que não procedem da tua palavra. Nas horas mais difíceis não temos paciência. Queremos soluções rápidas e que sejam do nosso jeito. Não conseguimos te ouvir e, agindo assim, não correspondemos à tua fidelidade. Por isso, Senhor, confessamos o nosso pecado e clamamos pela tua misericórdia e pelo teu perdão. Em nome de Jesus. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
“Vocês, mesmo sendo maus, sabem dar coisas boas aos seus filhos. Quanto mais o Pai, que está no céu, dará o Espírito Santo aos que lhe pedirem” (Lc 11.13). Deus quer nos dar coisas boas. Quer nos dar o Espírito Santo e também o seu perdão. Por isso, àqueles que com humildade confessaram os seus pecados, anuncio a graça e o perdão de Deus. Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

KYRIE
É uma grande dádiva saber que Deus toma sobre si o nosso fardo e alivia a nossa carga. No entanto, quando olhamos à nossa volta, a dor e o sofrimento, sob as mais diversas formas estão presentes: na violência, no luto, na injustiça, na doença, nas dores do corpo e da alma. Muitos espaços ainda precisam ser preenchidos pelo amor, pela misericórdia e pela justiça de Deus. Clamamos pela plenitude do Reino de Deus e intercedemos, cantando juntos:

Kyrie – Pelas dores deste mundo, ó Senhor.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Agradeçamos a Deus e glorifiquemos o seu nome, pois, em sua misericórdia e bondade, acolhe e ouve o nosso clamor e a nossa oração. Por isso, cantamos Glória, glória, glória a Deus nas alturas...

ORAÇÃO DO DIA
Oramos, Senhor, inspirados pelo Salmo 138: Nós te agradecemos de todo o coração. Reunidos, cantamos hinos de louvor a ti. Por causa do teu amor e da tua fidelidade, te rendemos graças. Sim, te rendemos graças porque és fiel a cada uma de tuas promessas. Obrigado porque nos respondes quando chamamos por ti; Nos respondes a ainda nos concedes forças quando estamos fragilizados. Porque o teu amor dura para sempre nos colocamos em tuas mãos neste culto, rogando pela tua orientação. Em nome de Jesus. Amém.
CANTO
Nº - 450 HPD 2 – Ouvi o Salvador dizer
Ou nº .............

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Gn 18.20-32
2ª Leitura Bíblica: Lc 11.1-13
Ouvido o Evangelho, contemos Aleluia: Aleluia, aleluia, aleluia...

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº - 379 HPD 2 – Pronto para ouvir
Ou nº .............

PREGAÇÃO – Colossenses 2.6-15

Estimados irmãos e irmãs! Estimada comunidade!

O filme 12 Anos de Escravidão retrata a história vivida por um homem negro nos Estados Unidos no século XIX. O filme é baseado na história real de Solomon Northup, um negro livre, casado, pai de duas crianças, violinista, e que teve oportunidade de estudar. Solomon é atraído por uma oportunidade de emprego. O que ele não sabia era que os dois homens que fizeram a atraente proposta de trabalho eram, na verdade, recrutadores de escravos. Depois de um jantar, no qual lhe deram muito vinho, Solomon acorda para uma triste realidade. Ele havia sido enrolado pelos dois agentes e, na sequência, é vendido como escravo para trabalhar em fazendas de plantação de algodão, longe da esposa e dos filhos. Em suma, da noite para o dia, Solomon deixou ser um homem livre para tornar-se escravo.
O filme mostra com muito realismo o que seres humanos são capazes de fazer com outros seres humanos. Também nos faz pensar sobre as formas de escravidão presentes em nosso tempo e em nosso meio. E nós? Somos escravos de alguém ou de alguma coisa? Há algo que nos escraviza? Também estamos sujeitos a sermos enrolados por propostas que podem custar a nossa liberdade?
O apóstolo Paulo e seu amigo Timóteo escrevem para a comunidade de Colossenses. Mesmo sem conhecer a comunidade, os dois missionários expressam o seu amor pelos irmãos e irmãs na fé. Manifestam a sua alegria porque a Boa Nova da Salvação em Jesus Cristo está sendo propagada. Uma das razões de escrever a carta é orientar a comunidade, tornar mais consistente as bases da fé. Mas, o maior objetivo é ajudar a comunidade a se posicionar com firmeza diante de filosofias e doutrinas estranhas, pois alguém está tentando enrolar a jovem comunidade dos colossenses. Alguém está querendo colocar “minhoca na sopa”, colocando em dúvida que crer em Jesus Cristo é o suficiente. Sugere-se um algo a mais. E aí Paulo e Timóteo fazem um alerta muito claro: “Tenham cuidado para que ninguém os torne escravos, por meio de argumentos sem valor, que vêm da sabedoria humana” (v. 8).
Para fortalecer a fé da comunidade, Paulo e Timóteo fazem três preciosas recomendações:

1ª - Agarrar-se a Cristo – Todos nós já vimos, pessoalmente ou pela TV, pessoas que estavam sujeitas a serem levadas pela correnteza da água e se agarraram a algo sólido: uma árvore, um poste ou outro objeto. Quando a vida está ameaçada ou em meio à crise é hora de buscar por algo que nos dê segurança e firmeza. É a chamada tábua da salvação. Na hora da instabilidade e da dúvida, os colossenses recebem a recomendação de que se agarrem a Cristo com todas as forças. Os membros são animados a estarem unidos com Cristo, a estarem enraizados nele e construir a sua vida sobre ele. É a hora de orar com mais intensidade, de agradecer com mais intensidade, de pedir orientação, de não deixar de se reunir em comunidade - uma brasa longe do braseiro apaga rapidamente! Aqui também podemos lembrar de Lutero que, com o seu bom humor, se comparava a um carrapato que se agarra a Cristo.
2ª – Em Cristo está tudo que precisamos saber sobre Deus – O ser humano é curioso por natureza. Trata-se de uma qualidade. Quem não tem curiosidade não cresce, não aprende e não inventa nada de novo. Mas, a curiosidade também pode ser um problema. E é impressionante como as pessoas têm atração por aquilo que tem um ar meio misterioso. Talvez a hora em que mais experimentamos essa tentação é na doença. À medida que uma doença se mostra mais difícil de ser curada, ficamos mais inclinados a aceitar alguma possibilidade de cura: um chá que cura todos os males, alguma pessoa meio misteriosa que cura de tudo, alguém que faça uma “oração forte”. Os filósofos que estavam influenciando os colossenses davam a entender que a fé em Jesus Cristo era muito pouco, carecia de complemento. Alguns membros já deviam estar dizendo: Bem, acho que não faz mal Deus é um só! Diante disso, a comunidade recebe uma clara orientação e consolo: Tudo o que o ser humano precisa saber sobre Deus está presente em Jesus Cristo. Tudo o que ele precisa saber sobre a vida na terra e no céu está em Jesus Cristo. Ou, como Paulo ouviu de Deus quando orou pela cura do seu espinho na carne: “A minha graça te basta!” (2 Coríntios 12.9).
3ª – A dívida está perdoada – Em nosso tempo, para muitos, as dívidas estão relacionadas à cartão de crédito. No passado eram as duplicatas e as notas promissórios. Seja no passado ou no presente, estar endividado traz consigo alguma intranquilidade. Chegamos a dizer, depois de pagar a conta, que nos livramos da dívida. Sim, de certa forma, uma dívida nos escraviza, tira a nossa liberdade. Por vezes, chega a nos tirar o sono. Aos olhos de Deus, a dívida do ser humano é seu pecado. Esta é a sua escravidão. Paulo e Timóteo afirmam para os irmãos e irmãs de colossenses que Deus tomou sobre si a dívida do pecado do ser humano, pagando por ele com a morte de Jesus na cruz. Na cruz a conta do pecado foi anulada. O débito foi zerado. A duplicata ou promissória que devíamos foi rasgada e jogada no lixo. Este é o sentido central do batismo. Deixamos de ser escravos do pecado, para sermos livres. Livres para amar a Deus, para servir ao próximo e agradecer continuamente pelo grande presente da salvação. Agora já não cabe nenhuma barganha com Deus. Não precisamos de nenhum complemento. A maior e mais preciosa liberdade nos foi dada como presente.

Estimada comunidade!

O personagem do filme 12 anos de escravidão foi enrolado. Na verdade, foi enganado e perdeu a liberdade, tornando-se escravo. A comunidade de colossenses conheceu Jesus Cristo e foi liberta da escravidão do pecado. Mas, havia quem quisesse enrolá-los. Um texto de incrível atualidade. Não faltam propostas religiosas e filosofias de toda ordem à nossa volta. De alguma forma, também somos tentados diariamente, especialmente quando estamos mais fragilizados. Neste sentido, é um grande alento ouvirmos com tanta clareza que, estando em Cristo, não temos necessidade de nenhum complemento espiritual, seja ele qual for. Somos carregados e sustentados por um Deus amoroso e misericordioso.
Cabe a nós nos agarrarmos a ele com todas nossas forças. Podemos orar e mesmo ser insistentes, assim como fez Abraão, quando intercedeu pelos justos que estivessem em Sodoma e Gomorra. Mais do que isso, Jesus mesmo motivou a levar tudo a Deus em oração quando disse: “Peçam e vocês receberão; procurem e vocês acharão; batam, e a porta se abrirá” (Lc 11.9). Podemos confiar que, em qualquer circunstância da vida e, mesmo na morte, não há melhor lugar para se estar do que nos braços de Deus. Ali temos tudo que o nosso espírito precisa. Ali temos salvação e liberdade sem igual!

Há um hino que expressa essa confiança em Deus com as seguintes palavras:
A mão de meu Jesus é poderosa e me segurará eternamente.
Ele investiu muito em mim, por isso sei que jamais me largará.
Ele, que me é misericordioso, não me abandonará.
Essa é a minha confiança.

Que assim também seja a nossa confiança!
Amém


CONFISSÃO DE FÉ
Assim como fizeram os colossenses e os cristãos no decorrer dos séculos, assim também nós queremos confessar a nossa fé:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO – A oferta deste culto é local e se destina para ................Enquanto as ofertas são recolhidas, cantamos o hino...
Nº - 161 – HPD 1 – Em nada ponho a minha fé
Ou nº ..................

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração: (Neste momento quem estiver conduzindo o culto pode pedir à comunidade pelos motivos de intercessão que as pessoas queiram incluir. Caso o/a celebrante se sentir à vontade, pode em seguida dirigir uma oração a Deus incluindo estes e outros pedidos, sem esquecer dos aniversariantes. Caso tenha dificuldade em fazer esta oração, simplesmente convida a comunidade a orar o Pai Nosso e, com ele, as diversas intercessões são colocadas diante de Deus)
Aniversariantes:
1._______________________________________________________
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
_________________________________________________________


BÊNÇÃO
O Senhor esteja na tua frente para mostrar-te o caminho certo.
O Senhor esteja ao teu lado para te abraçar e proteger.
O Senhor esteja atrás de ti para te salvar de pessoas falsas.
O Senhor esteja debaixo de ti para te amparar quando caíres e te tirar das armadilhas.
O Senhor esteja dentro de ti para te consolar quando estives triste.
O Senhor esteja ao redor de ti para te defender quando outros te atacarem.
O Senhor esteja sobre ti para te abençoar. Assim te abençoe o bondoso Pai.
Amém.

ENVIO
Agora vão em paz, amor e alegria. Vão e testemunhem da liberdade e da salvação que há em Cristo Jesus. Amém.

CANTO FINAL
Nº 453 – HPD 2 – Nada te turbe
Ou nº ...........


Autor(a): Nilo Christmann
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 10º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Colossenses / Capitulo: 2 / Versículo Inicial: 6 / Versículo Final: 15
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2016
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 38275

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa.
2Coríntios 5.17
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
O verdadeiro cristão não vive na terra para si próprio, mas para o próximo e lhe serve.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br