Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592 | (65) 9840-66020 | (65) 9846-83271
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Hebreus 13.1-8, 15-16 - 15º Domingo após Pentecostes - 01.09.2013

Caderno de Cultos 2013

01/09/2013

15º DOMINGO APÓS PENTECÓSTES: 01/09/13
Pv 25.6-7; Lc 14.1,7-14; Pregação: Hb 13.1-8, 15-16
Joelmir Schanoski - Sinop

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia (boa noite). Sejam bem vindos e bem vindas ao nosso culto, onde juntos, em comunhão queremos buscar orientação, animo e força para nossa fé, na palavra de Deus.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 330 – HPD II – Aqui chegando, Senhor.

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Estamos reunidos aqui hoje não em nosso próprio nome, mas em nome do trino Deus, que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 123- HPD I – O nosso encontro vai ser

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Vamos neste momento chegar-se a Deus e confessemos nossos pecados:
(Tempo para confissão pessoal).
Querido e amado Deus, reconhecemos que somos falhos e pecadores, perdoa-nos porque cometemos o mesmo erro às vezes cinco minutos depois de termos pedido perdão. Alcança-nos com a tua misericórdia. Nos dê animo e força para sempre fazer a tua vontade e que o Espírito Santo nos acompanhe. Em nome de Jesus, amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Com as palavras de Hebreus 8.12: “Pois, para com as suas iniquidades, usarei de misericórdia e dos seus pecados jamais me lembrarei”, recebem o perdão de Deus todos e todas que confessaram com sinceridade os seus pecados. Amém.

KYRIE
Oh Deus, tenha piedade de todos aqueles e aquelas que sofrem e vivem longe do teu amor. Oh Senhor, tenha piedade.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Glorifiquemos a Deus cantando: Glória, glória, glória a Deus nas alturas. Glória, glória, paz entre nós, paz entre nós.
ORAÇÃO DO DIA
Senhor, somos gratos por mais um dia de vida e pela oportunidade de estar aqui em comunhão com os irmãos para prestar culto a ti. Ajuda-nos para que possamos estar atentos ao que tu queres nos dizer hoje. Amém.
LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Provérbios 25.6-7;

2ª Leitura Bíblica: Lucas 14.1,7-14

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 413 – HPD II – Senhor se Tu me chamas

PREGAÇÃO
Texto:  Hebreus  13.1-8, 15-16
Deveres sociais e espirituais

As palavras do versículo 1 - Seja constante o amor fraternal; encorajam-nos a praticar o amor verdadeiro. O cristão testemunha ao mundo que pertence ao “Reino de Deus” quando pratica o amor fraternal, ou seja quando você diz que ama a Deus, esse amor a Ele deve se manifestar na vida do seu próximo, isso me lembra o versículo que diz: “... que aquele que ama a Deus, ame também a seu irmão” 1Jo 4.21b. A prática desse amor verdadeiro gera alguns frutos, são eles:
1º - A hospitalidade (v. 2)
2º - Importar-se com aqueles que estão presos (v. 3)
3º - Respeito pelos seus votos de casamento (v. 4)
4º - Estar satisfeito com o que tem (v.5)

1º - A hospitalidade: Temos o exemplo de Abraão, em Gênesis capítulo 18, Abraão acolhe três varões que chegaram até sua tenda, e lhes deu comida e água, e sem saber que na verdade eles eram Anjos do Senhor. Essa prática como no exemplo de Abraão, nos revela que paira uma benção bem especial sobre a hospitalidade. Quem concede hospitalidade nunca é apenas alguém que dá, mas também é sempre alguém que recebe. Nesta ocasião os filhos de Deus têm a oportunidade de compartilhar e trocar entre si a alegria no Senhor e as experiências de fé. Não é bom quando recebemos a visita de algum conhecido? As horas passam tão rápido que nem nos damos conta. E se recebermos alguém que não é cristão temos uma ótima oportunidade de testemunhar do amor de Cristo. E na igreja, somos hospitaleiros com os visitantes?
2º - Importar-se com aqueles que estão presos: Na época, os cristãos sofriam perseguições por causa da sua fé, e muitos eram presos e maltratados. No versículo 3 vemos que Deus nos dá mais uma oportunidade de praticar o amor fraternal: “Lembrai-vos dos encarcerados, como se presos com eles...”, Por causa da sua fé estão sofrendo maus tratos, é nesse momento que a igreja tem que se dar conta que esses que sofrem também são parte do corpo, e se um membro sofre as outras partes sofrem também. No Brasil não sofremos perseguições, mas existem países, como a Coreia do Norte, Afeganistão e tantos outros onde há perseguições. Se você conhece algum Cristão que está preso e pode visita-lo, então faça, mas se não, ao menos pode orar pelos irmãos de outros países. “O amor cristão se coloca no lugar do outro e carrega sofrimento alheio como se fosse sofrimento próprio”.
3º - Respeito pelos seus votos de casamento: No versículo 4 o autor exalta o casamento, isso porque manter a pureza e a santidade do matrimônio é o testemunho mais forte que os cristãos podem dar diante do mundo. Quando o casamento é violado pela prostituição e adultério, o mandamento e a ordem de Deus são transgredidos. O autor sabe que a imoralidade sexual do mundo procura também penetrar nos casamentos dos cristãos, por isso Destaca: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros”. Ele sabe quanto pecado acontece às escondidas, que jamais será investigado por um tribunal humano. Deus, porém, tem o poder de julgar também sobre os pecados escondidos, e o fará no seu dia.
4º - Estar satisfeito e contente com o que tem. Este texto nos ensina que o mal não está nos bens, nas coisas ou no dinheiro, mas na prioridade e no uso que fazemos delas. O autor de Hebreus sabia que alguns de seus leitores haviam perdido suas propriedades e bens por conta da fé em Cristo (Hb 10:34). Ele os encoraja dizendo que a presença de Deus nas vidas deles vale mais do que os bens que perderam. À medida que sofriam perseguições, era importante lembrar sempre de que o Senhor estaria com eles e não os desampararia. A nossa situação hoje é diferente da situação histórica de Hebreus, mas há um elemento comum. É o fato de que Deus pode nos dar o mesmo conforto e segurança que concedeu aos Hebreus. O versículo 5 nos alerta sobre a avareza, que é o amor ao dinheiro. Mas muitas vezes nos flagramos pensando em bens materiais e como seria bom se tivéssemos mais dinheiro, não é verdade? Não devemos gastar muita energia pra ter muito dinheiro e muitos bens materiais, pois desta vida não levaremos nada.

Do versículo 1 ao 6 o autor falou sobre os deveres dos cristãos diante da sociedade.
E agora os versículos 7 ao 17 falam sobre os deveres espirituais. Porém falarei especificamente dos versículos 7, 8, 15 e 16.

O versículo 7 nos diz para lembrar dos nossos guias, aqueles que nos pregaram a palavra de Deus. Num encontro de lideranças, o pregador disse que os lideres das igrejas devem ser como balizas (cones), balizas indicam o caminho, são referência, assim um líder deve ser, referência, um exemplo na fé. E com certeza nós nos lembramos de alguém da igreja que nos é referência, que é exemplo, que admiramos a sua fé, o autor nos encoraja a imitar a fé que esses guias tiveram.
A mudança das gerações que passaram e conduziram a igreja sempre se mantiveram fiéis ao Deus imutável, ou seja, o Deus que nunca muda. Também dirigentes, guias de uma igreja, falecem. Porém Jesus Cristo, ontem e hoje, é o mesmo e o será para sempre.

Versículos 15 e 16. Os povos do Antigo Testamento tinham que sacrificar animais para o perdão dos seus pecados, mas esses sacrifícios não removiam definitivamente os pecados, por isso eles tinham que ser repetidos sempre de novo. Jesus, porém, ofereceu um único e eficaz sacrifício, e este sim remove todos nossos pecados, por isso hoje não precisamos sacrificar mais animais, a partir daí, surge uma nova maneira de oferecer sacrifícios a Deus, e o podemos fazer através da oração, do testemunho, do amor ao próximo e da obediência. Mesmo que você passe por tribulações, ofereça a Deus sacrifícios de gratidão. O lugar de todos aqueles sacrifícios praticados no AT, agora está ocupado pela entrega da vida a Deus e a ajuda ao próximo, e essa prática de ajudar o próximo também faz parte do “fruto dos lábios” expresso no versículo 15. Fazer o bem, amar e servir o próximo são atos que agradam a Deus.

Nós estamos inseridos numa sociedade, e não temos como fugir disso. O texto da pregação nos auxilia, nos mostra como proceder nessa vida social, e ali nos encoraja e desafia a praticar o amor verdadeiro, a hospitalidade, importar-se com os presos, respeitar os votos do casamento, estar satisfeito e contente com o que temos e confiar acima de tudo em Deus, pois Ele nos ajudará; lembrar e agradecer pelas pessoas que Deus colocou em nossa vida e foram exemplos de fé, confiar também que Cristo nunca muda, que foi e sempre será o mesmo, oferecer sacrifícios de louvor e agradecimento, e praticando tudo isso estaremos agradando a Deus e certamente Ele nos encherá de paz e alegria.


HINO
Nº 248 - HPD I – Ontem, hoje e para sempre

CONFISSÃO DE FÉ
Motivados pela Palavra de Deus vamos juntos confessar nossa fé com as palavras do Credo Apostólico:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 237 - HPD I – Graças dou por esta vida


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Pai querido e amado, agradecemos por nos presentear com a vida, agradecemos pelos familiares, pelos amigos, pela morte de Cristo na cruz. Ouve os nossos pedidos (motivos de oração). Acompanha-nos nesta semana e anima-nos e da dá-nos força pra testemunharmos o seu amor diante da sociedade em que vivemos. Assim oramos em nome de Cristo que nos ensinou dizendo...
PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde, que o Senhor faça resplandecer seu rosto sobre ti. Que o Senhor tenha misericórdia de ti e te de a paz. Amém.
ENVIO
Ide na Paz de Cristo, servindo a Ele com amor, fidelidade e alegria. Amém.

CANTO FINAL
Nº 518 – HPD II – Dá-nos esperança e paz


Autor(a): Joelmir Schanoski
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Testamento: Novo / Livro: Hebreus / Capitulo: 13 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 16
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2013
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 23158

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Mesmo que não sejamos cristãos tão bons como deveríamos ser, e somos ignorantes e fracos tanto na vida como na fé, Deus ainda assim quer defender a sua Palavra, pela simples razão de ser a sua Palavra.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Não existe nada de tão bom e nada de tão ruim que Deus não poderia usar para me fazer o bem, se eu confio Nele.
Martim Lutero
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br