Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Hebreus 1.1-4;2.1-4 - 20º Domingo após Pentecostes - 02.10.2016

Caderno de Cultos 2016

02/10/2016

02/10/2016 – 20º Domingo após Pentecostes
Hebreus 1.1-4, 2.1-4; 2 Timóteo 1.1-14; Lucas 17.5-10.
Autor: Pastor André Luiz Belard

ACOLHIDA
“Ó Deus, eu falarei a respeito de ti aos meus irmãos e te louvarei na reunião do teu povo” (Hb 2.12). Com estas Palavras, que são o lema da semana, saudamos e acolhemos cada uma e cada um de vocês. Bem vindas e bem vindos! Estamos no 20º Domingo após Pentecostes. É tempo de celebrar a vida e o entusiasmo que Deus, através do Espírito Santo, concede ao seu povo. Dessa forma podemos anunciar para o mundo a graça e o amor de Deus, revelados em Jesus Cristo para a nossa salvação.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
76 – HPD 1 – Espírito, Verdade.

Ou: Nº ____________________________________________________

LITURGIA DE ABERTURA

SAUDAÇÃO
Reunimo-nos não em nosso próprio nome, mas em nome do Trino Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
338 – HPD 2 – Onde dois ou três me invocam ao orar, com eles estarei.

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
“Por causa de teu amor, ó Deus, tem misericórdia de mim. Por causa de tua grande compaixão apaga os meus pecados. Purifica-me de todas as minhas maldades e lava-me do meu pecado.” (Salmo 51.1-2). Nesse mesmo sentimento, confessemos a Deus os nossos pecados:
Misericordioso Deus. Confessamos que temos pecado contra Ti em pensamentos, palavras, ações e omissões. Também não temos amado as pessoas próximas de nós com a radicalidade e a intensidade de teu amor. Desde a Criação tens revelado o seu imenso amor. Em Jesus Cristo, de forma tão amorosa, concedeste salvação aos que crêem em Teu nome. Através de teu Santo Espírito podemos desfrutar de tua presença consoladora em nossos dias. Contudo, facilmente nos esquecemos de Ti e de todo o teu cuidado. Em meio a tantas dificuldades e problemas temos encontrado dificuldades em permanecer fiéis na fé, na comunhão, na confiança e no amor fraternal. Temos recorrido a tantas coisas e esquecemos que tu és suficiente para nós. Confessamos a ti nosso arrependimento e o nosso desejo de renovar a nossa caminhada e a nossa fé. Por isso pedimos: Tem compaixão de nós, Senhor e pela ação de teu Santo Espírito dá-nos uma nova oportunidade de te servir a anunciar o teu amor a todas as pessoas. Oramos em nome de Jesus Cristo, nosso único Senhor e Salvador. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO:
“Deus nos salvou e nos chamou para sermos o seu povo. Não foi por causa do que temos feito, mas porque este era o seu plano e por causa da tua graça.” (2 Timóteo 1.9a). Nessa certeza, para todas as pessoas que confessaram sinceramente os seus pecados, eu anuncio o perdão e a graça em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

KYRIE
A comunidade redimida do pecado é chamada a olhar para fora de seus muros e clamar pelas dores de tantas pessoas no mundo e também por toda a Criação. Clamamos pelas pessoas que fogem das guerras e buscam um lugar em paz para viver. Clamamos pelas pessoas que sofrem com catástrofes naturais e com o descaso em relação ao cuidado com a nossa casa comum, nosso planeta. Por tudo isso clamamos cantando: 339 – HPD 2 – Kyrie ou Nº _________.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Nosso Deus é maravilhoso! Ele perdoa os nossos pecados e está sempre de ouvidos e coração aberto para ouvir o clamor de seu povo. Tudo isso é motivo para louvarmos, bendizermos e glorificarmos a Deus por suas grandes obras. Fazemos isso cantando: 253 – HPD 1 – Glorificado seja teu nome.

ORAÇÃO DO DIA
Deus de amor! Obrigado por estarmos aqui em Tua casa. Obrigado pela comunhão que temos contigo e também com nossos irmãos e irmãs. Estamos aqui para ouvir a tua palavra e para alimentarmos nossa pequena fé. Tira de nós tudo que possa atrapalhar o entendimento da tua palavra. Abra nossos corações e mentes para recebê-la com devoção e gratidão. Que ela transforme a nossa vida e nos faça caminhar com retidão na tua luz. É o que te pedimos em nome de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, que contigo e com o Espírito Santo, vive e reina, de eternidade a eternidade. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

HINO: 130 – HPD – Senhor tu nos chamaste

1ª Leitura Bíblica: 2 Timóteo 1.1-14

Acolhemos a leitura do Evangelho cantando: Aleluia! 351 – HPD 2
2ª Leitura Bíblica: Lucas 17.5-10

3ª Leitura: Hebreus 1.1-4; 2.1-4

PREGAÇÃO:

Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam conosco, hoje e sempre. Amém!
Prezada Comunidade!
Hoje temos a oportunidade de meditarmos sobre o livro de Hebreus, especialmente sobre os versículos iniciais dessa carta. Para escrever essa pregação utilizei as reflexões do Pastor Teobaldo Witter no auxílio Proclamar Libertação Volume 40.
Estamos no 20º Domingo após Pentecostes. O Espírito Santo de Deus permanece sobre nós. Através do Espírito Santo, toda a ação salvífica de Deus em Jesus torna-se atual para a comunidade de fé nos dias de hoje.
Estamos também no mês da Reforma e no ano que vem vamos celebrar os seus 500 anos. Grande oportunidade de reflexão sobre os desafios da Igreja para esse novo tempo. Oportunidade de reafirmar os pilares da nossa fé e dar um testemunho comprometido com o Evangelho de Jesus Cristo em terras brasileiras. Na atual conjuntura em que vivemos é cada vez mais urgente que tenhamos bem clara a nossa fé e o compromisso que temos enquanto pessoas herdeiras desse legado.
O texto de Hebreus previsto para esse final de semana quer ser um auxílio nessa reflexão.
Na época da redação da carta dos Hebreus, as comunidades de fé eram perseguidas e humilhadas por causa de sua fé e comunhão. Nesse contexto, algumas pessoas abandonavam as comunidades. A intenção da carta é clara. Explica que a revelação de Deus em Cristo Jesus é definitiva e única e procura animar as pessoas a superar a tentação e o desânimo que pairam na comunidade. Procura animá-los na fé e na prática do amor. Os membros da comunidade em questão conheciam bem a Lei de Moisés, tinham a tradição judaica em sua espiritualidade, mas precisavam entender melhor o significado da obra de Jesus Cristo naquele contexto, para não desprezarem a tão grande salvação que Deus lhes tinha dado.
Esse parece ser o desafio das comunidades cristãs ao longo dos séculos e também o nosso. Em meio às tentações, perseguições, jogos de poder, injustiças e em muitas outras situações de perigo, é necessário prestar mais atenção nas verdades que temos ouvido, para não nos desviarmos dela (Hb 2.1). E qual é a verdade que o texto de Hebreus nos fala? A verdade que brota do Evangelho! A verdade da fé, a verdade da graça, a verdade do amor de Deus revelado em Jesus Cristo. Tudo isso são tesouros preciosos que não podemos perder.
Temos um grande numero de igrejas espalhadas por todos os cantos. Vivemos num país de maioria cristã. Os livros mais vendidos no Brasil nos últimos anos são relacionados a literatura cristã. Tudo isso deveria fazer uma diferença enorme em nosso quadro político, social, econômico. Tudo isso deveria ser refletido nas ações cotidianas das pessoas que se dizem seguidoras das verdades do Evangelho. Mas por que isso não acontece? Talvez porque, assim como a comunidade dos Hebreus, as verdades da fé não estejam muito claras para as pessoas. Talvez elas estejam distorcidas. Talvez limitadas em nossas individualidades e expectativas de prosperidade.
Em relação a tudo isso algumas perguntas são interessantes:
O que Deus quer de nós? O que Deus espera de sua igreja em suas relações com o mundo? Quais as implicações dos princípios da Reforma para os nossos dias? Onde está a graça? Onde está a fé? Perderam-se na concorrência do mercado religioso de nossos dias?
Somos herdeiros do testemunho de muitas pessoas que creram e confiaram nessa mensagem. Desde o AT, passando pelo testemunho dos discípulos e discípulas de Jesus e por toda a história da Igreja. Paulo em sua carta a Timóteo pede que ele permaneça e conserve a fé e não tenha vergonha do evangelho e que guarde esse precioso tesouro recebido das mãos de Deus. A fé é um tesouro que recebemos das mãos de Deus através do ouvir e meditar em sua palavra. O que temos feito com esse tesouro? Achamos que nossa fé é pouca? A parábola do evangelho nos conta que a fé, mesmo que tenha o tamanho de um grão de mostarda é capaz de fazer coisas grandiosas. Inclusive transformar a nossa vida, as nossas relações afetivas, a nossa relação em comunidade e o mais importante, nossa relação com Deus. A fé não pode ser reduzida e limitada somente a momentos parciais de nossas vidas. Ela precisa gerar transformação, vida nova!
Serve de ilustração essa pequena história:
Na aldeia havia uma casa de compra e venda de comidas. Com o passar do tempo, a ferrugem e a sujeira desequilibraram a balança. Quando seu comércio completou 20 anos ele constatou que a diferença da pesagem em seu favor era de 15%. Sendo assim, 850 gramas de arroz pesavam 1Kg em sua balança. Como ninguém reclamava, ele foi deixando como estava.
Certo dia um homem bem humilde chegou para comprar comida para reforçar a alimentação de sua esposa doente. Ele levou 1 tomate, 1Kg de arroz e 200 gramas de carne. Comprou a comida, pagou e for embora.
À noite o comerciante teve uma crise de consciência. O remorso corroia por dentro. Seis meses depois o homem simples entra novamente em seu comércio. Rapidamente o comerciante pede perdão pelo acontecido e retribui 3 vezes mais do que havia roubado. Ele comprou a mesma coisa, só que agora com 45% a mais do roubo da compra anterior.
O comerciante ficou aliviado e feliz. De noite fez o jantar e ajudou a esposa na lida da casa. No outro dia, voltou para o seu comercio e continuou vendendo seus produtos com uma balança enganadora. Não houve mudança em seu agir.
A Reforma da igreja, quando for o caso, deve fazer uma faxina e tirar a ferrugem e a sujeira que enganam o povo quando ofuscam a fé e amor. A carta aos Hebreus trouxe uma profunda transformação em relação às verdades da fé, não permitindo que o povo fosse enganado. A Reforma Protestante fez uma grande faxina na Igreja ao permitir que a palavra fosse pregada de forma pura e reta. A fé em Jesus também precisa mexer conosco. Precisa transformar nossas ações em favor da comunhão, da solidariedade e do amor fraternal.
Como anda nossa vida? Como anda nossa comunidade? Está tudo bem? Que reforma ela precisa? A medida da fé, da comunhão, da vida e de todas as coisas em uso foi limpa pela palavra ou está enferrujada, suja e cheia de poeira?

Que possamos sempre deixar-nos guiar pelo Evangelho, transformando nossas vidas diariamente e vivendo pela fé e pelo amor. E a paz de Deus, que excede todo o nosso entendimento, guardará nossos corações e mentes em Cristo Jesus. Amém.

CONFISSÃO DE FÉ
No tempo em que vivemos, imprescindível é que sempre confessemos bem claro a nossa fé. (76 – HPD 1) Em resposta a pregação da palavra de Deus confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO
474 – HPD 2 – Ontem, hoje e sempre.

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Destino da oferta: _________________________________________
Oferta último Culto: R$________ destinada ____________________ ________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

ANIVERSARIANTES
________________________________________________________
________________________________________________________

As ofertas recolhidas em culto são um sinal visível de gratidão e solidariedade. Gratidão a Deus pelo sustento e cuidado que recebemos dele e solidariedade às pessoas que necessitam de nosso auxílio. Para o recolhimento das ofertas cantamos:

237 – HPD 1 – Graças dou por essa vida

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO

Motivos de Oração
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

Deus de amor e cuidado! Graças rendemos a ti porque mais uma vez a tua palavra nos alcançou. Em meio a tantas vozes dissonantes de nosso tempo podemos crer na tua palavra e crer que tu és um Deus que não é indiferente a dor e ao sofrimento das pessoas. Graças porque através de Jesus Cristo, teu Filho, nos deste a salvação. Graças porque podemos ouvir a tua palavra e, dessa forma, fortalecer a nossa fé em ti e ter a esperança de que nada escapa de tuas bondosas mãos e da tua boa e propícia vontade. Recebe, Senhor, todos os sentimentos de gratidão desta comunidade e abençoe todas as pessoas que celebram mais um ano de vida (citar os motivos de gratidão). Intercedemos por tua Igreja, ministros e ministras, lideranças e comunidades para que possam anunciar a tua palavra com coragem, esperança e amor neste mundo tão carente de paz, fé e solidariedade. Intercedemos por nossa nação e pelas pessoas ocupam os cargos públicos. Temos vivido tempos de muitas incertezas na vida política, econômica e social de nosso país. Por isso pedimos que o Teu Santo Espírito transforme essa dura realidade e nos dê a esperança de trilhar caminhos de paz, ética, justiça e comunhão. Intercedemos por todas as pessoas que sofrem. Pelas pessoas doentes, desanimadas e pelas famílias enlutadas. Receba também as intercessões desta comunidade (citar os motivos de intercessão). Dessa forma entregamos toda nossa vida em tuas mãos, tendo certeza que sempre a tua boa vontade se cumpre. Todos os pedidos de oração, todos os motivos de gratidão que ainda ficam no silêncio de nossos corações, entregamos a ti na oração que teu Filho Jesus Cristo nos ensinou dizendo:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

BÊNÇÃO
Que o caminho seja brando a teus pés e que o vento sopre leve em teus ombros.
Que o sol brilhe cálido sobre tua face e que as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja, Deus te guarde na palma de sua mão.
(Antiga Bênção Irlandesa)
Assim te abençoe o Trino Deus, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

ENVIO
Vamos na paz Deus e sirvamos a ele com alegria!

CANTO FINAL
161 – HPD 1 – Em nada ponho a minha fé senão na graça de Jesus.


Autor(a): André Luiz Belard
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 20º Domingo após Pentecostes
Testamento: Antigo / Livro: Habacuque / Capitulo: 1 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 4
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2016
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 38284

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

A graça só tem um recipiente - o nosso coração.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Tu és o meu Senhor. Outro bem não possuo, senão a ti somente.
Salmo 16.2
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br